domingo, 19 de julho de 2015

Morreram a Generosidade e a paternidade no sacerdócio


Números 3:2-4

O capítulo 3 de Números, fala sobre três questões importantes: 

A. Ministério sacerdotal (intercessão)
B. Serviço dos levitas (adoração)
C. Cuidados de ambos para com o Tabernáculo (Presença de Deus)   

Em nossa vida cristã, precisamos lembrar dessas questões também que são fundamentais.
Precisamos cuidar de nossa vida de oração e adoração na presença de Deus.

Nessa mensagem, não vou focar o ministério dos levitas, pois entendo da parte de Deus, que devo explorar agora a questão do sacerdote Arão e seus filhos.

Arão (אהרנּ 'Aharown = "aquele que traz luz") teve quatro filhos (Nm 3:2):

Nadabe: נדב Nadab = "generoso" - generosidade

Abiú: אביהו 'Abiyhuw' = "ele é (meu) pai" - paternidade
Eleazar: אלעזר 'El`azar = "Deus ajudou" - ajuda
Itamar: איתמר 'Iythamar = "costa de ramos" - frutos

Lembre-se que Pedro disse que somos um sacerdócio real em Cristo.

Mas vós sois a geração eleita, o sacerdócio real, a nação santa, o povo adquirido, para que anuncieis as virtudes daquele que vos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz; (1 Pedro 2:9)

A revelação (אהרנּ 'Aharown = "aquele que traz luz") vem do ministério sacerdotal.
Qual era a função do sacerdote se não estar diante da presença do Senhor?
Na presença do Senhor, recebemos luz, revelação e entendimento.

Se você está vivendo situações escuras, andando nas sombras das dúvidas e da insegurança, é tempo de voltar-se para o "Santo dos Santos" - é tempo de voltar seu rosto para o Senhor e em Sua presença, receber luz, revelação e direção para sua vida.

Uma vez em Sua presença, do ministério sacerdotal flui: 

Generosidade através de Nadabe -נדב Nadab = "generoso"
Paternidade através de Abiú - אביהו 'Abiyhuw' = "ele é (meu) pai"
Ajuda através de Eleazar - אלעזר 'El`azar = "Deus ajudou"
Frutos através de Itamar - איתמר 'Iythamar = "costa de ramos"

Segundo Números 3:3, para isso os filhos de Arão foram ungidos; para administrarem generosidade, paternidade, ajuda e dar frutos através do serviço sacerdotal.
Para isso é necessário uma vida de oração (papel do sacerdote) e adoração (papel do levita - mesmo que não vou falar desse ministério nessa mensagem) na presença de Deus (Tabernáculo).
O chamado de todos os que nascem de novo em Cristo (João 3:3), é para isso!
Parece que há milhares de cristãos em nossa atualidade que não tem idéia disso e pior; começam a oferecer "fogo estranho" para Deus com motivações erradas pensando que serão aceitos.

Boa parte da Igreja, grande quantidades de pastores, milhares de cristãos; estão hoje longe de viver a verdade de seu real chamado que é sacerdotal e começaram a oferecer "fogos estranhos" nos púlpitos, através da TV, internet, etc.
Parece que descobriram que é isso que a multidão quer e estão fazendo o "gosto do freguês".

O chamado sacerdotal não é para fazer a vontade do povo de Deus, mas a vontade do Deus do povo.
Se não entendemos isso, vamos oferecer "fogo estranho" e vamos provocar a morte de dois elementos fundamentais do sacerdócio - generosidade (Nadabe) e paternidade (Abiú). Leia Números 3:4.

Mas Nadabe e Abiú morreram perante o Senhor, quando ofereceram fogo estranho perante o Senhor no deserto de Sinai, e não tiveram filhos; porém Eleazar e Itamar administraram o sacerdócio diante de Arão, seu pai (Nm 3:4).

A generosidade (Nadabe) e a paternidade (Abiú), morreram no serviço sacerdotal nos dias de Arão. O mesmo 
está acontecendo em nossa atualidade.
O fogo estranho dos interesses pessoais e egoístas, de estrelismo do homem no nome do Evangelho, da fama pessoal do nome da Cruz, do sucesso de um nome mortal no nome de Jesus, está matando a generosidade e a paternidade na Igreja.

