terça-feira, 30 de abril de 2013

2 Timóteo 3


1 Sabe, porém, isto, que nos últimos dias sobrevirão tempos penosos;
2 pois os homens serão amantes de si mesmos, gananciosos, presunçosos, soberbos, blasfemos, desobedientes a seus pais, ingratos, ímpios,
3 sem afeição natural, implacáveis, caluniadores, incontinentes, cruéis, inimigos do bem,
4 traidores, atrevidos, orgulhosos, mais amigos dos deleites do que amigos de Deus,
5 tendo aparência de piedade, mas negando-lhe o poder. Afasta-te também desses.
6 Porque deste número são os que se introduzem pelas casas, e levam cativas mulheres néscias carregadas de pecados, levadas de várias concupiscências;
7 sempre aprendendo, mas nunca podendo chegar ao pleno conhecimento da verdade.
8 E assim como Janes e Jambres resistiram a Moisés, assim também estes resistem à verdade, sendo homens corruptos de entendimento e réprobos quanto à fé.
9 Não irão, porém, avante; porque a todos será manifesta a sua insensatez, como também o foi a daqueles.
10 Tu, porém, tens observado a minha doutrina, procedimento, intenção, fé, longanimidade, amor, perseverança,
11 as minhas perseguições e aflições, quais as que sofri em Antioquia, em Icônio, em Listra; quantas perseguições suportei! e de todas o Senhor me livrou.

12 E na verdade todos os que querem viver piamente em Cristo Jesus padecerão perseguições.


13 Mas os homens maus e impostores irão de mal a pior, enganando e sendo enganados.
14 Tu, porém, permanece naquilo que aprendeste, e de que foste inteirado, sabendo de quem o tens aprendido,
15 e que desde a infância sabes as sagradas letras, que podem fazer-te sábio para a salvação, pela que há em Cristo Jesus.
16 Toda Escritura é divinamente inspirada e proveitosa para ensinar, para repreender, para corrigir, para instruir em justiça;

17 para que o homem de Deus seja perfeito, e perfeitamente preparado para toda boa obra.

segunda-feira, 29 de abril de 2013

2 Timóteo 2


1 Tu, pois, meu filho, fortifica-te na graça que há em Cristo Jesus;

DISCIPULADO E FORMAÇÃO (v. 2)

2 e o que de mim ouviste de muitas testemunhas, transmite-o a homens fiéis, que sejam idôneos para também ensinarem os outros.

De Paulo para Timóteo.
De Timóteo para homens fiéis e idôneos.

Fiéis = caráter.
Idôneos = maturidade.

Fidelidade é um característica fundamental para o líder. Sem fidelidade não há confiança e sem confiança não há equipe e sem equipe não se pode chegar à meta. JLS

Fidelidade tem a ver com o que somos e idoneidade tem a ver com nosso crescimento e formação com o tempo. JLS

Êxodo 18:21-26

SOLDADO DE JESUS CRISTO (v. 3-5)

3 Sofre comigo como bom soldado de Cristo Jesus.
4 Nenhum soldado em serviço se embaraça com negócios desta vida, a fim de agradar àquele que o alistou para a guerra.
5 E também se um atleta lutar nos jogos públicos, não será coroado se não lutar legitimamente.

6 O lavrador que trabalha deve ser o primeiro a gozar dos frutos.
7 Considera o que digo, porque o Senhor te dará entendimento em tudo.
8 Lembra-te de Jesus Cristo, ressurgido dentre os mortos, descendente de Davi, segundo o meu evangelho,
9 pelo qual sofro a ponto de ser preso como malfeitor; mas a palavra de Deus não está presa.
10 Por isso, tudo suporto por amor dos eleitos, para que também eles alcancem a salvação que há em Cristo Jesus com glória eterna.
11 Fiel é esta palavra: Se, pois, já morremos com ele, também com ele viveremos;
12 se perseveramos, com ele também reinaremos; se o negarmos, também ele nos negará;
13 se somos infiéis, ele permanece fiel; porque não pode negar-se a si mesmo.

CONDUTA A SEGUIR COM AQUELES QUE SE AFASTAM DA SÃ DOUTRINA E DA PUREZA CRISTÃ (v. 14-26)

14 Lembra-lhes estas coisas, conjurando-os diante de Deus que não tenham contendas de palavras, que para nada aproveitam, senão para subverter os ouvintes.
15 Procura apresentar-te diante de Deus aprovado, como obreiro que não tem de que se envergonhar, que maneja bem a palavra da verdade.
16 Mas evita as conversas vãs e profanas; porque os que delas usam passarão a impiedade ainda maior,
17 e as suas palavras alastrarão como gangrena; entre os quais estão Himeneu e Fileto,
18 que se desviaram da verdade, dizendo que a ressurreição é já passada, e assim pervertem a fé a alguns.
19 Todavia o firme fundamento de Deus permanece, tendo este selo: O Senhor conhece os seus, e: Aparte-se da injustiça todo aquele que profere o nome do Senhor.
20 Ora, numa grande casa, não somente há vasos de ouro e de prata, mas também de madeira e de barro; e uns, na verdade, para uso honroso, outros, porém, para uso desonroso.
21 Se, pois, alguém se purificar destas coisas, será vaso para honra, santificado e útil ao Senhor, preparado para toda boa obra.
22 Foge também das paixões da mocidade, e segue a justiça, a fé, o amor, a paz com os que, de coração puro, invocam o Senhor.
23 E rejeita as questões tolas e desassisadas, sabendo que geram contendas;
24 e ao servo do Senhor não convém contender, mas sim ser brando para com todos, apto para ensinar, paciente;
25 corrigindo com mansidão os que resistem, na esperança de que Deus lhes conceda o arrependimento para conhecerem plenamente a verdade,
26 e que se desprendam dos laços do Diabo (por quem haviam sido presos), para cumprirem a vontade de Deus.

domingo, 28 de abril de 2013

2 Timóteo 1


1 Paulo, apóstolo de Cristo Jesus pela vontade de Deus, segundo a promessa da vida que está em Cristo Jesus,
2 a Timóteo, amado filho: Graça, misericórdia e paz da parte de Deus Pai e de Cristo Jesus nosso Senhor.
3 Dou graças a Deus, a quem desde os meus antepassados sirvo com uma consciência pura, de que sem cessar faço menção de ti em minhas súplicas de noite e de dia;
4 e, recordando-me das tuas lágrimas, desejo muito ver-te, para me encher de gozo;
5 trazendo à memória a fé não fingida que há em ti, a qual habitou primeiro em tua avó Loide, e em tua mãe Eunice e estou certo de que também habita em ti.
6 Por esta razão te lembro que despertes o dom de Deus, que há em ti pela imposição das minhas mãos.
7 Porque Deus não nos deu o espírito de covardia, mas de poder, de amor e de moderação.
8 Portanto não te envergonhes do testemunho de nosso Senhor, nem de mim, que sou prisioneiro seu; antes participa comigo dos sofrimentos do evangelho segundo o poder de Deus,
9 que nos salvou, e chamou com uma santa vocação, não segundo as nossas obras, mas segundo o seu próprio propósito e a graça que nos foi dada em Cristo Jesus antes dos tempos eternos,
10 e que agora se manifestou pelo aparecimento de nosso Salvador Cristo Jesus, o qual destruiu a morte, e trouxe à luz a vida e a imortalidade pelo evangelho,
11 do qual fui constituído pregador, apóstolo e mestre.
12 Por esta razão sofro também estas coisas, mas não me envergonho; porque eu sei em quem tenho crido, e estou certo de que ele é poderoso para guardar o meu depósito até aquele dia.
13 Conserva o modelo das sãs palavras que de mim tens ouvido na fé e no amor que há em Cristo Jesus;
14 guarda o bom depósito com o auxílio do Espírito Santo, que habita em nós.
15 Bem sabes isto, que me abandonaram todos os que estão na Ásia, entre eles Fígelo e Hermógenes.
16 O Senhor conceda misericórdia à casa de Onesíforo, porque muitas vezes ele me recreou, e não se envergonhou das minhas cadeias;
17 antes quando veio a Roma, diligentemente me procurou e me achou.

