sexta-feira, 31 de janeiro de 2014

Colossenses 1


PREFÁCIO E SAUDAÇÃO (v. 1, 2)

1 Paulo, apóstolo de Cristo Jesus pela vontade de Deus, e o irmão Timóteo,

REMETENTE


"Paulo"


Começa falando de sua pessoa e experiência com Cristo.
Não mais Saulo (perseguidor - ímpio), mas Paulo (perseguido - convertido)

"apóstolo de Cristo Jesus pela vontade de Deus"

Aqui ele apresenta suas credenciais e autoridade recebida de Cristo.
Não foi vontade dele ser apóstolo, mas foi a vontade de Deus.

A palavra que Paulo daria à Igreja, era de correção.
Ele não a conhecia pessoalmente e nem era o pai na fé daqueles irmãos, por isso precisava apresentar-se.

"e o irmão Timóteo"

Filho na fé e companheiro de ministério.

2 aos santos e fiéis irmãos em Cristo que estão em Colossos: Graças a vós, e paz da parte de Deus nosso Pai.

DESTINATÁRIO

"santos e fiéis" - Identidade

Ao ler a carta, é fácil detectar problemas que haviam na igreja de Colossos. Mas isso não fez Paulo mudar sua maneira de saudar aos irmãos daquele lugar - santos e fiéis irmãos em Cristo.

Estavam vivendo em santidade e fidelidade em Cristo? Não.
Mas Paulo os lembram de sua identidade em Cristo - santos e fiéis.

"em Cristo" - Posição

A pequena cidade de Colossos não tinha importância e nem era relevante na região. A 4 ou 5 séculos antes de Paulo escrever essa carta, houve uma certa importância da cidade por causa de uma estrada de comércio que passava por lá, mas desde que a rota comercial foi mudada, a cidade perdeu seu valor.

A questão de importância aqui não é a posição geográfica - Colossos, mas espiritual - em Cristo.

SAUDAÇÃO

"Graças a vós, e paz da parte de Deus nosso Pai"

Graça. Expressão cristã.
Paz. Expressão judaica de um bem estar completo.

Quando conhecemos e vivemos a graça de Deus em Cristo, teremos consequentemente a Sua paz. JLS

A FÉ E AMOR DOS COLOSSENSES. ORAÇÃO DE PAULO PELO SEU PROGRESSO ESPIRITUAL. JESUS CRISTO, O AUTOR DA NOSSA REDENÇÃO, A IMAGEM DE DEUS INVISÍVEL, CRIADOR DE TODAS AS COISAS E CABEÇA DA IGREJA (v. 3-23)

3 Graças damos a Deus, Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, orando sempre por vós,
4 desde que ouvimos falar da vossa fé em Cristo Jesus, e do amor que tendes a todos os santos,
5 por causa da esperança que vos está reservada nos céus, da qual antes ouvistes pela palavra da verdade do evangelho,
6 que já chegou a vós, como também está em todo o mundo, frutificando e crescendo, assim como entre vós desde o dia em que ouvistes e conhecestes a graça de Deus em verdade,
7 segundo aprendestes de Epafras, nosso amado conservo, que por nós é fiel ministro de Cristo.
8 O qual também nos declarou o vosso amor no Espírito.

9 Por esta razão, nós também, desde o dia em que ouvimos, não cessamos de orar por vós, e de pedir que sejais cheios do pleno conhecimento da sua vontade, em toda a sabedoria e entendimento espiritual;
10 para que possais andar de maneira digna do Senhor, agradando-lhe em tudo, frutificando em toda boa obra, e crescendo no conhecimento de Deus,
11 corroborados com toda a fortaleza, segundo o poder da sua glória, para toda a perseverança e longanimidade com gozo;
12 dando graças ao Pai que vos fez idôneos para participar da herança dos santos na luz,

Oração constante com alguns objetivos especificos:

1. Ser cheios do pleno conhecimento da vontade de Deus, em toda sabedoria e entendimento espiritual (v.9).
2. Andar de maneira digna diante do Senhor (v. 10)
3. Agradar em tudo a Deus (v. 10)
4. Frutificar em toda boa obra (v. 10)
5. Crescer no conhecimento de Deus (v. 10)
6. Corroborar com toda a fortaleza, segundo o poder da sua glória, para toda a perseverança e longanimidade com gozo (v. 11)
7. Dar graças a Deus pela idoneidade e participação da herança dos santos na luz (v. 12)

13 e que nos tirou do poder das trevas, e nos transportou para o reino do seu Filho amado;

Muito, muito poderoso esse Deus.
Fomos "transportados"do poder das trevas para o reino de Jesus.

14 em quem temos a redenção, a saber, a remissão dos pecados;

15 o qual é imagem do Deus invisível, o primogênito de toda a criação;

16 porque nele foram criadas todas as coisas nos céus e na terra, as visíveis e as invisíveis, sejam tronos, sejam dominações, sejam principados, sejam potestades; tudo foi criado por ele e para ele.

17 Ele é antes de todas as coisas, e nele subsistem todas as coisas;

18 também ele é a cabeça do corpo, da igreja; é o princípio, o primogênito dentre os mortos, para que em tudo tenha a preeminência,

19 porque aprouve a Deus que nele habitasse toda a plenitude,

20 e que, havendo por ele feito a paz pelo sangue da sua cruz, por meio dele reconciliasse consigo mesmo todas as coisas, tanto as que estão na terra como as que estão nos céus.

Pensando na cruz de Cristo e em Seu sacrifício, fico cada dia mais impactado com o que descubro em Sua expressão máxima de amor por todos nós.

O sacrifício de Jesus na cruz me salvou duas vezes!
Na cruz encontro não somente a revelação da substituição para que eu, um miserável pecador, tenha a vida eterna e seja salvo da punição do pecado em Cristo; mas também vejo que sou salvo na cruz para que eu possa vencer o poder do pecado em minha vida.

A cruz me faz pensar não somente na eternidade (a punição do pecado), mas nessa vida que estamos vivendo (o poder do pecado).

Livre da punição eterna do pecado, mas também vencendo o poder do pecado em vida; fui salvo duas vezes na cruz!


21 A vós também, que outrora éreis estranhos, e inimigos no entendimento pelas vossas obras más,
22 agora contudo vos reconciliou no corpo da sua carne, pela morte, a fim de perante ele vos apresentar santos, sem defeito e irrepreensíveis,


23 se é que permaneceis na fé, fundados e firmes, não vos deixando apartar da esperança do evangelho que ouvistes, e que foi pregado a toda criatura que há debaixo do céu, e do qual eu, Paulo, fui constituído ministro.

O TRABALHO E COMBATES DE PAULO NO SEU MINISTÉRIO (v. 24-29)

24 Agora me regozijo no meio dos meus sofrimentos por vós, e cumpro na minha carne o que resta das aflições de Cristo, por amor do seu corpo, que é a igreja;

Como o ser humano pode alegrar-se no sofrimento e ainda mais por outros? Só em Cristo!

25 da qual eu fui constituído ministro segundo a dispensação de Deus, que me foi concedida para convosco, a fim de cumprir a palavra de Deus,
26 o mistério que esteve oculto dos séculos, e das gerações; mas agora foi manifesto aos seus santos,
27 a quem Deus quis fazer conhecer quais são as riquezas da glória deste mistério entre os gentios, que é Cristo em vós, a esperança da glória;
28 o qual nós anunciamos, admoestando a todo homem, e ensinando a todo homem em toda a sabedoria, para que apresentemos todo homem perfeito em Cristo;
29 para isso também trabalho, lutando segundo a sua eficácia, que opera em mim poderosamente.

quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

2 Coríntios 13


1 É esta a terceira vez que vou ter convosco. Por boca de duas ou três testemunhas será confirmada toda palavra.
2 Já o disse quando estava presente a segunda vez, e estando agora ausente torno a dizer aos que antes pecaram e a todos os mais que, se outra vez for, não os pouparei.
3 visto que buscais uma prova de que Cristo fala em mim; o qual não é fraco para convosco, antes é poderoso entre vós.
4 Porque, ainda que foi crucificado por fraqueza, vive contudo pelo poder de Deus. Pois nós também somos fracos nele, mas viveremos com ele pelo poder de Deus para convosco.
5 Examinai-vos a vós mesmos se permaneceis na fé; provai-vos a vós mesmos. Ou não sabeis quanto a vós mesmos, que Jesus Cristo está em vós? Se não é que já estais reprovados.
6 Mas espero que entendereis que nós não somos reprovados.
7 Ora, rogamos a Deus que não façais mal algum, não para que nós pareçamos aprovados, mas que vós façais o bem, embora nós sejamos como reprovados.
8 Porque nada podemos contra a verdade, porém, a favor da verdade.
9 Pois nos regozijamos quando nós estamos fracos e vós sois fortes; e isto é o que rogamos, a saber, o vosso aperfeiçoamento.
10 Portanto, escrevo estas coisas estando ausente, para que, quando estiver presente, não use de rigor, segundo a autoridade que o Senhor me deu para edificação, e não para destruição.
11 Quanto ao mais, irmãos, regozijai-vos, sede perfeitos, sede consolados, sede de um mesmo parecer, vivei em paz; e o Deus de amor e de paz será convosco.
12 Saudai-vos uns aos outros com ósculo santo. Todos os santos vos saúdam.