Muitos pregadores não amam seus ouvintes, muitos pastores não amam suas ovelhas, muitos cristãos não amam suas igrejas. Querem apenas "fogo estranho".

Há escassez de generosidade no relacionamento.
Há escassez de paternidade na Igreja.
E pior! Estamos condenando a próxima geração - "não tiveram filhos" (Nm 3:4).

Que herança de fé deixaremos para a próxima geração?
Que referência terão a próxima geração?
Haverá uma próxima geração?

Sacerdote do Deus vivo, leia isso com atenção!
Cristão ou que se diz cristão, coloque atenção nessa mensagem agora.
Ainda dá tempo! Ainda há tempo!

O chamado de Deus continua. Ele ainda espera que Seu povo e Seus servos se voltem para Ele e voltem a levar a revelação da Palavra na unção do óleo do Espírito Santo para os púlpitos de Sua Igreja.

A Igreja está vazia porque o sacerdócio está vazio de Deus. 
Os templos estão cheios de pessoas por causa dos shows e entretenimentos dos "fogos estranhos".

Onde estão os "Arãos" - homens e mulheres que vivem em oração e adoração na presença de Deus e tem a revelação na luz da Palavra?
É você um deles! Sim, você que está lendo essa mensagem e sentido em seu coração algo profundo do Espírito. Volte agora para seu lugar, para sua função sacerdotal de adoração, oração e revelação.

Onde estão os "Nadabes" - homens e mulheres cheios de generosidade que é uma expressão do amor de Deus? Homens e mulheres ausentes de egoísmo e que vivem para servir generosamente aos demais como uma demonstração de seu serviço a Deus?
Não mata o "Nadabe" que está dentro de você, com os "fogos estranhos" que se oferecem no "mercado gospel" de hoje e nas tendências da moda religiosa do momento.
Lembre-se: flui de dentro de um sacerdote a luz de Deus e a generosidade. Você foi chamado para ser generoso - ressuscite através do pedido de perdão a Deus esse "Nadabe" e se posicione.

Onde estão os "Abiús" - homens e mulheres da paternidade e maternidade física e espiritual?
Vivemos em um tempo de uma horrível frieza nos relacionamentos. Pais abandonam seus filhos, filhos desprezam seus pais, irmãos se mal tratam. Abusos e monstruosidades terríveis. Uma ausência enorme da paternidade.
Vejo uma geração de filhos sem pais.
Vejo uma geração de cristãos sem pais espirituais.
Não deixe com os "fogos estranhos", morrer dentro de você a paternidade ou a maternidade.
Deus chamou você para gerar filhos e filhas! Abandone os altares dos fogos estranhos e voltes-se para o Tabernáculo da Presença do Altíssimo; luz, revelação, Palavra viva, generosidade, paternidade, fluirão dessa intimidade com Deus e seus filhos e filhas (sejam biológicos ou espirituais) serão marcados por você com a bênção da paternidade. 

Onde estão os "Eleazares" - homens e mulheres de ajuda? Dispostos a estender a mão para servir, dispostos a abaixar-se para lavar os pés aos demais? Que tem o entendimento que o lugar mais elevado que podem chegar na vida, é o de estarem aos pés dos demais para servir com a ajuda necessária?
Que bom que Eleazar não ofereceu fogo estranho e não morreu. Não ofereça também!
Vejo o estrelismo de homens egoístas querendo cada dia mudar seus títulos para títulos mais "relevantes". O pior é que a maioria dos que se dizem cristãos, compram e pagam caro pela idéia.
Curiosamente não vejo essas pessoas pedindo para que a multidão os chamem de "servos".
Na verdade o verdadeiro servo não aparece e sim seu serviço aos demais.  
Seja um servo (a)! Um servo não faz o que quer, mas o que precisa ser feito.