18 O Senhor lhe conceda que naquele dia ache misericórdia diante do Senhor. E quantos serviços prestou em Éfeso melhor o sabes tu.

sábado, 27 de abril de 2013

1 Timóteo 6


1 Todos os servos que estão debaixo do jugo considerem seus senhores dignos de toda honra, para que o nome de Deus e a doutrina não sejam blasfemados.
2 E os que têm senhores crentes não os desprezem, porque são irmãos; antes os sirvam melhor, porque eles, que se utilizam do seu bom serviço, são crentes e amados. Ensina estas coisas.
3 Se alguém ensina alguma doutrina diversa, e não se conforma com as sãs palavras de nosso Senhor Jesus Cristo, e com a doutrina que é segundo a piedade,
4 é soberbo, e nada sabe, mas delira acerca de questões e contendas de palavras, das quais nascem invejas, porfias, injúrias, suspeitas maliciosas,
5 disputas de homens corruptos de entendimento, e privados da verdade, cuidando que a piedade é fonte de lucro;
6 e, de fato, é grande fonte de lucro a piedade com o contentamento.
7 Porque nada trouxe para este mundo, e nada podemos daqui levar;
8 tendo, porém, alimento e vestuário, estaremos com isso contentes.
9 Mas os que querem tornar-se ricos caem em tentação e em laço, e em muitas concupiscências loucas e nocivas, as quais submergem os homens na ruína e na perdição.
10 Porque o amor ao dinheiro é raiz de todos os males; e nessa cobiça alguns se desviaram da fé, e se traspassaram a si mesmos com muitas dores.
11 Mas tu, ó homem de Deus, foge destas coisas, e segue a justiça, a piedade, a fé, o amor, a constância, a mansidão.
12 Peleja a boa peleja da fé, apodera-te da vida eterna, para a qual foste chamado, tendo já feito boa confissão diante de muitas testemunhas.
13 Diante de Deus, que todas as coisas vivifica, e de Cristo Jesus, que perante Pôncio Pilatos deu o testemunho da boa confissão, exorto-te
14 a que guardes este mandamento sem mácula e irrepreensível até a vinda de nosso Senhor Jesus Cristo;
15 a qual, no tempo próprio, manifestará o bem-aventurado e único soberano, Rei dos reis e Senhor dos senhores;
16 aquele que possui, ele só, a imortalidade, e habita em luz inacessível; a quem nenhum dos homens tem visto nem pode ver; ao qual seja honra e poder sempiterno. Amém.
17 manda aos ricos deste mundo que não sejam altivos, nem ponham a sua esperança na incerteza das riquezas, mas em Deus, que nos concede abundantemente todas as coisas para delas gozarmos;
18 que pratiquem o bem, que se enriqueçam de boas obras, que sejam liberais e generosos,
19 entesourando para si mesmos um bom fundamento para o futuro, para que possam alcançar a verdadeira vida.
20 ó Timóteo, guarda o depósito que te foi confiado, evitando as conversas vãs e profanas e as aposições da falsamente chamada ciência;

21 a qual professando-a alguns, se desviaram da fé. A graça seja convosco.

sexta-feira, 26 de abril de 2013

1 Timóteo 5


1 Não repreendas asperamente a um velho, mas admoesta-o como a um pai; aos moços, como a irmãos;
2 às mulheres idosas, como a mães; às moças, como a irmãs, com toda a pureza.
3 Honra as viúvas que são verdadeiramente viúvas.
4 Mas, se alguma viúva tiver filhos, ou netos, aprendam eles primeiro a exercer piedade para com a sua própria família, e a recompensar seus progenitores; porque isto é agradável a Deus.
5 Ora, a que é verdadeiramente viúva e desamparada espera em Deus, e persevera de noite e de dia em súplicas e orações;
6 mas a que vive em prazeres, embora viva, está morta.
7 Manda, pois, estas coisas, para que elas sejam irrepreensíveis.
8 Mas, se alguém não cuida dos seus, e especialmente dos da sua família, tem negado a fé, e é pior que um incrédulo.
9 Não seja inscrita como viúva nenhuma que tenha menos de sessenta anos, e só a que tenha sido mulher de um só marido,
10 aprovada com testemunho de boas obras, se criou filhos, se exercitou hospitalidade, se lavou os pés aos santos, se socorreu os atribulados, se praticou toda sorte de boas obras.
11 Mas rejeita as viúvas mais novas, porque, quando se tornam levianas contra Cristo, querem casar-se;
12 tendo já a sua condenação por haverem violado a primeira fé;
13 e, além disto, aprendem também a ser ociosas, andando de casa em casa; e não somente ociosas, mas também faladeiras e intrigantes, falando o que não convém.
14 Quero pois que as mais novas se casem, tenham filhos, dirijam a sua casa, e não dêem ocasião ao adversário de maldizer;
15 porque já algumas se desviaram, indo após Satanás.
16 Se alguma mulher crente tem viúvas, socorra-as, e não se sobrecarregue a igreja, para que esta possa socorrer as que são verdadeiramente viúvas.
17 Os anciãos que governam bem sejam tidos por dignos de duplicada honra, especialmente os que labutam na pregação e no ensino.
18 Porque diz a Escritura: Não atarás a boca ao boi quando debulha. E: Digno é o trabalhador do seu salário.
19 Não aceites acusação contra um ancião, senão com duas ou três testemunhas.
20 Aos que vivem no pecado, repreende-os na presença de todos, para que também os outros tenham temor.
21 Conjuro-te diante de Deus, e de Cristo Jesus, e dos anjos eleitos, que sem prevenção guardes estas coisas, nada fazendo com parcialidade.
22 A ninguém imponhas precipitadamente as mãos, nem participes dos pecados alheios; conserva-te a ti mesmo puro.
23 Não bebas mais água só, mas usa um pouco de vinho, por causa do teu estômago e das tuas freqüentes enfermidades.
24 Os pecados de alguns homens são manifestos antes de entrarem em juízo, enquanto os de outros descobrem-se depois.

25 Da mesma forma também as boas obras são manifestas antecipadamente; e as que não o são não podem ficar ocultas.

quinta-feira, 25 de abril de 2013

Salmos 118


1 Dai graças ao Senhor, porque ele é bom; porque a sua benignidade dura para sempre.
2 Diga, pois, Israel: A sua benignidade dura para sempre.
3 Diga, pois, a casa de Arão: A sua benignidade dura para sempre.
4 Digam, pois, os que temem ao Senhor: A sua benignidade dura para sempre.
5 Do meio da angústia invoquei o Senhor; o Senhor me ouviu, e me pôs em um lugar largo.
6 O Senhor é por mim, não recearei; que me pode fazer o homem?
7 O Senhor é por mim entre os que me ajudam; pelo que verei cumprido o meu desejo sobre os que me odeiam.
8 É melhor refugiar-se no Senhor do que confiar no homem.
9 É melhor refugiar-se no Senhor do que confiar nos príncipes.
10 Todas as nações me cercaram, mas em nome do Senhor eu as exterminei.
11 Cercaram-me, sim, cercaram-me; mas em nome do Senhor eu as exterminei.
12 Cercaram-me como abelhas, mas apagaram-se como fogo de espinhos; pois em nome do Senhor as exterminei.
13 Com força me impeliste para me fazeres cair, mas o Senhor me ajudou.
14 O Senhor é a minha força e o meu cântico; tornou-se a minha salvação.
15 Nas tendas dos justos há jubiloso cântico de vitória; a destra do Senhor faz proezas.
16 A destra do Senhor se exalta, a destra do Senhor faz proezas.
17 Não morrerei, mas viverei, e contarei as obras do Senhor.
18 O Senhor castigou-me muito, mas não me entregou à morte.
19 Abre-me as portas da justiça, para que eu entre por elas e dê graças ao Senhor.
20 Esta é a porta do Senhor; por ela os justos entrarão.
21 Graças te dou porque me ouviste, e te tornaste a minha salvação.
22 A pedra que os edificadores rejeitaram, essa foi posta como pedra angular.
23 Foi o Senhor que fez isto e é maravilhoso aos nossos olhos.
24 Este é o dia que o Senhor fez; regozijemo-nos, e alegremo-nos nele.
25 ç Senhor, salva, nós te pedimos; ó Senhor, nós te pedimos, envia-nos a prosperidade.
26 Bendito aquele que vem em nome do Senhor; da casa do Senhor vos bendizemos.
27 O Senhor é Deus, e nos concede a luz; atai a vítima da festa com cordas às pontas do altar.
28 Tu és o meu Deus, e eu te darei graças; tu és o meu Deus, e eu te exaltarei.
29 Dai graças ao Senhor, porque ele é bom; porque a sua benignidade dura para sempre.