13 A graça do Senhor Jesus Cristo, e o amor de Deus, e a comunhão do Espírito Santo sejam com todos vós.

quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

2 Coríntios 12


1 É necessário gloriar-me, embora não convenha; mas passarei a visões e revelações do Senhor.
2 Conheço um homem em Cristo que há catorze anos (se no corpo não sei, se fora do corpo não sei; Deus o sabe) foi arrebatado até o terceiro céu.
3 Sim, conheço o tal homem (se no corpo, se fora do corpo, não sei: Deus o sabe),
4 que foi arrebatado ao paraíso, e ouviu palavras inefáveis, as quais não é lícito ao homem referir.
5 Desse tal me gloriarei, mas de mim mesmo não me gloriarei, senão nas minhas fraquezas.
6 Pois, se quiser gloriar-me, não serei insensato, porque direi a verdade;
7 E, para que me não exaltasse demais pela excelência das revelações, foi-me dado um espinho na carne, a saber, um mensageiro de Satanás para me esbofetear, a fim de que eu não me exalte demais;
8 acerca do qual três vezes roguei ao Senhor que o afastasse de mim;
9 e ele me disse: A minha graça te basta, porque o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza. Por isso, de boa vontade antes me gloriarei nas minhas fraquezas, a fim de que repouse sobre mim o poder de Cristo.
10 Pelo que sinto prazer nas fraquezas, nas injúrias, nas necessidades, nas perseguições, nas angústias por amor de Cristo. Porque quando estou fraco, então é que sou forte.
11 Tornei-me insensato; vós a isso me obrigastes; porque eu devia ser louvado por vós, visto que em nada fui inferior aos demais excelentes apóstolos, ainda que nada sou.
12 Os sinais do meu apostolado foram, de fato, operados entre vós com toda a paciência, por sinais, prodígios e milagres.
13 Pois, em que fostes feitos inferiores às outras igrejas, a não ser nisto, que eu mesmo vos não fui pesado? Perdoai-me esta injustiça.
14 Eis que pela terceira vez estou pronto a ir ter convosco, e não vos serei pesado, porque não busco o que é vosso, mas sim a vós; pois não são os filhos que devem entesourar para os pais, mas os pais para os filhos.
15 Eu de muito boa vontade gastarei, e me deixarei gastar pelas vossas almas. Se mais abundantemente vos amo, serei menos amado?
16 Mas seja assim; eu não vos fui pesado; mas, sendo astuto, vos tomei com dolo.
17 Porventura vos explorei por algum daqueles que vos enviei?
18 Exortei a Tito, e enviei com ele o irmão. Porventura Tito vos explorou? Não andamos porventura no mesmo espírito? Não seguimos as mesmas pegadas?
19 Há muito, de certo, pensais que nos estamos desculpando convosco. Perante Deus, falamos em Cristo, e tudo isto, amados, é para vossa edificação.
20 Porque temo que, quando chegar, não vos ache quais eu vos quero, e que eu seja achado por vós qual não me quereis; que de algum modo haja contendas, invejas, iras, porfias, detrações, mexericos, orgulhos, tumultos;

21 e que, quando for outra vez, o meu Deus me humilhe perante vós, e chore eu sobre muitos daqueles que dantes pecaram, e ainda não se arrependeram da impureza, prostituição e lascívia que cometeram.

terça-feira, 28 de janeiro de 2014

2 Coríntios 10


1 Ora eu mesmo, Paulo, vos rogo pela mansidão e benignidade de Cristo, eu que, na verdade, quando presente entre vós, sou humilde, mas quando ausente, ousado para convosco;
2 sim, eu vos rogo que, quando estiver presente, não me veja obrigado a usar, com confiança, da ousadia que espero ter para com alguns que nos julgam como se andássemos segundo a carne.
3 Porque, embora andando na carne, não militamos segundo a carne,
4 pois as armas da nossa milícia não são carnais, mas poderosas em Deus, para demolição de fortalezas;
5 derribando raciocínios e todo baluarte que se ergue contra o conhecimento de Deus, e levando cativo todo pensamento à obediência a Cristo;
6 e estando prontos para vingar toda desobediência, quando for cumprida a vossa obediência.
7 Olhais para as coisas segundo a aparência. Se alguém confia de si mesmo que é de Cristo, pense outra vez isto consigo, que, assim como ele é de Cristo, também nós o somos.
8 Pois, ainda que eu me glorie um tanto mais da nossa autoridade, a qual o Senhor nos deu para edificação, e não para vossa destruição, não me envergonharei;
9 para que eu não pareça como se quisera intimidar-vos por cartas.
10 Porque eles dizem: As cartas dele são graves e fortes, mas a sua presença corporal é fraca, e a sua palavra desprezível.
11 Considere o tal isto, que, quais somos no falar por cartas, estando ausentes, tais seremos também no fazer, estando presentes,
12 pois não ousamos contar-nos, ou comparar-nos com alguns, que se louvam a si mesmos; mas estes, medindo-se consigo mesmos e comparando-se consigo mesmos, estão sem entendimento.
13 Nós, porém, não nos gloriaremos além da medida, mas conforme o padrão da medida que Deus nos designou para chegarmos mesmo até vós;
14 porque não nos estendemos além do que convém, como se não chegássemos a vós, pois já chegamos também até vós no evangelho de Cristo,
15 não nos gloriando além da medida em trabalhos alheios; antes tendo esperança de que, à proporção que cresce a vossa fé, seremos nós cada vez mais engrandecidos entre vós, conforme a nossa medida,
16 para anunciar o evangelho nos lugares que estão além de vós, e não em campo de outrem, para não nos gloriarmos no que estava já preparado.
17 Aquele, porém, que se gloria, glorie-se no Senhor.

18 Porque não é aprovado aquele que se recomenda a si mesmo, mas sim aquele a quem o Senhor recomenda.

segunda-feira, 27 de janeiro de 2014

2 Coríntios 9


1 Pois quanto à ministração que se faz a favor dos santos, não necessito escrever-vos;
2 porque bem sei a vossa prontidão, pela qual me glorio de vós perante os macedônios, dizendo que a Acaia está pronta desde o ano passado; e o vosso zelo tem estimulado muitos.
3 Mas enviei estes irmãos, a fim de que neste particular não se torne vão o nosso louvor a vosso respeito; para que, como eu dizia, estejais preparados,
4 a fim de, se acaso alguns macedônios forem comigo, e vos acharem desaparecidos, não sermos nós envergonhados (para não dizermos vós) nesta confiança.
5 Portanto, julguei necessário exortar estes irmãos que fossem adiante ter convosco, e preparassem de antemão a vossa beneficência, já há tempos prometida, para que a mesma esteja pronta como beneficência e não como por extorsão.
6 Mas digo isto: Aquele que semeia pouco, pouco também ceifará; e aquele que semeia em abundância, em abundância também ceifará,
7 Cada um contribua segundo propôs no seu coração; não com tristeza, nem por constrangimento; porque Deus ama ao que dá com alegria.
8 E Deus é poderoso para fazer abundar em vós toda a graça, a fim de que, tendo sempre, em tudo, toda a suficiência, abundeis em toda boa obra;
9 conforme está escrito: Espalhou, deu aos pobres; a sua justiça permanece para sempre.
10 Ora, aquele que dá a semente ao que semeia, e pão para comer, também dará e multiplicará a vossa sementeira, e aumentará os frutos da vossa justiça.
11 enquanto em tudo enriqueceis para toda a liberalidade, a qual por nós reverte em ações de graças a Deus.
12 Porque a ministração deste serviço não só supre as necessidades dos santos, mas também transborda em muitas ações de graças a Deus;
13 visto como, na prova desta ministração, eles glorificam a Deus pela submissão que confessais quanto ao evangelho de Cristo, e pela liberalidade da vossa contribuição para eles, e para todos;
14 enquanto eles, pela oração por vós, demonstram o ardente afeto que vos têm, por causa da superabundante graça de Deus que há em vós.