Onde estão os "Itamares" - homens e mulheres que dão frutos?
Quando penso em pessoas que dão frutos, penso que antes do fruto elas semearam a semente. Não retiveram o que Deus colocou em suas mãos, mas semearam em outros.
Deus chamou você para um sacerdocio frutífero. Não permita que os "fogos estranhos" oferecidos nos altares do Homem-deus, queime sua semente.
A semente para dar o fruto, primeiro tem que desaparecer e morrer. Uh, quem quer isso?
Não se preocupe em sair na foto, mas em dar a semente e ver as pessoas comendo do fruto de seu ministério a Deus.  

Quando a generosidade e a paternidade morrem, a ajuda (serviço) e os frutos (filhos) correm o sério risco de deixar de existir.

Se você chegou até aqui na leitura dessa mensagem, tenho a certeza que seu coração está movido pelo Espírito Santo a repensar seriamente na razão pela qual você existe.
Você existe não para você, mas para quem planejou sua existência - Deus.
Viver para você é correr para queimar-se nos "fogos estranhos" dessa vida.

Tome uma decisão agora mesmo e ore comigo.

"Senhor Jesus, Sua Palavra é maravilhosa! Hoje o Senhor me deu a oportunidade de ler a Bíblia e essa mensagem completamente baseada nas Sagradas Escrituras.
Entendo que meu chamado é para ser um sacerdote real.
Abandonei o altar da oração e da adoração, por causa de tantas coisas que deixei tomar meu tempo. Quero voltar a viver em Sua presença e hoje venho humilhado (a) diante de Ti para pedir-lhe perdão por todos meus miseráveis pecados.
Quero viver a verdade de Arão (אהרנּ 'Aharown = "aquele que traz luz") - Revela de novo por Sua bondade e graça, a revelação de Sua Palavra que é luz para o meu caminho.
Quero viver a verdade de Nadabe: נדב Nadab = "generoso". Perdoa-me por ter permitido que a generosidade morresse dentro de mim. Agora entendo o porque, aceitei o "fogo estranho". Ressuscita em Cristo a generosidade em mim para expressar a todos Seu amor.
Quero viver a verdade  de Abiú: אביהו 'Abiyhuw' = "ele é (meu) pai". Queimando-me nos "fogos estranhos", perdi esse fundamental referencial em minha vida.
Muitas vezes olho ao Senhor, olhando primeiro para meu pai e minha mãe onde não tive as melhores experiências e isso afeta diretamente minha relação contigo.
Perdoo a meus pais e peço perdão por não ter sido um (a) bom (boa) pai (mãe) de meus filhos. Quero viver a paternidade de novo!
Quero viver a verdade de Eleazar: אלעזר 'El`azar = "Deus ajudou". Ajuda-me a ajudar ao meu próximo. Se eu não vivo para servir, não sirvo para viver.
Quero viver a verdade de Itamar: איתמר 'Iythamar = "costa de ramos". Semear minha semente, desaparecer e morrer para mim mesmo, é o único caminho para dar frutos. Que o Senhor cresça e eu diminua.
Na força de Seu poder, em mim não morrerá essas características sacerdotais. Em Seu Poderoso Nome eu oro e creio, amém".

JLS

terça-feira, 7 de julho de 2015

Para esse tempo


Esther 4:14
Porque, se de todo te calares neste tempo, socorro e livramento doutra parte virá para os judeus, mas tu e a casa de teu pai perecereis; e quem sabe se para tal tempo como este chegaste a este reino?

Minha esposa e eu fomos para o Nepal, procurando um tempo de descanso e renovo depois de mais de 20 anos de trabalho e em um esgotamento profundo. Chegamos dia 23 de abril de 2015. Tudo "corria bem" até chegar o sábado 25 de abril de 2015.

As 11:56 am (hora do Nepal), aconteceu o maior terremoto da história da nação e em um minuto o caos e o pânico tomou conta daquela terra.
Notícias chegavam de todos os lados de edifícios, templos, casas, vilas, estradas destruídas e o número de mortos só aumentavam.