quarta-feira, 24 de abril de 2013

Salmos 117


1 Louvai ao Senhor todas as nações, exaltai-o todos os povos.
2 Porque a sua benignidade é grande para conosco, e a verdade do Senhor dura para sempre. Louvai ao Senhor.

terça-feira, 23 de abril de 2013

1 Timóteo 3


1 Fiel é esta palavra: Se alguém aspira ao episcopado, excelente obra deseja.
2 É necessário, pois, que o bispo seja irrepreensível, marido de uma só mulher, temperante, sóbrio, ordeiro, hospitaleiro, apto para ensinar;
3 não dado ao vinho, não espancador, mas moderado, inimigo de contendas, não ganancioso;
4 que governe bem a sua própria casa, tendo seus filhos em sujeição, com todo o respeito
5 (pois, se alguém não sabe governar a sua própria casa, como cuidará da igreja de Deus?);
6 não neófito, para que não se ensoberbeça e venha a cair na condenação do Diabo.

7 Também é necessário que tenha bom testemunho dos que estão de fora, para que não caia em opróbrio, e no laço do Diabo.


8 Da mesma forma os diáconos sejam sérios, não de língua dobre, não dados a muito vinho, não cobiçosos de torpe ganância,
9 guardando o mistério da fé numa consciência pura.
10 E também estes sejam primeiro provados, depois exercitem o diaconato, se forem irrepreensíveis.
11 Da mesma sorte as mulheres sejam sérias, não maldizentes, temperantes, e fiéis em tudo.
12 Os diáconos sejam maridos de uma só mulher, e governem bem a seus filhos e suas próprias casas.
13 Porque os que servirem bem como diáconos, adquirirão para si um lugar honroso e muita confiança na fé que há em Cristo Jesus.
14 Escrevo-te estas coisas, embora esperando ir ver-te em breve,
15 para que, no caso de eu tardar, saibas como se deve proceder na casa de Deus, a qual é a igreja do Deus vivo, coluna e esteio da verdade.
16 E, sem dúvida alguma, grande é o mistério da piedade: Aquele que se manifestou em carne, foi justificado em espírito, visto dos anjos, pregado entre os gentios, crido no mundo, e recebido acima na glória.

segunda-feira, 22 de abril de 2013

Salmos 116


1 Amo ao Senhor, porque ele ouve a minha voz e a minha súplica.
2 Porque inclina para mim o seu ouvido, invocá-lo-ei enquanto viver.
3 Os laços da morte me cercaram; as angústias do Seol se apoderaram de mim; sofri tribulação e tristeza.
4 Então invoquei o nome do Senhor, dizendo: ç Senhor, eu te rogo, livra-me.
5 Compassivo é o Senhor, e justo; sim, misericordioso é o nosso Deus.
6 O Senhor guarda os simples; quando me acho abatido, ele me salva.
7 Volta, minha alma, ao teu repouso, pois o Senhor te fez bem.
8 Pois livraste a minha alma da morte, os meus olhos das lágrimas, e os meus pés de tropeçar.
9 Andarei perante o Senhor, na terra dos viventes.
10 Cri, por isso falei; estive muito aflito.
11 Eu dizia na minha precipitação: Todos os homens são mentirosos.
12 Que darei eu ao Senhor por todos os benefícios que me tem feito?
13 Tomarei o cálice da salvação, e invocarei o nome do Senhor.
14 Pagarei os meus votos ao Senhor, na presença de todo o seu povo.
15 Preciosa é à vista do Senhor a morte dos seus santos.
16 ó Senhor, deveras sou teu servo; sou teu servo, filho da tua serva; soltaste as minhas cadeias.
17 Oferecer-te-ei sacrifícios de ação de graças, e invocarei o nome do Senhor.
18 Pagarei os meus votos ao Senhor, na presença de todo o seu povo,
19 nos átrios da casa do Senhor, no meio de ti, ó Jerusalém! Louvai ao Senhor.

domingo, 21 de abril de 2013

Salmos 115


1 Não a nós, Senhor, não a nós, mas ao teu nome dá glória, por amor da tua benignidade e da tua verdade.
2 Por que perguntariam as nações: Onde está o seu Deus?
3 Mas o nosso Deus está nos céus; ele faz tudo o que lhe apraz.
4 Os ídolos deles são prata e ouro, obra das mãos do homem.
5 Têm boca, mas não falam; têm olhos, mas não vêem;
6 têm ouvidos, mas não ouvem; têm nariz, mas não cheiram;
7 têm mãos, mas não apalpam; têm pés, mas não andam; nem som algum sai da sua garganta.
8 Semelhantes a eles sejam os que fazem, e todos os que neles confiam.
9 Confia, ó Israel, no Senhor; ele é seu auxílio e seu escudo.
10 Casa de Arão, confia no Senhor; ele é seu auxílio e seu escudo.
11 Vós, os que temeis ao Senhor, confiai no Senhor; ele é seu auxílio e seu escudo.
12 O Senhor tem-se lembrado de nós, abençoar-nos-á; abençoará a casa de Israel; abençoará a casa de Arão;
13 abençoará os que temem ao Senhor, tanto pequenos como grandes.
14 Aumente-vos o Senhor cada vez mais, a vós e a vossos filhos.
15 Sede vós benditos do Senhor, que fez os céus e a terra.
16 Os céus são os céus do Senhor, mas a terra, deu-a ele aos filhos dos homens.
17 Os mortos não louvam ao Senhor, nem os que descem ao silêncio;
18 nós, porém, bendiremos ao Senhor, desde agora e para sempre. Louvai ao Senhor.

sábado, 20 de abril de 2013

1 Timóteo 2


1 Exorto, pois, antes de tudo que se façam súplicas, orações, intercessões, e ações de graças por todos os homens,
2 pelos reis, e por todos os que exercem autoridade, para que tenhamos uma vida tranqüila e sossegada, em toda a piedade e honestidade.
3 Pois isto é bom e agradável diante de Deus nosso Salvador,
4 o qual deseja que todos os homens sejam salvos e cheguem ao pleno conhecimento da verdade.
5 Porque há um só Deus, e um só Mediador entre Deus e os homens, Cristo Jesus, homem,
6 o qual se deu a si mesmo em resgate por todos, para servir de testemunho a seu tempo;
7 para o que (digo a verdade, não minto) eu fui constituído pregador e apóstolo, mestre dos gentios na fé e na verdade.
8 Quero, pois, que os homens orem em todo lugar, levantando mãos santas, sem ira nem contenda.
9 Quero, do mesmo modo, que as mulheres se ataviem com traje decoroso, com modéstia e sobriedade, não com tranças, ou com ouro, ou pérolas, ou vestidos custosos,
10 mas (como convém a mulheres que fazem profissão de servir a Deus) com boas obras.
11 A mulher aprenda em silêncio com toda a submissão.
12 Pois não permito que a mulher ensine, nem tenha domínio sobre o homem, mas que esteja em silêncio.
13 Porque primeiro foi formado Adão, depois Eva.
14 E Adão não foi enganado, mas a mulher, sendo enganada, caiu em transgressão;

15 salvar-se-á, todavia, dando à luz filhos, se permanecer com sobriedade na fé, no amor e na santificação.