15 Graças a Deus pelo seu dom inefável.

domingo, 26 de janeiro de 2014

2 Coríntios 8


1 Também, irmãos, vos fazemos conhecer a graça de Deus que foi dada às igrejas da Mecedônia;
2 como, em muita prova de tribulação, a abundância do seu gozo e sua profunda pobreza abundaram em riquezas da sua generosidade.
3 Porque, dou-lhes testemunho de que, segundo as suas posses, e ainda acima das suas posses, deram voluntariamente,
4 pedindo-nos, com muito encarecimento, o privilégio de participarem deste serviço a favor dos santos;
5 e não somente fizeram como nós esperávamos, mas primeiramente a si mesmos se deram ao Senhor, e a nós pela vontade de Deus;
6 de maneira que exortamos a Tito que, assim como antes tinha começado, assim também completasse entre vós ainda esta graça.
7 Ora, assim como abundais em tudo: em fé, em palavra, em ciência, em todo o zelo, no vosso amor para conosco, vede que também nesta graça abundeis.
8 Não digo isto como quem manda, mas para provar, mediante o zelo de outros, a sinceridade de vosso amor;
9 pois conheceis a graça de nosso Senhor Jesus Cristo, que, sendo rico, por amor de vós se fez pobre, para que pela sua pobreza fôsseis enriquecidos.
10 E nisto dou o meu parecer; pois isto vos convém a vós que primeiro começastes, desde o ano passado, não só a participar mas também a querer;
11 agora, pois, levai a termo a obra, para que, assim como houve a prontidão no querer, haja também o cumprir segundo o que tendes.
12 Porque, se há prontidão de vontade, é aceitável segundo o que alguém tem, e não segundo o que não tem.
13 Pois digo isto não para que haja alívio para outros e aperto para vós,
14 mas para que haja igualdade, suprindo, neste tempo presente, na vossa abundância a falta dos outros, para que também a abundância deles venha a suprir a vossa falta, e assim haja igualdade;
15 como está escrito: Ao que muito colheu, não sobrou; e ao que pouco colheu, não faltou.
16 Mas, graças a Deus, que pôs no coração de Tito a mesma solicitude por vós;
17 pois, com efeito, aceitou a nossa exortação; mas sendo sobremodo zeloso, foi por sua própria vontade que partiu para vós.
18 E juntamente com ele enviamos o irmão cujo louvor no evangelho se tem espalhado por todas as igrejas;
19 e não só isto, mas também foi escolhido pelas igrejas para ser nosso companheiro de viagem no tocante a esta graça que por nós é ministrada para glória do Senhor e para provar a nossa boa vontade;
20 assim evitando que alguém nos censure com referência a esta abundância, que por nós é ministrada;
21 pois zelamos o que é honesto, não só diante do Senhor, mas também diante dos homens.
22 Com eles enviamos também outro nosso irmão, o qual muitas vezes e em muitas coisas já experimentamos ser zeloso, mas agora muito mais zeloso ainda pela muita confiança que vós tem.
23 Quanto a Tito, ele é meu companheiro e cooperador para convosco; quanto a nossos irmãos, são mensageiros das igrejas, glória de Cristo.

24 Portanto mostrai para com eles, perante a face das igrejas, a prova do vosso amor, e da nossa glória a vosso respeito.

sábado, 25 de janeiro de 2014

Jesus é o caminho, a verdade e a vida


Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim.
João 14:6

JESUS É O CAMINHO

Há um velho ditado: Muitos caminhos levam a Roma. É verdade!
Mas para o céu só há um caminho!

Outro ditado: Todas as religiões são boas e todas levam a Deus.
Desculpe decepcioná-lo: Religião não leva ninguém a Deus. Se religião salvasse, não teria sido necessário Cristo morrer na cruz pelos nossos pecados.

Somente Jesus pode levar-nos a Deus. 

“...; ninguém vem ao Pai, senão por mim”.

Ninguém na história, na política ou na religião disse essas palavras: “Eu sou o caminho”.
Todos tentaram encontrar um caminho para a paz interior e para suas respostas.

Albert Einstein foi um gênio, mas não o Caminho.
Martin Luther King, foi um lutador, mas não o Caminho.
Ghandi procurou um caminho de acordo entre muçulmanos e indianos, mas não era o Caminho.
Madre Teresa foi um exemplo de serviço aos necessitados, mas não o Caminho.

Jesus foi muito mais que um gênio, um lutador, um pacifista ou um servo; Jesus foi e é o único caminho para o céu.

Caminho fala de direção, de caminhada, de convicção para onde vou.

Muitos estão em caminhos errados pensando que estão no caminho certo.
Precisamos encontrar o caminho certo para chegar no lugar certo.

Muitos entram no Caminho somente para receber as bênçãos e depois saem do Caminho.

Isaías 30:21
E os teus ouvidos ouvirão a palavra do que está por detrás de ti, dizendo: Este é o caminho, andai nele, sem vos desviardes nem para a direita nem para a esquerda. 

Nossa vida deve estar centrada em Deus. Deus deve estar no centro.
Usamos a Deus ou Deus nos usa?

Ter dons e fazer muitas coisas para Deus, não significa que você é usado por Deus, pode ser que você usa os dons de Deus para se esconder de quem na verdade você é.

Neemias foi convidado para parar de fazer o que estava fazendo. Quando uma pessoa esta centrada no Caminho de Deus tendo-O como o centro de sua vida, mesmo com os “convites”, ela vai manter-se firme.

Neemias 6:2-3
2 Sambalate e Gesem mandaram dizer-me: Vem, e congreguemo-nos juntamente nas aldeias, no vale de Ono. Porém intentavam fazer-me mal.
3 E enviei-lhes mensageiros a dizer: Faço uma grande obra, de modo que não poderei descer; por que cessaria esta obra, enquanto eu a deixasse, e fosse ter convosco? 

Infelizmente pessoas estão no Caminho até o momento de achar um atalho e caso o convite for bom... sai do caminho pensando que lá na frente poderá retornar.
Infelizmente muitos nunca mais voltaram.

Se você não esta vivendo ainda os planos de Deus, receba a Jesus como o único caminho ao céu.

Se você perdeu-se do Caminho, volte.
Já viveu situações que você deixou de usar uma rua ou caminho e depois de muito tempo voltou a usar e observou que tudo continuava como antes?
Tudo continua como antes: O perdão de Deus

Se você já esta em Deus, não desvie-se do Caminho; não vale a pena pegar um atalho.
Deixe Deus ser o centro da tua vida.

Jesus é o caminho; o resto é desvio que leva à perdição.

JESUS É A VERDADE

Jesus é a verdadeira verdade!

Qual “verdade” vivemos?
A que nos disseram? A que criamos sobre nós mesmos? A verdade de Cristo?

Uma mentira dita muitas vezes, torna-se uma verdade.

Romanos 1:25
Pois mudaram a verdade de Deus em mentira, e honraram e serviram mais a criatura do que o Criador, que é bendito eternamente. Amém.

2 Timóteo 4:4
E desviarão os ouvidos da verdade, voltando às fábulas.

Precisamos de uma consciência cristã correta.
Somos levados por muitas coisas que nos ensinaram e nas provas somos levados a fazer como aprendemos e muitas vezes nossas ações ou reações não tem nada a ver com a Bíblia.

A verdade de Cristo é como um muro de proteção para nossas vidas.
Neemias tomou uma carga que não era pessoal, mas de Deus.
Os muros que ele construiu podem representar para nós a proteção divina.
Ele colocou as bases; os muros da verdade.