Eu estava em um culto a Deus, no terceiro andar de um edifício muito frágil e velho. Foi verdadeiramente um milagre que todos nós nos salvamos. Sábado às 11am é a hora onde normalmente os cristãos no Nepal se reúnem para adorar a Deus juntos.
Na mesma cidade, em Katmandu, um edifício onde se realizava um culto ao Senhor, cedeu e mais de 40 pessoas morreram. Como explicar isso?

No mesmo dia, fomos com o pastor Sílvio Silva e parte de sua equipe, comprar água, comida e remédios.
Chegamos em um distribuidor de remédios e o dono é um senhor de idade, muito amável e ele ao saber do motivo pelo qual tinhamos ido ao Nepal, nos disse: "Deus não faz nada errado. Na hora certa ele traz a pessoa certa para o lugar certo para fazer a coisa certa. Foi Ele que trouxe vocês aqui e Ele sabia do terremoto - não foi um engano; foi no tempo certo de Deus".

Todos os meus "bons planos" deram errado nessa viagem. Tudo mudou, mas creio que tudo se encaixou no tempo e propósito de Deus.
Podíamos voltar no outro dia, mas submetemos nossas vidas a Deus e à liderança local dizendo que queríamos ficar para servir, pois entendíamos que para esse tempo o Senhor nos levou no reino do Nepal.
Por mais de um mês servimos as pessoas naquela preciosa nação - uma imensa honra para nós.

Em meio a tudo e todos, observei como Deus trás pessoas certas para o lugar certo, na hora certa para fazer as coisas certas.

Observei meus amigos que vivem no Nepal a muitos anos; Sílvio e Rose que com um magnífico trabalho de resgate de crianças da prostituição infantil, tem transformado uma geração.
Lá estavam eles e sua preciosa equipe mais uma vez se entregando para o povo Nepali.
Eles chegaram lá no tempo certo!

Pensando nesse texto de Ester, lembrei-me do que ouvi essa semana. Alguém disse: "O Reino de Deus é assim: Deus leva a pessoa "errada", para o lugar "errado", na hora "errada" para fazer o "certo".
Para mim estava tudo errado. Não acreditava que podia ser a pessoa certa para ajudar, pensei que me equivoquei em ter escolhido o Nepal para meu tão esperado tempo de descanso e renovo, senti por algumas vezes que era a hora errada; mas uma coisa eu tinha certeza - eu estava fazendo a coisa certa!

Sabe, se você se sente confundido (a), se encontra-se em meio a um terremoto, a uma tragédia, a uma situação sem saída, em um caos; tenha calma! Pense por um momento - Será que esta tudo errado mesmo? Ester também poderia ter se sentido assim.

Quando minha mente queria pensar: O que estou fazendo aqui, porque vim para cá, porque agora, etc., etc.? Sempre acontecia alguma coisa que me dizia que era o tempo certo de Deus.
Por exemplo, no mesmo dia do terremoto, caminhando pelas ruas de Katmandu, e responsável de cuidar de uma menina tão pequena, segurava sua mão e caminhávamos no meio do caos em direção à sua casa. Em um momento ela me disse: "Eu tenho um sonho. Quero ter uma família e quero que você seja meu pai". Como é possível sonhar no meio do caos que acabou de acontecer? Ela estava vivendo o maior terremoto da história de seu povo, mas o terremoto não abalou seus sonhos.

Se Deus me levou no Nepal, somente para permitir que essa menina continuasse sonhando; posso dizer que sim - e quem sabe se para tal tempo como este eu cheguei naquele lugar?

Pense onde você se encontra agora.
Pense porque você está onde esta agora. Está dando tudo certo ou tudo errado?
Pense nisso - em meio a teus terremotos, alguém pode estar dizendo para você : "Sim, para isso você chegou aqui. Obrigado por ter vindo", e mesmo sem entender, mesmo achando ser a pessoa errada na hora errada e no lugar errado, faça a coisa certa.

Que o Deus de Ester e de Mardoqueu faça você entender o tempo, o lugar e a ação que deve ter.

JLS

Ficaram com Ele - João 1.39

Clique aqui para ouvir