sexta-feira, 19 de abril de 2013

Salmos 114


1 Quando Israel saiu do Egito, e a casa de Jacó dentre um povo de língua estranha,
2 Judá tornou-lhe o santuário, e Israel o seu domínio.
3 O mar viu isto, e fugiu; o Jordão tornou atrás.
4 Os montes saltaram como carneiros, e os outeiros como cordeiros do rebanho.
5 Que tens tu, ó mar, para fugires? e tu, ó Jordão, para tornares atrás?
6 E vós, montes, que saltais como carneiros, e vós outeiros, como cordeiros do rebanho?
7 Treme, ó terra, na presença do Senhor, na presença do Deus de Jacó,
8 o qual converteu a rocha em lago de águas, a pederneira em manancial.

quinta-feira, 18 de abril de 2013

Salmos 113


1 Louvai ao Senhor. Louvai, servos do Senhor, louvai o nome do Senhor.
2 Bendito seja o nome do Senhor, desde agora e para sempre.
3 Desde o nascimento do sol até o seu ocaso, há de ser louvado o nome do Senhor.
4 Exaltado está o Senhor acima de todas as nações, e a sua glória acima dos céus.
5 Quem é semelhante ao Senhor nosso Deus, que tem o seu assento nas alturas,
6 que se inclina para ver o que está no céu e na terra?
7 Ele levanta do pó o pobre, e do monturo ergue o necessitado,
8 para o fazer sentar com os príncipes, sim, com os príncipes do seu povo.
9 Ele faz com que a mulher estéril habite em família, e seja alegre mãe de filhos. Louvai ao Senhor.

quarta-feira, 17 de abril de 2013

1 Timóteo 1



PREFÁCIO E SAUDAÇÃO

1 Paulo, apóstolo de Cristo Jesus, segundo o mandado de Deus, nosso Salvador, e de Cristo Jesus, esperança nossa.
2 a Timóteo, meu verdadeiro filho na fé: graça, misericórdia e paz da parte de Deus Pai e de Cristo Jesus, nosso Senhor.

"verdadeiro filho na fé"

O MINISTÉRIO DE TIMÓTEO EM ÉFESO. FALSAS DOUTRINAS E SUAS CARACTERÍSTICAS

3 Como te roguei, quando partia para a Macedônia, que ficasse em Éfeso, para advertires a alguns que não ensinassem doutrina diversa,

"ficasse em Éfeso"

4 nem se preocupassem com fábulas ou genealogias intermináveis, pois que produzem antes discussões que edificação para com Deus, que se funda na fé.

5 Mas o fim desta admoestação é o amor que procede de um coração puro, de uma boa consciência, e de uma fé não fingida;

Mesmo sendo uma carta pastoral e ministerial, Paulo começa escrevendo não sobre a obra que o obreiro deve fazer, mas sobre a obra do Espírito Santo faz no obreiro.

"o fim" τελος telos da palavra primária tello (estabelecer um ponto definitivo ou objetivo) = término, propósito.

"admoestação" παραγγελια paraggelia = notificação, proclamação ou anúncio de uma mensagem a, ordem, comando.

O propósito da nota de Paulo a Timóteo é ...

1. o amor que procede de um coração puro,

Amor αγαπη agape

Afeição, sentimento e ação incondicional.

Coração καρδια kardia

Forma prolongada da palavra primária kar (Latim, cor "coração") = orgão do corpo do animal que é o centro da circulação do sangue, e por isso foi considerado como o centro da vida física e espiritual.

A palavra coração tem pelo menos quatro sentidos no Novo Testamento:

A. Emoções. Ligado à alma, paixões, desejos, apetites, afeições, propósitos, esforços.
B. Mente. Do entendimento, pensamentos, a faculdade e o lugar da inteligência.
C. Vontade.
D. Personalidade. Envolve o caráter.

Puro καθαρος katharos

Purificado pelo fogo.
Numa comparação, como uma vinha limpa pela poda e bem preparado para carregar de frutas.
Num sentido levítico, limpar o uso do que não é proibido, que não torna impuro.
Eticamente, livre de desejo corrupto, de pecado e culpa.
Livre de qualquer mistura com o que é falso.
Genuíno, sincero, sem culpa, inocente.

2. de uma boa consciência, e

Boa αγαθος agathos

De boa constituição ou natureza.
Útil, saudável, bom, agradável, amável, alegre, feliz, excelente, distinto, honesto, honrado.

Consciência συνειδησις suneidesis

O diferenciador dentro do ser humano entre o que é moralmente bom e mal, impulsando para fazer o primeiro e evitar o último, glorificando um, condenando o outro.

O dicionário da língua portuguesa define consciência como:

A. A faculdade da razão que julga os próprios atos ou o que é certo ou errado do ponto de vista moral.
B. Estado do sistema nervoso central que permite pensar, observar e interagir com o mundo exterior.

3. de uma fé não fingida.

Não fingida ανυποκριτος anupokritos

Não fingido, franco, sincero.

Na versão RA aparece "sem hipocrisia".

Pode-se ter uma fé falsa no Deus verdadeiro e uma fé verdadeira em um deus falso.
O certo é colocar ter uma fé verdadeira no verdadeiro Deus.

6 das quais coisas alguns se desviaram, e se entregaram a discursos vãos,7 querendo ser doutores da lei, embora não entendam nem o que dizem nem o que com tanta confiança afirmam.

A LEI E OS SEUS OBJETIVOS

8 Sabemos, porém, que a lei é boa, se alguém dela usar legitimamente,
9 reconhecendo que a lei não é feita para o justo, mas para os transgressores e insubordinados, os irreverentes e pecadores, os ímpios e profanos, para os parricidas, matricidas e homicidas,
10 para os devassos, os sodomitas, os roubadores de homens, os mentirosos, os perjuros, e para tudo que for contrário à sã doutrina,
11 segundo o evangelho da glória do Deus bendito, que me foi confiado.

A GRAÇA E A SUA EFICÁCIA NA EXPERIÊNCIA DE PAULO

12 Dou graças àquele que me fortaleceu, a Cristo Jesus nosso Senhor, porque me julgou fiel, pondo-me no seu ministério,
13 ainda que outrora eu era blasfemador, perseguidor, e injuriador; mas alcancei misericórdia, porque o fiz por ignorância, na incredulidade;
14 e a graça de nosso Senhor superabundou com a fé e o amor que há em Cristo Jesus.

15 Fiel é esta palavra e digna de toda a aceitação; que Cristo Jesus veio ao mundo para salvar os pecadores, dos quais sou eu o principal;


16 mas por isso alcancei misericórdia, para que em mim, o principal, Cristo Jesus mostrasse toda a sua longanimidade, a fim de que eu servisse de exemplo aos que haviam de crer nele para a vida eterna.
17 Ora, ao Rei dos séculos, imortal, invisível, ao único Deus, seja honra e glória para todo o sempre. Amém.

O BOM COMBATE

18 Esta admoestação te dirijo, filho Timóteo, que segundo as profecias que houve acerca de ti, por elas pelejes a boa peleja,
19 conservando a fé, e uma boa consciência, a qual alguns havendo rejeitado, naufragando no tocante à fé;
20 e entre esses Himeneu e Alexandre, os quais entreguei a Satanás, para que aprendam a não blasfemar.

terça-feira, 16 de abril de 2013

Salmos 112


1 Louvai ao Senhor. Bem-aventurado o homem que teme ao Senhor, que em seus mandamentos tem grande prazer!
2 A sua descendência será poderosa na terra; a geração dos retos será abençoada.
3 Bens e riquezas há na sua casa; e a sua justiça permanece para sempre.
4 Aos retos nasce luz nas trevas; ele é compassivo, misericordioso e justo.
5 Ditoso é o homem que se compadece, e empresta, que conduz os seus negócios com justiça;
6 pois ele nunca será abalado; o justo ficará em memória eterna.
7 Ele não teme más notícias; o seu coração está firme, confiando no Senhor.
8 O seu coração está bem firmado, ele não terá medo, até que veja cumprido o seu desejo sobre os seus adversários.
9 Espalhou, deu aos necessitados; a sua justiça subsiste para sempre; o seu poder será exaltado em honra.
10 O ímpio vê isto e se enraivece; range os dentes e se consome; o desejo dos ímpios perecerá.

segunda-feira, 15 de abril de 2013

Salmos 111


1 Louvai ao Senhor. De todo o coração darei graças ao Senhor, no concílio dos retos e na congregação.
2 Grandes são as obras do Senhor, e para serem estudadas por todos os que nelas se comprazem.
3 Glória e majestade há em sua obra; e a sua justiça permanece para sempre.
4 Ele fez memoráveis as suas maravilhas; compassivo e misericordioso é o Senhor.
5 Dá mantimento aos que o temem; lembra-se sempre do seu pacto.
6 Mostrou ao seu povo o poder das suas obras, dando-lhe a herança das nações.
7 As obras das suas mãos são verdade e justiça; fiéis são todos os seus preceitos;
8 firmados estão para todo o sempre; são feitos em verdade e retidão.
9 Enviou ao seu povo a redenção; ordenou para sempre o seu pacto; santo e tremendo é o seu nome.
10 O temor do Senhor é o princípio da sabedoria; têm bom entendimento todos os que cumprem os seus preceitos; o seu louvor subsiste para sempre.

domingo, 14 de abril de 2013

Salmos 110


O REINO, O SACERDÓCIO E A VITÓRIA DO MESSIAS
Salmo de Davi

1 Disse o SENHOR ao meu Senhor: Assenta-te à minha mão direita, até que ponha os teus inimigos por escabelo dos teus pés.