Pessoas estão em ruínas em sua espiritualidade, vida emocional, etc., pelo fato de não terem as bases da verdade bem colocadas em suas vidas. 

Não tem a consciência do que é o reino e vivem priorizando sua própria vida e vontade.

Para muitos Cristo já não é o centro ou a verdade absoluta e vivida e sim um amuleto.
Para muitos a cruz é um enfeite e não uma verdade da renuncia do nosso ego.
Essas sãos as verdades de muitos.

Para outros, a verdade da Palavra é muito dura e confronta de forma direta o pecado; então essas pessoas foram criando uma “verdade pessoal”, torcendo textos e aplicando-os segundo a conveniência de seu pecado e hoje “desfrutam” (lógico que temporariamente) de uma aparente “paz” que a Bíblia chama de engano. 

A verdade de Cristo precisa voltar para o centro de nossas vidas.

Temos inventado a teologia do “homemcentrico”.

“Sou o centro, se não me servem fico triste. Se falam algo que me ofende não venho mais”.
“Controlo tudo como se fosse o controle da TV; se não gosto é só trocar desde meu sofá do comodismo”. 

Nosso ego esta muito sensível e nossa carnalidade muito viva.

Gálatas 5:7
Corríeis bem; quem vos impediu, para que não obedeçais à verdade?

Precisamos voltar à verdade do Evangelho “Cristocentrico”. Ele é o centro e não nós.

A “verdade da religiosidade” é parecida à noiva que quer dar o golpe do baú.
Aparentemente o amo, vou me casar”; mas na verdade é só para aproveitar-se do bobo do candidato a sustentá-la.  Quantos fazem isso com Deus, buscando-o somente para receber bênçãos.

Quem fomos no Brasil ou em nosso país de origem?
Quem nos somos se revela na pressão e as situações que aqui vivemos nos pressiona a definir que somos na verdade de Deus.
Parece que aqui somos confrontados sem ministério, para ver quem realmente somos.

Jesus é a verdade que liberta

João 8:32-36
32 E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará.
36 Se, pois, o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres. 

Jesus é a verdade que salva.

Isaías 59:1
Eis que a mão do SENHOR não está encolhida, para que não possa salvar; nem agravado o seu ouvido, para não poder ouvir.

1 Timóteo 2:4
Que quer que todos os homens se salvem, e venham ao conhecimento da verdade.

Firme tua vida na verdade de Cristo

Efésios 6:14
Estai, pois, firmes, tendo cingidos os vossos lombos com a verdade, e vestida a couraça da justiça;

Livres e firmes em Cristo, poderemos amar de verdade

1 João 3:18
Meus filhinhos, não amemos de palavra, nem de língua, mas por obra e em verdade.

O Espírito Santo nos guia na verdade

João 16:13
Mas, quando vier aquele Espírito de verdade, ele vos guiará em toda a verdade; porque não falará de si mesmo, mas dirá tudo o que tiver ouvido, e vos anunciará o que há de vir.

Que verdade sobre a verdade!!!

2 Coríntios 13:8
Porque nada podemos contra a verdade, senão pela verdade.

JESUS É A VIDA

Sem vida não há vida.
Sem Cristo, não ha vida; apenas sobrevivemos em nossos caminhos tortuosos e em nossas mentiras com cara de verdades.

Quantos que apenas “sobrevivem”.

Jesus veio para dar vida em abundância João 10:10b

- Se tenho vida, amarei.
- Se tenho vida, amarei e darei minha vida para ajudar a outros.
- Se tenho vida, amarei, darei minha vida por outros e estarei unido com meus irmãos.

- Amor de Deus e amor a Deus.
Amor não depende de coisas de fazer minha vontade, de uma conveniência.

João 14:21-24 
Ênfase no ensino de Jesus.
O que guarda meu mandamento é o que me ama.
Amar meus irmãos é um mandamento.

Marcos 2
Estar mais próximos uns dos outros. Idéia dos grupos.
Passagem do bom samaritano.

Neemias pede ajuda de todos, unidade para a construção, vencer os inimigos.
Neemias tomou as cargas de seus irmãos e não precisava pois ele mesmo estava bem.

Há vida na unidade

João 15
Vida em nós bem unidos
Corpo de Cristo, unidos, Cristo o cabeça.

Salmos 23 

CONCLUSÃO

Jesus é o caminho
Jesus é a verdade
Jesus é a vida

JLS

sexta-feira, 24 de janeiro de 2014

1 Coríntios 6


1 Ousa algum de vós, tendo uma queixa contra outro, ir a juízo perante os injustos, e não perante os santos?
2 Ou não sabeis vós que os santos hão de julgar o mundo? Ora, se o mundo há de ser julgado por vós, sois porventura indignos de julgar as coisas mínimas?
3 Não sabeis vós que havemos de julgar os anjos? Quanto mais as coisas pertencentes a esta vida?
4 Então, se tiverdes negócios em juízo, pertencentes a esta vida, constituís como juízes deles os que são de menos estima na igreja?
5 Para vos envergonhar o digo. Será que não há entre vós sequer um sábio, que possa julgar entre seus irmãos?
6 Mas vai um irmão a juízo contra outro irmão, e isto perante incrédulos?
7 Na verdade já é uma completa derrota para vós o terdes demandadas uns contra os outros. Por que não sofreis antes a injustiça? Por que não sofreis antes a fraude?
8 Mas vós mesmos é que fazeis injustiça e defraudais; e isto a irmãos.
9 Não sabeis que os injustos não herdarão o reino de Deus? Não vos enganeis: nem os devassos, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os efeminados, nem os sodomitas,
10 nem os ladrões, nem os avarentos, nem os bêbedos, nem os maldizentes, nem os roubadores herdarão o reino de Deus.
11 E tais fostes alguns de vós; mas fostes lavados, mas fostes santificados, mas fostes justificados em nome do Senhor Jesus Cristo e no Espírito do nosso Deus.
12 Todas as coisas me são lícitas, mas nem todas as coisas convêm. Todas as coisas me são lícitas; mas eu não me deixarei dominar por nenhuma delas.
13 Os alimentos são para o estômago e o estômago para os alimentos; Deus, porém aniquilará, tanto um como os outros. Mas o corpo não é para a prostituição, mas para o Senhor, e o Senhor para o corpo.
14 Ora, Deus não somente ressuscitou ao Senhor, mas também nos ressuscitará a nós pelo seu poder.
15 Não sabeis vós que os vossos corpos são membros de Cristo? Tomarei pois os membros de Cristo, e os farei membros de uma meretriz? De modo nenhum.
16 Ou não sabeis que o que se une à meretriz, faz-se um corpo com ela? Porque, como foi dito, os dois serão uma só carne.
17 Mas, o que se une ao Senhor é um só espírito com ele.
18 Fugi da prostituição. Qualquer outro pecado que o homem comete, é fora do corpo; mas o que se prostitui peca contra o seu próprio corpo.
19 Ou não sabeis que o vosso corpo é santuário do Espírito Santo, que habita em vós, o qual possuís da parte de Deus, e que não sois de vós mesmos?
20 Porque fostes comprados por preço; glorificai pois a Deus no vosso corpo.