Mateus 22:44
Marcos 12:36
Lucas 20:42

2 O SENHOR enviará o cetro da tua fortaleza desde Sião, dizendo: Domina no meio dos teus inimigos.
3 O teu povo se apresentará voluntariamente no dia do teu poder, com santos ornamentos; como vindo do próprio seio da alva, será o orvalho da tua mocidade.

4 Jurou o SENHOR e não se arrependerá: Tu és um sacerdote eterno, segundo a ordem de Melquisedeque.

Hebreus 5:6
Hebreus 6:20

5 O Senhor, à tua direita, ferirá os reis no dia da sua ira.
6 Julgará entre as nações; enchê-las-á de cadáveres; ferirá os cabeças de grandes terras.
7 Pelo caminho, dessedentar-se-á no ribeiro e prosseguirá de cabeça erguida.

Versão bíblica: Almeida Revista e Corrigida

sábado, 13 de abril de 2013

Salmos 109


1 ó Deus do meu louvor, não te cales;
2 pois a boca do ímpio e a boca fraudulenta se abrem contra mim; falam contra mim com uma língua mentirosa.
3 Eles me cercam com palavras de ódio, e pelejam contra mim sem causa.
4 Em paga do meu amor são meus adversários; mas eu me dedico à oração.
5 Retribuem-me o mal pelo bem, e o ódio pelo amor.
6 Põe sobre ele um ímpio, e esteja à sua direita um acusador.
7 Quando ele for julgado, saia condenado; e em pecado se lhe torne a sua oração!
8 Sejam poucos os seus dias, e outro tome o seu ofício!
9 Fiquem órfãos os seus filhos, e viúva a sua mulher!
10 Andem errantes os seus filhos, e mendiguem; esmolem longe das suas habitações assoladas.
11 O credor lance mão de tudo quanto ele tenha, e despojem-no os estranhos do fruto do seu trabalho!
12 Não haja ninguém que se compadeça dele, nem haja quem tenha pena dos seus órfãos!
13 Seja extirpada a sua posteridade; o seu nome seja apagado na geração seguinte!
14 Esteja na memória do Senhor a iniqüidade de seus pais; e não se apague o pecado de sua mãe!
15 Antes estejam sempre perante o Senhor, para que ele faça desaparecer da terra a memória deles!
16 Porquanto não se lembrou de usar de benignidade; antes perseguiu o varão aflito e o necessitado, como também o quebrantado de coração, para o matar.
17 Visto que amou a maldição, que ela lhe sobrevenha! Como não desejou a bênção, que ela se afaste dele!
18 Assim como se vestiu de maldição como dum vestido, assim penetre ela nas suas entranhas como água, e em seus ossos como azeite!
19 Seja para ele como o vestido com que ele se cobre, e como o cinto com que sempre anda cingido!
20 Seja este, da parte do Senhor, o galardão dos meus adversários, e dos que falam mal contra mim!
21 Mas tu, ó Deus, meu Senhor age em meu favor por amor do teu nome; pois que é boa a tua benignidade, livra-me;
22 pois sou pobre e necessitado, e dentro de mim está ferido o meu coração.
23 Eis que me vou como a sombra que declina; sou arrebatado como o gafanhoto.
24 Os meus joelhos estão enfraquecidos pelo jejum, e a minha carne perde a sua gordura.
25 Eu sou para eles objeto de opróbrio; ao me verem, meneiam a cabeça.
26 Ajuda-me, Senhor, Deus meu; salva-me segundo a tua benignidade.
27 Saibam que nisto está a tua mão, e que tu, Senhor, o fizeste.
28 Amaldiçoem eles, mas abençoa tu; fiquem confundidos os meus adversários; mas alegre-se o teu servo!
29 Vistam-se de ignomínia os meus acusadores, e cubram-se da sua própria vergonha como dum manto!
30 Muitas graças darei ao Senhor com a minha boca;
31 Pois ele se coloca à direita do poder, para o salvar dos que o condenam.

sexta-feira, 12 de abril de 2013

Salmos 108


DEUS CONCEDE VITÓRIA AO SEU POVO
Cântico. Salmo de Davi

1 Preparado está o meu coração, ó Deus; cantarei e salmodiarei com toda a minha alma.

"Preparado"
Firme (RA) כונּ kuwn

Ser firme, ser estável, ser estabelecido, ser fixado, ser seguro, ser durável, estar firmemente determinado, ser guiado corretamente, ser firme (sentido moral), preparar, estar pronto.

2 Despertai, saltério e harpa! Eu despertarei ao romper da alva.

3 Louvar-te-ei entre os povos, SENHOR, e a ti cantarei salmos entre as nações.

Louvor, povos e nações, combinam bem para Deus.

4 Porque a tua benignidade se eleva acima dos céus, e a tua verdade ultrapassa as mais altas nuvens.

Benignidade de Deus
Verdade de Deus

5 Exalta-te sobre os céus, ó Deus, e a tua glória sobre toda a terra,
6 para que sejam livres os teus amados; salva-nos com a tua destra e ouve-nos.

7 Deus falou no seu santuário: Eu me regozijarei; repartirei a Siquém e medirei o vale de Sucote.
8 Meu é Galaade, meu é Manassés; Efraim é a força da minha cabeça; Judá, o meu legislador.
9 Moabe, a minha bacia de lavar; sobre Edom lançarei o meu sapato; sobre a Filístia jubilarei.

10 Quem me levará à cidade forte? Quem me guiará até Edom?
11 Porventura, não serás tu, ó Deus, que nos rejeitaste? E não sairás, ó Deus, com os nossos exércitos?