quinta-feira, 23 de janeiro de 2014

Filipenses 1


1 Paulo e Timóteo, servos de Cristo Jesus, a todos os santos em Cristo Jesus que estão em Filipos, com os bispos e diáconos:
2 Graça a vós, e paz da parte de Deus nosso Pai, e do Senhor Jesus Cristo.
3 Dou graças ao meu Deus todas as vezes que me lembro de vós,
4 fazendo sempre, em todas as minhas orações, súplicas por todos vós com alegria
5 pela vossa cooperação a favor do evangelho desde o primeiro dia até agora;
6 tendo por certo isto mesmo, que aquele que em vós começou a boa obra a aperfeiçoará até o dia de Cristo Jesus,
7 como tenho por justo sentir isto a respeito de vós todos, porque vos retenho em meu coração, pois todos vós sois participantes comigo da graça, tanto nas minhas prisões como na defesa e confirmação do evangelho.
8 Pois Deus me é testemunha de que tenho saudades de todos vós, na terna misericórdia de Cristo Jesus.
9 E isto peço em oração: que o vosso amor aumente mais e mais no pleno conhecimento e em todo o discernimento,
10 para que aproveis as coisas excelentes, a fim de que sejais sinceros, e sem ofensa até o dia de Cristo;
11 cheios do fruto de injustiça, que vem por meio de Jesus Cristo, para glória e louvor de Deus.
12 E quero, irmãos, que saibais que as coisas que me aconteceram têm antes contribuído para o progresso do evangelho;
13 de modo que se tem tornado manifesto a toda a guarda pretoriana e a todos os demais, que é por Cristo que estou em prisões;
14 também a maior parte dos irmãos no Senhor, animados pelas minhas prisões, são muito mais corajosos para falar sem temor a palavra de Deus.
15 Verdade é que alguns pregam a Cristo até por inveja e contenda, mas outros o fazem de boa mente;
16 estes por amor, sabendo que fui posto para defesa do evangelho;
17 mas aqueles por contenda anunciam a Cristo, não sinceramente, julgando suscitar aflição às minhas prisões.
18 Mas que importa? contanto que, de toda maneira, ou por pretexto ou de verdade, Cristo seja anunciado, nisto me regozijo, sim, e me regozijarei;
19 porque sei que isto me resultará em salvação, pela vossa súplica e pelo socorro do Espírito de Jesus Cristo,
20 segundo a minha ardente expectativa e esperança, de que em nada serei confundido; antes, com toda a ousadia, Cristo será, tanto agora como sempre, engrandecido no meu corpo, seja pela vida, seja pela morte.
21 Porque para mim o viver é Cristo, e o morrer é lucro.
22 Mas, se o viver na carne resultar para mim em fruto do meu trabalho, não sei então o que hei de escolher.
23 Mas de ambos os lados estou em aperto, tendo desejo de partir e estar com Cristo, porque isto é ainda muito melhor;
24 todavia, por causa de vós, julgo mais necessário permanecer na carne.
25 E, tendo esta confiança, sei que ficarei, e permanecerei com todos vós para vosso progresso e gozo na fé;
26 para que o motivo de vos gloriardes cresça por mim em Cristo Jesus, pela minha presença de novo convosco.
27 Somente portai-vos, dum modo digno do evangelho de Cristo, para que, quer vá e vos veja, quer esteja ausente, ouça acerca de vós que permaneceis firmes num só espírito, combatendo juntamente com uma só alma pela fé do evangelho;
28 e que em nada estais atemorizados pelos adversários, o que para eles é indício de perdição, mas para vós de salvação, e isso da parte de Deus;
29 pois vos foi concedido, por amor de Cristo, não somente o crer nele, mas também o padecer por ele,
30 tendo o mesmo combate que já em mim tendes visto e agora ouvis que está em mim.

quarta-feira, 22 de janeiro de 2014

Filipenses 3


EXORTAÇÃO A GUARDAR-SE CADA UM DOS OBREIROS MAUS E A CULTIVAR TODOS OS FRUTOS DO ESPÍRITO

NOSSO MOMENTO (v. 1)


1 Quanto ao mais, irmãos meus, regozijai-vos no Senhor. Não me é penoso a mim escrever-vos as mesmas coisas, e a vós vos dá segurança.

"Quanto ao mais"


Versão RC: "Resta"

Resta. O que resta de um dia, uma semana, um mês ou ano ou uma etapa da vida?
Precisamos fazer uma retrospectiva nas mais diferentes áreas de nossas vidas.

"regozijai-vos no Senhor"


O que perdemos, perdemos. Como diz o ditado popular: "Não adiante chorar o leite derramado". A tristeza das percas, decepções e frustrações não podem ser maiores que a alegria no Senhor.
Mais que lágrimas, o Senhor esta nos falando nesse texto de regozijo e gratidão. Gratidão por terminar uma etapa e alegria por começar outra. Alegre-se em Deus; você esta vivo (a) e tem oportunidade de melhorar.

"Não me é penoso"


Ou "Não se cansava".

Era diligente, mesmo se tivesse que repetir o mesmo, fazia com o mesmo entusiasmo.

"penoso" οκνεροσ okneros 


Desgosta

Versão RC: "Aborreço"
Lento, indolente, para trás.
No caso do texto, ele disse: "Não serei lento, não serei indolente, não irei para trás; mesmo se tenha que dizer as mesmas coisas para as mesmas pessoas.

"escrever-vos as mesmas coisas"


Escrever as mesmas coisas sobre a fé, doutrina, o mesmo Senhor, o mesmo Evangelho da cruz, etc.


Reafirmar nossas convicções é uma segurança para nós.

A maioria das pessoas sempre estão procurando coisas novas. E no mundo cristão, a maioria dos cristãos estão buscando coisas novas, principalmente no "World Gospel". Um novo pregador com a "última revelação do céu", a "nova unção", pergunto se a "velha" não serve mais? 
Qual a melhor proposta no mercado evangélico? 
Qual a melhor oferta de como se serve a Deus de maneira mais cômoda para o egoísmo humano? 

As pessoas estão buscando coisas novas, quando devemos seguir no mesmo caminho, na mesma fé, doutrina, no mesmo Senhor, no mesmo Evangelho da cruz.

NOSSOS CUIDADOS (v. 2, 3)

2 Acautelai-vos dos cães; acautelai-vos dos maus obreiros; acautelai-vos da falsa circuncisão.


"Acautelai-vos"


Guardai-vos:


Observe que o texto diz “guardai-vos” e não “o Senhor vos guardará”.
Entendo que temos que fazer nossa parte em estarmos atentos.

* Cães 


A diferença entre os cães e os maus obreiros é que os cães, as vezes não os vemos, mas os maus obreiros sim. Os cães estão disfarçados, mas os maus obreiros não; eles se apresentam como obreiros.


Os cães podem representar falsos mestres, pregadores ou pastores que deturpam o Evangelho de Cristo levando o rebanho à destruição.
São comparados com os lobos (João 10:12) e representam a ferocidade em arrebatar a presa para derramar sangue (Gênesis 49:27), destruição (Jeremias 5:6) e crueldade para seguirem a avareza (Ezequiel 22:27).
Se apresentam na ausência do líder ou irmãos. São cruéis e não poupam ao rebanho (Atos 20:29).
Não entraram nos céus (Apocalipse- 22:15).

Mateus 7:6
Não deis aos cães as coisas santas, nem deiteis aos porcos as vossas pérolas, não aconteça que as pisem com os pés e, voltando-se, vos despedacem.

Para os judeus, cães e porcos (Levítico 11:7) são considerados impuros.

“Não deis aos cães as coisas santas” parece ser uma alusão ao ato do sacerdote de lançar a carne do sacrifício (holocausto) para que os cães a comessem.

“deitar aos porcos as pérolas” pode ter a ver com à atitude de um homem rico que joga as “pequenas pérolas”, que tinham aparência semelhante às ervilhas e milhos, para que os porcos as comessem.

Podemos entender que o Senhor se referia às pessoas que gostam de levantar dúvidas sobre a fé cristã e da veracidade da Bíblia (“as pérolas” e “coisas santas”).

Cães e porcos podem representar os incrédulos ou zombadores do evangelho.

Por isso:

Mateus 7:15
Acautelai-vos, porém, dos falsos profetas, que vêm até vós vestidos como ovelhas, mas, interiormente, são lobos devoradores.

* Maus obreiros


Maus obreiros são pessoas que se chamam a si mesmas para ocupar o ministério que Deus não os chamou.

Estão ocupando posições dentro da casa de Deus, mas por serem maus, prejudicam a obra de Deus terrivelmente.

Como saber que um obreiro é mal? Respondo com uma pergunta: Como saber que a árvore é de manga ou de laranja? Pelos frutos.

* Circuncisão = religiosidade


Sempre houve um terrível espírito religioso que perseguia a igreja. Isso não mudou em nosso tempo.

Para Jesus, a maior dificuldade em seu ministério, não foram os pecadores, não foram as doenças, limitações, dificuldades e nem mesmo os demônios; mas sim os religiosos.

A religiosidade engessa a liberdade no Espírito.
É triste ver pessoas sinceras procurando servir a Deus, mas escravas de um espírito religioso.

Assim como a circuncisão nos dias da igreja primitiva, a religiosidade em nossos dias nos dita todas as regras, o que se pode e não se pode fazer e como fazer.

A religiosidade tenta colocar Deus em uma “caixinha” e diz que Ele não pode fazer nada que esteja fora das regras estabelecidas.

3 Porque a circuncisão somos nós, que servimos a Deus em espírito, e nos gloriamos em Cristo Jesus, e não confiamos na carne.


"a circuncisão somos nós, que servimos a Deus em espírito"

Que o Senhor nos “guarde” da circuncisão.
Que possamos entender que em Cristo, nosso coração é circuncidado e servimos a Deus em espírito.

2 Coríntios 3:17
Ora, o Senhor é Espírito; e onde está o Espírito do Senhor, aí há liberdade.

"nos gloriamos em Cristo Jesus, e não confiamos na carne"

Nos gloriamos em Cristo. Ele é a nossa glória; nele confiamos!
Não confiamos na força ou capacidade de nossa carne; esse é outro cuidado que temos que ter mas no Senhor (Jeremias 17:5-8).

Lembre-se que a vida no Espírito nos faz livres e nos gloriamos em Cristo e não na força do nosso braço.

NOSSOS VALORES (v. 4-8)


4 Se bem que eu poderia até confiar na carne. Se algum outro julga poder confiar na carne, ainda mais eu:

5 circuncidado ao oitavo dia, da linhagem de Israel, da tribo de Benjamim, hebreu de hebreus; quanto à lei fui fariseu;
6 quanto ao zelo, persegui a igreja; quanto à justiça que há na lei, fui irrepreensível.

Podíamos gloriar-me na carne pelo o que temos alcançado, mas não.


Títulos e posições são muito importantes para muitas pessoas.
Vivemos em um mundo que exige “status” onde o “ser” depende “do que você tem”. Na visão de Jesus você não precisa ter para ser; você já é.

Paulo estava acostumado com títulos e posições até o dia em que ele “caiu do cavalo” em Atos 9. Dai para a frente já não era relevante o que ele tinha conseguido na força do seu braço e não tinha mais porque se gloriar de seus diplomas.

Ele mesmo disse: “podia confiar na carne”.
Em Cristo não há melhores ou piores, não há os que são tratados com “privilégios” por desfrutarem de posições ou títulos enquanto o que simplesmente vare a rua é desprezado. Infelizmente isso tem acontecido, mas não deve acontecer.

Nosso valor como filhos de Deus, não esta em nossos diplomas, mas em quem somos em Cristo.

7 Mas o que para mim era lucro passei a considerá-lo como perda por amor de Cristo;


Perder tudo para ganhar a Cristo!


8 sim, na verdade, tenho também como perda todas as coisas pela excelência do conhecimento de Cristo Jesus, meu Senhor; pelo qual sofri a perda de todas estas coisas, e as considero como refugo, para que possa ganhar a Cristo,


Paulo, consciente de seu valor em Cristo, considerou tudo o que ganhou como perda e como escória para ganhar a Cristo.

Escória? Sim! Essas expressão é muito forte, mas foi exatamente o que Paulo considerou ter antes de conhecer a Cristo.

A palavra escória no grego é “skoría” e quer dizer:
1. Matérias que se separam dos metais durante a fusão ou a afinação. = FEZES
2. [Figurado]  Coisa desprezível, vil.
3. Parte considerada mais desprezível ou reles da sociedade. = CHOLDRA, GENTALHA, RALÉ

Dá para entender o valor que Cristo tinha para Paulo? Ele abriu mão de posição, status, fama, e qualquer outra coisa que uma pessoa carnal considera importante, para ganhar a Cristo; é você?

Qual valor tem Jesus em sua vida? Você abre mão de tudo para ganhar a Cristo?

NOSSO LUGAR - estar em Cristo (v. 9-11)


Paulo vem falando de nosso valor que é considerar tudo como perda para ganhar a Cristo.
Nos próximos três versículos podemos entender nosso lugar ou o lugar em que devemos estar durante toda a vida.

9 e seja achado nele, não tendo como minha justiça a que vem da lei, mas a que vem pela fé em Cristo, a saber, a justiça que vem de Deus pela fé;

"seja achado nele"

Preciso estar nele!

Não se trata de viagens, de onde vou viver ou o que farei; preciso “ser achado nele”.
Estar em Cristo deve ser o nosso lugar em todo o tempo.

Quando as pessoas virem até você, quando você for até as pessoas, quando você agir ou falar; que achem Jesus em você.

"não tendo como minha justiça a que vem da lei, mas a que vem pela fé em Cristo"

Estando em Jesus, não somos justificados através de nossas obras, mas pela fé em Cristo.

10 para conhecê-lo, e o poder da sua ressurreição e a e a participação dos seus sofrimentos, conformando-me a ele na sua morte,

"para conhecê-lo"

Nessa posição e justificação pela fé em Cristo, posso conhecê-lo.
Estar em Cristo, leva-me a conhecê-lo. Precisamos de conhecer ao Senhor, conhecer Seu coração, Sua vontade, Seus planos para nós. 

Gosto muito da frase que a JOCUM me ensinou: “Conhecer a Deus e fazê-lo conhecido”. Acredito que a nossa falha em fazer Deus conhecido entre as nações, deve-se ao fato de não conhecê-lo bem.

11 para ver se de algum modo posso chegar à ressurreição dentre os mortos.

Como podemos conhecer bem a Jesus, segundo o texto?

Precisamos “entender” o poder da Sua ressurreição (v. 10).
Precisamos “comunicar” ou participar em Seus sofrimentos (v. 10).
Precisamos “tornar-nos” como Ele em Sua morte morrendo para nós mesmos (v. 10).


Essas três experiências leva-nos a sermos “achados nele” (v. 9).
Dessa maneira podemos alcançar a ressurreição dentre os mortos, assim como Ele ressuscitou (v. 11).

Esse é o nosso lugar; estarmos em Cristo, sermos achados nele e conhecê-lo para fazê-lo conhecido. 


NOSSO ALVO (v. 12-14)


Quanta riqueza há na Palavra de Deus!
Quanto tempo podemos investir nesse Livro Sagrado e quantos princípios, lições e vida podemos receber das Escrituras!

Tenho compartido nesses dias sobre Filipenses 3 focando alguns aspectos:

1.      Nosso momento (v. 1)
2.      Nosso cuidado (v. 2, 3)
3.      Nosso valor (v. 4-8)
4.      Nosso lugar (v. 9-11)

12 Não que já a tenha alcançado, ou que seja perfeito; mas vou prosseguindo, para ver se poderei alcançar aquilo para o que fui também alcançado por Cristo Jesus.

Paulo era um homem de projetos. Ele não dava tiros ao ar para ver quais pássaros iria apanhar. Ele tinha claro onde queria chegar.
Precisamos ser pessoas definidas e seguras em Deus do que Ele tem para nós e lutar por esses projetos divinos.

Reconheço que ainda não alcancei.
Reconheço que não sou perfeito.

"Não que já a tenha alcançado"

Em sua caminhada, Paulo reconhecia que ainda não tinha alcançado seu alvo. Como é importante entender isso. Como é importante não se conformar somente com a metade do muro, mas lutar para  completar toda a obra.

Nosso alvo pode ser projetos materiais de conseguir um melhor trabalho, de construir uma casa, de crescer no ministério da igreja, etc. Mas acredito que o maior alvo que devemos ter é o de “alcançar aquilo para o que somos também presos por Cristo Jesus”, em outras palavras; lutar pelos ideais e alvos de Cristo em nossas vidas e não pelos nossos alvos usando a Cristo. Me faço entender?

"ou que seja perfeito"

Diante da realidade de ainda não ter alcançado todo o propósito de Deus para sua vida, Paulo reconhecia também suas limitações e imperfeição.

Exatamente dessa maneira (ainda não alcancei e sou limitado), arma-se o cenário para a atuação divina. Foi assim que aconteceu com Paulo e com os personagens bíblicos e é exatamente assim que acontece com você e eu quando reconhecemos essas duas verdades.

"Quando o homem chega a seu limite, Deus começa atuar com Seu ilimitado poder".  JLS

13 Irmãos, quanto a mim, não julgo que o haja alcançado; mas uma coisa faço, e é que, esquecendo-me das coisas que atrás ficam, e avançando para as que estão adiante,


O que fazemos então quando entendemos que ainda não alcançamos tudo o que Deus tem para nós e que somos limitados?
O que Paulo fez?