12 Dá-nos auxílio para sairmos da angústia, porque vão é o socorro da parte do homem.

13 Em Deus faremos proezas, pois ele calcará aos pés os nossos inimigos.

Versão bíblica: RC
Comentários: JLS

quinta-feira, 11 de abril de 2013

Salmos 107


1 Dai graças ao Senhor, porque ele é bom; porque a sua benignidade dura para sempre;
2 digam-no os remidos do Senhor, os quais ele remiu da mão do inimigo,
3 e os que congregou dentre as terras, do Oriente e do Ocidente, do Norte e do Sul.
4 Andaram desgarrados pelo deserto, por caminho ermo; não acharam cidade em que habitassem.
5 Andavam famintos e sedentos; desfalecia-lhes a alma.
6 E clamaram ao Senhor na sua tribulação, e ele os livrou das suas angústias;
7 conduziu-os por um caminho direito, para irem a uma cidade em que habitassem.
8 Dêem graças ao Senhor pela sua benignidade, e pelas suas maravilhas para com os filhos dos homens!
9 Pois ele satisfaz a alma sedenta, e enche de bens a alma faminta.
10 Quanto aos que se assentavam nas trevas e sombra da morte, presos em aflição e em ferros,
11 por se haverem rebelado contra as palavras de Deus, e desprezado o conselho do Altíssimo,
12 eis que lhes abateu o coração com trabalho; tropeçaram, e não houve quem os ajudasse.
13 Então clamaram ao Senhor na sua tribulação, e ele os livrou das suas angústias.
14 Tirou-os das trevas e da sombra da morte, e quebrou-lhes as prisões.
15 Dêem graças ao Senhor pela sua benignidade, e pelas suas maravilhas para com os filhos dos homens!
16 Pois quebrou as portas de bronze e despedaçou as trancas de ferro.
17 Os insensatos, por causa do seu caminho de transgressão, e por causa das suas iniqüidades, são afligidos.
18 A sua alma aborreceu toda sorte de comida, e eles chegaram até as portas da morte.
19 Então clamaram ao Senhor na sua tribulação, e ele os livrou das suas angústias.
20 Enviou a sua palavra, e os sarou, e os livrou da destruição.
21 Dêem graças ao Senhor pela sua benignidade, e pelas suas maravilhas para com os filhos dos homens!
22 Ofereçam sacrifícios de louvor, e relatem as suas obras com regozijo!
23 Os que descem ao mar em navios, os que fazem comércio nas grandes águas,
24 esses vêem as obras do Senhor, e as suas maravilhas no abismo.
25 Pois ele manda, e faz levantar o vento tempestuoso, que eleva as ondas do mar.
26 Eles sobem ao céu, descem ao abismo; esvaece-lhes a alma de aflição.
27 Balançam e cambaleiam como ébrios, e perdem todo o tino.
28 Então clamam ao Senhor na sua tribulação, e ele os livra das suas angústias.
29 Faz cessar a tormenta, de modo que se acalmam as ondas.
30 Então eles se alegram com a bonança; e assim ele os leva ao porto desejado.
31 Dêem graças ao Senhor pela sua benignidade, e pelas suas maravilhas para com os filhos dos homens!
32 Exaltem-no na congregação do povo, e louvem-no na assembléia dos anciãos!
33 Ele converte rios em deserto, e nascentes em terra sedenta;
34 a terra frutífera em deserto salgado, por causa da maldade dos que nela habitam.
35 Converte o deserto em lagos, e a terra seca em nascentes.
36 E faz habitar ali os famintos, que edificam uma cidade para sua habitação;
37 semeiam campos e plantam vinhas, que produzem frutos abundantes.
38 Ele os abençoa, de modo que se multiplicam sobremaneira; e não permite que o seu gado diminua.
39 Quando eles decrescem e são abatidos pela opressão, aflição e tristeza,
40 ele lança o desprezo sobre os príncipes, e os faz desgarrados pelo deserto, onde não há caminho.
41 Mas levanta da opressão o necessitado para um alto retiro, e dá-lhe famílias como um rebanho.
42 Os retos o vêem e se regozijam, e toda a iniqüidade tapa a sua própria boca.
43 Quem é sábio observe estas coisas, e considere atentamente as benignidades do Senhor.

quarta-feira, 10 de abril de 2013

Salmos 106


1 Louvai ao Senhor. Louvai ao Senhor, porque ele é bom; porque a sua benignidade dura para sempre.
2 Quem pode referir os poderosos feitos do Senhor, ou anunciar todo o seu louvor?
3 Bem-aventurados os que observam o direito, que praticam a justiça em todos os tempos.
4 Lembra-te de mim, Senhor, quando mostrares favor ao teu povo; visita-me com a tua salvação,
5 para que eu veja a prosperidade dos teus escolhidos, para que me alegre com a alegria da tua nação, e me glorie juntamente com a tua herança.
6 Nós pecamos, como nossos pais; cometemos a iniqüidade, andamos perversamente.
7 Nossos pais não atentaram para as tuas maravilhas no Egito, não se lembraram da multidão das tuas benignidades; antes foram rebeldes contra o Altíssimo junto ao Mar Vermelho.
8 Não obstante, ele os salvou por amor do seu nome, para fazer conhecido o seu poder.
9 Pois repreendeu o Mar Vermelho e este se secou; e os fez caminhar pelos abismos como pelo deserto.
10 Salvou-os da mão do adversário, livrou-os do poder do inimigo.
11 As águas, porém, cobriram os seus adversários; nem um só deles ficou.
12 Então creram nas palavras dele e cantaram-lhe louvor.
13 Cedo, porém, se esqueceram das suas obras; não esperaram pelo seu conselho;
14 mas deixaram-se levar pela cobiça no deserto, e tentaram a Deus no ermo.
15 E ele lhes deu o que pediram, mas fê-los definhar de doença.
16 Tiveram inveja de Moisés no acampamento, e de Arão, o santo do Senhor.
17 Abriu-se a terra, e engoliu a Datã, e cobriu a companhia de Abirão;
18 ateou-se um fogo no meio da congregação; e chama abrasou os ímpios.
19 Fizeram um bezerro em Horebe, e adoraram uma imagem de fundição.
20 Assim trocaram a sua glória pela figura de um boi que come erva.
21 Esqueceram-se de Deus seu Salvador, que fizera grandes coisas no Egito,
22 maravilhas na terra de Cão, coisas tremendas junto ao Mar Vermelho.
23 Pelo que os teria destruído, como dissera, se Moisés, seu escolhido, não se tivesse interposto diante dele, para desviar a sua indignação, a fim de que não os destruísse.
24 Também desprezaram a terra aprazível; não confiaram na sua promessa;
25 antes murmuraram em suas tendas e não deram ouvidos à voz do Senhor.
26 Pelo que levantou a sua mão contra eles, afirmando que os faria cair no deserto;
27 que dispersaria também a sua descendência entre as nações, e os espalharia pelas terras.
28 Também se apegaram a Baal-Peor, e comeram sacrifícios oferecidos aos mortos.
29 Assim o provocaram à ira com as suas ações; e uma praga rebentou entre eles.
30 Então se levantou Finéias, que executou o juízo; e cessou aquela praga.
31 E isto lhe foi imputado como justiça, de geração em geração, para sempre.
32 Indignaram-no também junto às águas de Meribá, de sorte que sucedeu mal a Moisés por causa deles;
33 porque amarguraram o seu espírito; e ele falou imprudentemente com seus lábios.
34 Não destruíram os povos, como o Senhor lhes ordenara;
35 antes se misturaram com as nações, e aprenderam as suas obras.
36 Serviram aos seus ídolos, que vieram a ser-lhes um laço;
37 sacrificaram seus filhos e suas filhas aos demônios;
38 e derramaram sangue inocente, o sangue de seus filhos e de suas filhas, que eles sacrificaram aos ídolos de Canaã; e a terra foi manchada com sangue.
39 Assim se contaminaram com as suas obras, e se prostituíram pelos seus feitos.
40 Pelo que se acendeu a ira do Senhor contra o seu povo, de modo que abominou a sua herança;
41 entregou-os nas mãos das nações, e aqueles que os odiavam dominavam sobre eles.
42 Os seus inimigos os oprimiram, e debaixo das mãos destes foram eles humilhados.
43 Muitas vezes os livrou; mas eles foram rebeldes nos seus desígnios, e foram abatidos pela sua iniqüidade.
44 Contudo, atentou para a sua aflição, quando ouviu o seu clamor;
45 e a favor deles lembrou-se do seu pacto, e aplacou-se, segundo a abundância da sua benignidade.
46 Por isso fez com que obtivessem compaixão da parte daqueles que os levaram cativos.
47 Salva-nos, Senhor, nosso Deus, e congrega-nos dentre as nações, para que louvemos o teu santo nome, e nos gloriemos no teu louvor.
48 Bendito seja o Senhor, Deus de Israel, de eternidade em eternidade! E diga todo o povo: Amém. Louvai ao Senhor.

terça-feira, 9 de abril de 2013

Família, criação de Deus

Gênesis 2:18-25
18 E disse o SENHOR Deus: Não é bom que o homem esteja só; far- lhe- ei uma adjutora que esteja como diante dele. 
19 Havendo, pois, o SENHOR Deus formado da terra todo animal do campo e toda ave dos céus, os trouxe a Adão, para este ver como lhes chamaria; e tudo o que Adão chamou a toda a alma vivente, isso foi o seu nome. 
20 E Adão pôs os nomes a todo o gado, e às aves dos céus, e a todo animal do campo; mas para o homem não se achava adjutora que estivesse como diante dele.
21 Então, o SENHOR Deus fez cair um sono pesado sobre Adão, e este adormeceu; e tomou uma das suas costelas e cerrou a carne em seu lugar.
22 E da costela que o SENHOR Deus tomou do homem formou uma mulher; e trouxe- a a Adão. 
23 E disse Adão: Esta é agora osso dos meus ossos e carne da minha carne; esta será chamada varoa, porquanto do varão foi tomada. 
24 Portanto, deixará o varão o seu pai e a sua mãe e apegar- se- á à sua mulher, e serão ambos uma carne. 
25 E ambos estavam nus, o homem e a sua mulher; e não se envergonhavam.