Uma coisa faço: 


"esquecendo-me das coisas que atrás ficam"

Como podemos esquecer as coisas que atrás ficam?
Como podemos esquecer nosso passado?
Paulo não falava de uma amnésia, mas de uma solução de situações do passado.

Não podemos esquecer o passado deixando situações abertas. Precisamos fechar bem os capítulos de nossas vidas para começar a escrever novas páginas.

Se é necessário, peça perdão ou perdoa pessoas que te feriram no passado; se necessário volte lá atrás e resolva situações que ficaram pendentes. Somente assim você poderá “esquecer as coisas que para trás ficam”.

"e avançando para as que estão adiante"

Uma vez resolvida as questões do passado, podemos avançar para as que estão diante de nós. Isso era o que Paulo fazia.

O que esta diante de você nesse momento de sua vida? Pessoalmente não tenho claro o meu futuro e nem mesmo o dia do amanhã ainda que tenho uma agenda e planos. Dependo de Deus para cada dia.

Mesmo nessa dependência divina, posso avançar para as coisas que estão diante de mim, mesmo desconhecendo-as desde que meu passado esteja resolvido. O que você pensa a respeito?

14 prossigo para o alvo pelo prêmio da vocação celestial de Deus em Cristo Jesus.

Alguns tem o orgulho de dizer que nunca erraram e a vergonha de dizer que nunca tentaram. Os que erram tentam e os que tentam, uma hora acertam. Prossiga para o alvo. JLS

Paulo nos deixa lições maravilhosas. Entendendo que ele não tinha alcançado ainda e que era limitado, ele fazia uma coisa tendo duas partes; esquecia e avançava. Nesse avançar, ele prosseguia para o alvo.

Não desista no meio do caminho, reconheça que ainda falta e que há limitações e dedique-se a fazer uma coisa; deixe seu passado bem resolvido para projetar-se para seu futuro com esperança mesmo desconhecendo-o.

Prossiga para o alvo pelo prêmio da soberana vocação (chamado) de Deus em Cristo. Esse é seu chamado para a vida, até Jesus voltar.

Só chega ao alvo quem se orienta por ele.

NOSSO SENTIMENTO E EXEMPLO (v. 15-17)


15 Pelo que todos quantos somos perfeitos tenhamos este sentimento; e, se sentis alguma coisa de modo diverso, Deus também vo-lo revelará.

"todos quantos somos perfeitos"

Se a mensagem de Paulo era exatamente de um homem que reconhecia não ser perfeito, como agora ele diz “todos quantos já somos perfeitos” onde ele se inclui; o que ele quer dizer?
A idéia original de palavra “perfeito”, quer dizer uma pessoa com maturidade.

O apóstolo entendia que escrevendo a cristãos maduros, com estrutura espiritual e emocional onde expressavam essa maturidade em suas ações e palavras. 

As vezes é difícil falar com crianças no sentido de fazê-las entender as coisas e vê-las atuando da maneira certa. Normalmente a uma criança deve-se estar corrigindo muitas vezes até que ela entenda e faça as coisas da maneira correta.

Quantos cristãos não crescem? Quantos passam anos dentro de um templo ou até sendo parte do rol de membros, mas em seus pensamentos, em suas atitudes e palavras, ainda são crianças?

A igreja de coríntios apresentou esse problema quando Paulo disse que ainda tinha que alimentá-la com leite quando já deveria estar alimentando-se de uma comida mais forte (1 Coríntios 3:1, 2).

Você é adulto ou criança em suas palavras, comentários, em como reage quando “sabe” que alguém denegriu sua “imagem, quando esta em uma situação que exige entrega de tua parte a alguém? Quantas coisas pode-se pensar?

"tenhamos este sentimento"

Versão RC: "sintamos isto mesmo"

Dentro da maturidade que Paulo esperava dos filipenses, ele escreveu que se devia ter um mesmo sentimento vendo as coisas da forma como ele escreveu nessa carta.

“A maturidade ajuda em nossa unidade mesmo havendo diversidade” JLS

Nos conflitos de relacionamento e entendimento, cristãos maduros não se separam e nem deixam outros cristãos por questões que biblicamente são “irrelevantes”.

As vezes algo que deixa uma criança triste, no adulto deve-se produzir outro sentimento devido sua maturidade.

"e, se sentis alguma coisa de modo diverso, Deus também vo-lo revelará"

Sentir a mesma coisa, mesmo reconhecendo nossa diversidade e diferenças é maturidade.
Sentir outra coisa ou ver de forma diferente algo na vida, não significa divisão mas apoio para nosso crescimento em maturidade como Corpo de Cristo.  

O texto é claro: Se vemos algo de maneira diferente que nosso irmão, “também Deus vo-lo revelará”. Na revelação de Deus através de Sua Palavra saberemos que o que vejo diferente de meu irmão é de Deus ou não.

Tenho a impressão que muitos cristãos aprenderam que unidade é uniformidade. Desculpe-me dizer que é errado esse ensino. Alguns exemplos: Tenho que vestir-me igual a todos, cortar ou não cortar o cabelo igual que todos, falar igual que todos, andar, dizer as mesmíssimas palavras que todos, etc.

Em nossos grupos de apoio, as vezes noto alguns com dificuldade de expressar seu pensamento, pois não é igual que o meu.

16 Mas, naquela medida de perfeição a que já chegamos, nela prossigamos.

Paulo tinha a maturidade de entender que os membros da igreja não pensavam em tudo da mesma maneira. Isso devido a formação de cada um onde envolve idéias próprias, formação de família, etc., etc.
Ele é esclarecido quando a essa dificuldade, mas deixa claro que em relação ao que já chegamos, ao que já entendemos juntos a respeito de regras, doutrinas e princípios da Palavra, devemos sentir o mesmo.

O que nos mantém unidos: Quando o que já alcançamos em Deus são maiores que nossas diferenças.
O que quebra a unidade: Quando as nossas diferenças são maiores do que já alcançamos em Deus.

Que haja em nós; Corpo de Cristo, o mesmo sentir (Filipenses 2:5).

17 Irmãos, sede meus imitadores, e atentai para aqueles que andam conforme o exemplo que tendes em nós;

Estamos diante da realidade de um mundo que necessita urgentemente de uma boa referência e modelo. Há uma extinção de uma liderança integra em nossa atualidade.

Pessoas estão decepcionadas com a liderança começando no lar. Pais que não cumprem seu papel e estão ausentes dos filhos; figuras de autoridades também na política, na educação, na religião que também tem decepcionado.

Para quantos filhos hoje em dia, os pais são seus heróis ou seus vilões?
Quem da crédito hoje em um político ou em um padre ou pastor? Com os escândalos, muitas pessoas generalizam e tacham a todos como sendo do mesmo “saco de batatas podres”. Que pena!

Em um mundo carente de referência, exemplos e modelos para seguir, não posso dizer que tudo esta perdido e que não há mais pessoas integras; se assim for, não posso confiar nem em mim mesmo e se você pensa assim não pode confiar nem em si mesmo (a) mais.
Acredito e sei que sempre há pessoas integras, honestas, sinceras e que ainda são modelos para uma sociedade apodrecida na vergonha de maus exemplos.

Nos dias de Paulo, não foi diferente; ele também sofria desse problema juntamente com sua sociedade. Havia uma hipocrisia quase que generalidade na religião e na política em seus dias. Podia-se contar nos dedos lideres como Gamaliel, Nicodemos ou José de Arimatéia.

"sede meus imitadores"

Imitar, referência.
Atentar para o exemplo.

Após tantos tratos de Deus na vida de Paulo, ele tinha a capacidade de poder dizer aos irmãos de Filipos que o imitassem. Ou Paulo foi uma pessoa enganada ou verdadeiramente foi um líder de referência; fico com a segunda opção ao estudar sua biografia.

Há em nossos dias líderes que podemos dizer que é possível seguir no sentido correto da palavra?

Vejo uma mudança de valores nesse sentido; quando há um líder comprometido, lutando por idéias que beneficiam vidas com a base de suas ações colocadas nos pilares da integridade e da verdade, acontece que muitos não o “imitam” e não o tomam como exemplo ou modelo a seguir ou fazer o mesmo.
De repente aparece o “salvador da pátria”, o que tem um poder de persuasão impressionante, uma oratória invejável e uma habilidade única de esconder a podridão que leva dentro e os interesses e motivações totalmente pessoais no que faz usando uma posição para adquirir o que quer. Líderes assim alcança muitas vezes milhares de seguidores que se tornam cegos como ele e vão todos juntos para um abismo de perdição.