A família é uma instituição divina. Ela é a base da vida social.

Não é bom que o homem viva só

Gênesis 2:18
E disse o SENHOR Deus: Não é bom que o homem esteja só; far-lhe-ei uma adjutora que esteja como diante dele.

FAMÍLIA: COMPANHEIRISMO E AJUDA MÚTUA
O plano de Deus para a família, foi de afastar a solidão e promover o companheirismo e ajuda mutua entre um homem e uma mulher. É nessa plataforma formada, que os filhos devem chegar. 
Gn 2:18

Deus faz que o solitário habite em família

Salmos 68:6
Deus faz que o solitário viva em família; liberta aqueles que estão presos em grilhões; mas os rebeldes habitam em terra seca.

FAMÍLIA: VENCENDO A SOLIDÃO 
A família é a cura para a solidão. Ter uma família e viver solitário, significa que a família não está sendo funcional ou que a pessoa não está funcionando na família. 

Ser solitário é normal quando não se tem uma família; mas ter uma família e viver na solidão é deixar de desfrutar do propósito de Deus.

Com a família vencemos a solidão!
Salmos 68:6

A Palavra de Deus guia a família

Salmos 119:105
Lâmpada para os meus pés é tua palavra e luz, para o meu caminho.

FAMÍLIA: A LUZ QUE NECESSITAMOS

Há momentos de escuridão onde a indecisão e dúvida se apresentam na família. É necessário buscar juntos uma luz para ter a direção para a saída.
A Palavra de Deus é uma lâmpada acesa para a caminhada familiar e uma luz para seguir o caminho juntos e unidos.
Salmos 119:105

Juntos e unidos como família:

Apresentem as dificuldades da caminhada.
Leiam a Bíblia.
Recebam a revelação (luz) da Palavra de Deus para continuar.
Orem agradecendo a Deus.

O temor de Deus traz bênçãos para a família

Salmos 128:1
Bem-aventurado aquele que teme ao SENHOR e anda nos seus caminhos!

FAMÍLIA: REVERÊNCIA A DEUS
Quando uma família tem reverência a Deus dentro de seu lar, 
então a bênção e a felicidade estarão presentes.
Salmos 128:1

A bênção de Deus sobre as famílias

Gênesis 12:3
Abençoarei os que te abençoarem e amaldiçoarei os que te amaldiçoarem; em ti serão benditas todas as famílias da terra.

FAMÍLIA: UMA FAMÍLIA PODE ABENÇOAR MUITAS FAMÍLIAS

O impacto de sua fé no mundo, deve estar alinhado ao impacto de sua fé em seu lar. 

Através de uma família; um vizinho, uma rua, um bairro, uma cidade, 
uma ou muitas nações podem ser abençoadas.

Gênesis 12:3

O Senhor edificando a família

Salmos 127:1-5
1 Se o SENHOR não edificar a casa, em vão trabalham os que edificam; se o SENHOR não guardar a cidade, em vão vigia a sentinela. 
2 Inútil vos será levantar de madrugada, repousar tarde, comer o pão de dores, pois assim dá ele aos seus amados o sono.
3 Eis que os filhos são herança do SENHOR, e o fruto do ventre, o seu galardão. 
4 Como flechas na mão do valente, assim são os filhos da mocidade. 
5 Bem- aventurado o homem que enche deles a sua aljava; não serão confundidos, quando falarem com os seus inimigos à porta.

FAMÍLIA: EDIFICAÇÃO DE DEUS
Todo esforço e dedicação dos membros de uma família, podem construir uma linda casa e até uma mansão; mas para edificar um lar abençoado, é necessário convidar o Arquiteto que fez a família - Deus.
Salmos 127:1-5

A mais importante instituição criada por Deus na face da terra; a célula mater da sociedade - a família.

A FAMÍLIA NA ATUALIDADE

PRINCIPAIS DESAFIOS
COMO PODEMOS VENCÊ-LOS















INTRODUÇÃO

Como você define essa palavra: FAMÍLIA.

Palavra chave: Família: Grupo de pessoas ligadas por casamento, filiação ou adoção.

A família é a mais importante instituição criada por Deus para a sociedade.

Nessa lição estudaremos:

1. A família no plano divino.
2. A queda e as suas conseqüências para a família.
3. A constituição familiar ao longo dos séculos.

I) A FAMÍLIA NO PLANO DE DEUS

A) O propósito de Deus

Deus criou a família com desígnios sublimes.
O Criador não fez o ser humano para viver na solidão.

Gênesis 2:18
E disse o SENHOR Deus: Não é bom que o homem esteja só; far- lhe- ei uma adjutora que esteja como diante dele.

Esse texto mostra o primeiro objetivo de Deus ao criar a família.

O primeiro propósito

A célula mater da sociedade foi criada a partir da necessidade humana de ter companhia.
De propiciar ao ser humano abrigo e relacionamento.

Por causa dos ataques e da desintegração familiar, atualmente temos visto e vivido um tempo de escassez na área dos relacionamentos.

Estamos ficando cada vez mais superficiais, frios e distantes uns dos outros.


Mateus 24:12
E, por se multiplicar a iniqüidade, o amor de muitos se esfriará.

Por isso precisamos investir em nosso relacionamento familiar.

O segundo propósito

Fazer dela um núcleo pelo qual as bênçãos do Senhor seriam espalhadas sobre toda a terra.

Gênesis 1:28
E Deus os abençoou e Deus lhes disse: Frutificai, e multiplicai-vos, e enchei a terra, e sujeitai- a; e dominai sobre os peixes do mar, e sobre as aves dos céus, e sobre todo o animal que se move sobre a terra.

B. Um lugar de proteção e sustento

Deus preparou o jardim do Éden para ser o lar da primeira família.
Um lugar de acolhimento, proteção e provisão.

Adão e Eva tinham tudo o que precisavam para usufruir de uma vida saudável e feliz; e sobre tudo, tinham a presença de Deus.

Gênesis 1:29
E disse Deus: Eis que vos tenho dado toda erva que dá semente e que está sobre a face de toda a terra e toda árvore em que há fruto de árvore que dá semente; ser- vos- ão para mantimento.

Deus sabia que a escassez e as privações trazem conflitos para as famílias.
Por isso proveu tudo para a primeira família e provê para todas as famílias.

Êxodo 12:3
Falai a toda a congregação de Israel, dizendo: Aos dez deste mês, tome cada um para si um cordeiro, segundo as casas dos pais, um cordeiro para cada casa.

Salmos 23:1
O SENHOR é o meu pastor; nada me faltará.

Deus deseja que cada família tenha sua provisão diária.

Mateus 6:11
O pão nosso de cada dia dá-nos hoje.

Da mesma maneira que Adão tinha a responsabilidade de cuidar do jardim (Gn 2:8), Deus deu a você a responsabilidade de zelar por sua família.

Gênesis 2:8
E plantou o SENHOR Deus um jardim no Éden, da banda do Oriente, e pôs ali o homem que tinha formado.

C. A primeira família

Deus formou Adão do pó da terra.

Gênesis 2:7
E formou o SENHOR Deus o homem do pó da terra e soprou em seus narizes o fôlego da vida; e o homem foi feito alma vivente.

Vendo que o homem não poderia viver sozinho, retirou uma costela de Adão e criou Eva, sua companheira.

Gênesis 2:22
E da costela que o SENHOR Deus tomou do homem formou uma mulher; e trouxe- a a Adão.