Há ainda pessoas na política, na educação, na religião que são integras? Minha resposta é sim.
Um conselho que dou para todos: Como saber se um líder é um exemplo a seguir? Leia Mateus 7:20; lá esta a resposta.

Paulo chamava a responsabilidade para si colocando-se como referência, modelo e exemplo a seguir. O que dava a esse homem essa total segurança? O que levava um homem como Paulo dizer aos demais que podiam fazer as coisas que ele fazia e iria dar certo?

O segredo é que só temos autoridade em dizer para as pessoas nos seguirem quando nós seguimos a outros. No caso de Paulo, ele seguia e imitava a Cristo (1 Coríntios 11:1).

“Toda pessoa em autoridade esta submissa à autoridade”

Esse é o segredo; essa é a autoridade que uma pessoa tem.

Em um mundo onde cada vez mais cada um quer ser “dono de seu nariz” (quantos narizes quebrados por causa disso), e com as decepções com figuras de autoridade, muitas pessoas se tornaram “chefas” de si mesmas onde não prestam contas do que sentem, pensam ou fazem.  
Precisamos de pessoas integras para dizer às outras; sigam-me e vamos juntas chegar à solução do problema.

Cristãos imitavam a Paulo porque Paulo imitava a Cristo.

"atentai para aqueles que andam conforme o exemplo que tendes em nós"

Paulo expressa a necessidade do cuidado que os irmãos tinham que ter em observar a conduta dos demais através do modelo que ele tinha deixado.

O padrão de conduta estava claro, a referencia existia, o modelo foi ensinado e o exemplo estava diante deles. Não havia como errar; o que saia fora desses parâmetros não servia para imitar.

Quando não há um bom exemplo na família, na sociedade ou nas figuras de autoridades, então há a carência de uma referência e o resultado pode ser um caos.

Tenha cuidado! Conheça bem as pessoas, não confie na primeira. Use o tempo para ter a certeza de suas intenções.
Tenho vários exemplos no ministério de pessoas que me disseram: "Estive te observando por muito tempo antes de tomar a decisão de freqüentar essa igreja". É assim!

Acredito ainda haver pessoas que ocupam postos de autoridades sobre outras que são integras, honestas e com motivações corretas. Acredito nisso dentro do campo da política, da educação, da saúde, da economia, da religião, etc.

Ah, logo é pensar não somente na integridade da pessoa, mas em qual caminho ela aplica essa integridade. Paulo disse que o imitassem porque ele imitava a Cristo; esta claro?

É minha oração e dedicação que minha vida possa inspirar a muitos a seguir ao Senhor e posso dizer que se alguém me segue, vai chegar a Cristo.

Você pode ser um exemplo?

NOSSOS INIMIGOS (v. 18, 19)


18 porque muitos há, dos quais repetidas vezes vos disse, e agora vos digo até chorando, que são inimigos da cruz de Cristo;
19 cujo fim é a perdição; cujo deus é o ventre; e cuja glória assenta no que é vergonhoso; os quais só cuidam das coisas terrenas.

Deus é lindo! Sua obra é linda! Há tanto prazer em viver e servir a Deus, mas em meio a toda essa alegria, há também inimigos da cruz de Cristo; há também aqueles que se levantam para denegrir, caluniar, opor-se a essa alegria de viver e servir a Deus.

Paulo em sua preocupação com essa realidade, advertiu aos irmãos por muitas vezes e através dessa carta estava fazendo novamente e com lágrimas.

Esses dois versículos me lembram os versículos 2, 3 que Paulo escreveu sobre os cuidados que devemos ter com os cães, com os maus obreiros e com a circuncisão; nos versículos 18 e 19 ele alerta a igreja a respeito dos inimigos da cruz de Cristo. Os elementos dos versos 2 e 3 estão relacionados com esses inimigos também.

Não imitar a esses.
Não servem de referência para nós.
Não são exemplos a seguir.

Características dos inimigos da cruz de Cristo:

* O fim é a perdição.

Ainda que aparentemente podem ter um presente “brilhante”, o que conta é o fim e o texto deixa claro como será o fim dos inimigos da cruz de Cristo.

* O deus é o ventre.

Vivem para a satisfação da carne. Isso é horrível!

* A gloria é para confusão deles.

A versão NVI deixa o texto mais claro: “tem orgulho do que é vergonhoso”.

* Só pensam nas coisas terrenas.

Tem que dar alguma explicação? Com certeza que não.

Por que são inimigos da cruz de Cristo?
Porque a cruz fala de renuncia, de morrer para si mesmo (Lucas 9:23) e quem não esta disposto a isso, odeia a mensagem da cruz considerando-a loucura (1 Corintios 1:18, 19).

Não se envergonhe da mensagem do Evangelho que o centro é o sacrifício de Cristo na cruz (Romanos 1:16). 

Não se envergonhe da cruz de Cristo nem do Cristo da cruz diante de seus inimigos.

NOSSA ESPERANÇA (v. 20, 21)

Nosso momento (o agora), nosso cuidado, nosso valor, nosso lugar (em Cristo), nosso alvo, nosso sentimento, nosso exemplo, nossos inimigos e agora NOSSA ESPERANÇA.
A Palavra de Deus é perfeita!

Depois de todas essas verdades, falar sobre esperança é o que nos mantém em nosso momento atual tendo cuidado, valorizando as coisas de Deus estando em Cristo sempre prosseguindo para o que esta diante de nós, procurando sentir o mesmo e tendo referências boas de liderança para seguir e atentos com os inimigos da cruz de Cristo.

20 Mas a nossa pátria está nos céus, donde também aguardamos um Salvador, o Senhor Jesus Cristo,

"nossa pátria está nos céus"

Temos uma cidade nos céus! Que maravilhoso!
Com a globalização, com tantas mudanças, já começa ficar difícil de encontrar alguém que vive todo o tempo no mesmo lugar onde nasceu; ainda há, mas começa sem a minoria diante de uma massa humana que se move de um lugar a outro.

O sentimento de sermos sempre “estrangeiros” acompanha milhares mesmo dentro de seu próprio pais e a esperança de um dia voltar à sua “casa” sempre esta no coração.

Estando em Cristo, já nos tornamos cidadãos dos céus, da cidade que já está preparada para nós. Não importa em qual pais dessa terra estamos ou moramos; sempre seremos peregrinos e dentro de nós haverá sempre a viva esperança de que um dia estaremos na Nova Jerusalém com Cristo para sempre.

Pátria: cidade, cidadania, identidade, moradia.

"donde também aguardamos um Salvador, o Senhor Jesus Cristo"

Nossa esperança não esta somente na cidade que está nos céus, mas em encontrar com Jesus, nosso Senhor. Que momento esse!
Ver o Senhor face a face, estar diante dele, ouvir Sua voz de uma maneira totalmente diferente, olhar em Seus olhos; será maravilhoso!

Essa é a grande esperança da Igreja na terra! Maranata, ora vem Senhor Jesus!

21 que transformará o corpo da nossa humilhação, para ser conforme ao corpo da sua glória, segundo o seu eficaz poder de até sujeitar a si todas as coisas.

Além da cidade, o Senhor; e não podemos estar diante dele com nossas limitações humanas em nosso corpo abatido. Esse corpo abatido será transformado em um corpo glorioso.
Tudo será novo!

Amado (a) leitor (a), não sei se essa linguagem é estranha para você. Mesmo sendo posso dizer que é a verdade de Deus revelada em Sua Palavra e é para tua vida também.
Entregue a tua vida para Jesus e terás essa esperança também. Se precisar de ajuda ou tiver perguntas, estou disposto a ajudá-lo (a).

Se essa linguagem é comum para você pelo fato de já ter recebido a Jesus como teu Senhor e Salvador, quero animá-lo (a) a permanecer firme em Cristo.
A coroa de glória te espera, esta tudo preparado, estamos bem próximos desse momento; permanece firme e chegará esse grande dia para todos os que se prepararam e estaremos lá na glória desfrutando dessas maravilhas.

Essa é a nossa esperança!



JLS


Ficaram com Ele - João 1.39

Clique aqui para ouvir