Isso mostra que diante do Todo Poderoso, homem e mulher são iguais na sua essência.
Ambos vieram do pó da terra e um dia tornarão.

Gênesis 3:19
No suor do teu rosto, comerás o teu pão, até que te tornes à terra; porque dela foste tomado, porquanto és pó e em pó te tornarás.

Após criar o homem e a mulher, o Senhor ordenou o casamento, estabelecendo então a mais importante instituição de uma sociedade: a família (sem filhos ainda).

Gênesis 2:24, 25
24 Portanto, deixará o varão o seu pai e a sua mãe e apegar-se-á à sua mulher, e serão ambos uma carne. 
25 E ambos estavam nus, o homem e a sua mulher; e não se envergonhavam.

Deus criou a família com desígnios sublimes. O Criador não fez o ser humano para viver na solidão.

RESPONDA

1. Qual o propósito de Deus ao criar a família?

O propósito divino era estabelecer uma instituição que pudesse propiciar ao ser humano abrigo e relacionamento.

2. O que o jardim do Éden era para a primeira família?

Um local especial de acolhimento, proteção e provisão.

II) A QUEDA E AS SUAS CONSEQÜÊNCIAS PARA A FAMÍLIA

A. O ataque do inimigo

Satanás levou a mulher a desobedecer à voz de Deus.

Gênesis 3:1
Ora, a serpente era mais astuta que todas as alimárias do campo que o SENHOR Deus tinha feito. E esta disse à mulher: É assim que Deus disse: Não comereis de toda árvore do jardim?

Eva confirmou a ordem do Senhor, mas cedeu à tentação do maligno.

Gênesis 3:2, 3
2 E disse a mulher à serpente: Do fruto das árvores do jardim comeremos, 
3 mas, do fruto da árvore que está no meio do jardim, disse Deus: Não comereis dele, nem nele tocareis, para que não morrais.

O inimigo a iludiu, seduziu e a fez cair no pecado da desobediência e Adão seguiu pelo mesmo caminho. 

Gênesis 3:4, 5
4 Então, a serpente disse à mulher: Certamente não morrereis. 
5 Porque Deus sabe que, no dia em que dele comerdes, se abrirão os vossos olhos, e sereis como Deus, sabendo o bem e o mal. 

Isso mostra que a família, desde a sua instituição, foi alvo dos ataques do inimigo.
Satanás fez de tudo para frustrar os propósitos de Deus para a família, mas não conseguiu.

Jó 42:2
Bem sei eu que tudo podes, e nenhum dos teus pensamentos pode ser impedido.

Da semente da mulher, nasceria o Messias, aquele que esmagaria Satanás.

Gênesis 3:15
E porei inimizade entre ti e a mulher e entre a tua semente e a sua semente; esta te ferirá a cabeça, e tu lhe ferirás o calcanhar.

O propósito do inimigo é bem claro para a família, mas o de Jesus também.

João 10:10
O ladrão não vem senão a roubar, a matar e a destruir; eu vim para que tenham vida e a tenham com abundância.

B. Os resultados da queda no relacionamento familiar

Qual é a origem dos males que atacam a família? O pecado.

A vida da primeira família era perfeita, mas após a queda, podemos ver sentimentos de medo, culpa e vergonha, perturbando a convivência do casal.

Gênesis 3:8-12
8 E ouviram a voz do SENHOR Deus, que passeava no jardim pela viração do dia; e escondeu-se Adão e sua mulher da presença do SENHOR Deus, entre as árvores do jardim. 
9 E chamou o SENHOR Deus a Adão e disse-lhe: Onde estás? 
10 E ele disse: Ouvi a tua voz soar no jardim, e temi, porque estava nu, e escondi-me. 11 E Deus disse: Quem te mostrou que estavas nu? Comeste tu da árvore de que te ordenei que não comesses? 
12 Então, disse Adão: A mulher que me deste por companheira, ela me deu da árvore, e comi.

O pecado sempre faz o relacionamento familiar adoecer.
Há muitos lares doentes, onde a família deixou há muito tempo de ser um local de acolhimento, proteção e cuidado devido aos pecados não confessados e não abandonados.

Essas transgressões causam culpa e separam as famílias da comunhão entre os membros e Deus.

C. A vida familiar depois da queda

O pecado de um único homem trouxe conseqüências terríveis para a primeira família e toda a humanidade.

Depois da queda a vida familiar já não seria mais a mesma.

A mulher teria filhos com dor e o seu desejo, ou seja, sua vontade estaria submetida à vontade de seu marido.

Gênesis 3:16
E à mulher disse: Multiplicarei grandemente a tua dor e a tua conceição; com dor terás filhos; e o teu desejo será para o teu marido, e ele te dominará.

Adão deveria comer agora seu pão diário com dores, pois o trabalho de arar a terra para ter sua subsistência garantida seria bem difícil.

Gênesis 3:17
E a Adão disse: Porquanto deste ouvidos à voz de tua mulher e comeste da árvore de que te ordenei, dizendo: Não comerás dela, maldita é a terra por causa de ti; com dor comerás dela todos os dias da tua vida.

A terra também foi afetada pelo pecado, produzindo espinhos e cardos.

Gênesis 3:18
Espinhos e cardos também te produzirá; e comerás a erva do campo.

A morte física também é uma conseqüência da transgressão do homem.

Gênesis 3:19
No suor do teu rosto, comerás o teu pão, até que te tornes à terra; porque dela foste tomado, porquanto és pó e em pó te tornarás.

Deus ama o pecador, mas não tolera o pecado.

Como punição pela desobediência, Adão e Eva, foram expulsos do jardim do Éden.

Gênesis 3:20-24
20 E chamou Adão o nome de sua mulher Eva, porquanto ela era a mãe de todos os viventes. 
21 E fez o SENHOR Deus a Adão e a sua mulher túnicas de peles e os vestiu.
22 Então, disse o SENHOR Deus: Eis que o homem é como um de nós, sabendo o bem e o mal; ora, pois, para que não estenda a sua mão, e tome também da árvore da vida, e coma, e viva eternamente, 
23 o SENHOR Deus, pois, o lançou fora do jardim do Éden, para lavrar a terra, de que fora tomado. 
24 E, havendo lançado fora o homem, pôs querubins ao oriente do jardim do Éden e uma espada inflamada que andava ao redor, para guardar o caminho da árvore da vida.

A vida no jardim, antes da queda pode ser comparada à vida eterna que um dia desfrutaremos no céu. Tudo era bom, pois foi tudo pensado, planejado e criado por um Deus que preza pela excelência.

Se tivessem permanecido na obediência, Adão e Eva teriam sido felizes para todo o sempre. Todavia, Jesus Cristo veio ao mundo para resgatar as famílias da maldição do pecado. Cristo se fez pecado por nós, e na cruz levou as nossas iniqüidade sobre si.

Isaías 53:4
Verdadeiramente, ele tomou sobre si as nossas enfermidades e as nossas dores levou sobre si; e nós o reputamos por aflito, ferido de Deus e oprimido.

Isso nos mostra o quanto Deus deseja abençoar nossas famílias.

A família, desde a sua instituição, foi alvo dos ataques do inimigo. Satanás fez de tudo para que o propósito de Deus para as famílias fosse destruído.

Este foi o modelo idealizado pelo Senhor: Um homem e uma mulher, unidos pelo matrimônio.

RESPONDA

3. Qual é a origem dos males que atacam as famílias?

O pecado.

4. Cite as conseqüências do pecado para a mulher, o homem e a terra.

A mulher teria filhos com muita dor (Gn 3:16) e o seu desejo, ou seja, sua vontade estaria submetida à vontade de seu marido.
A terra começou a produzir espinhos e cardos (Gn 3:18).
O homem ganharia o seu pão com o suor de seu rosto (Gn 3:19).

II) A CONSTITUIÇÃO FAMÍLIA AO LONGO DOS SÉCULOS

As mudanças na família não altera seu valor, nem o plano de Deus para a mesma.

A. Família patriarcal

A voz de direção vem do homem.
O pai (pater) era visto como o senhor da casa e da família.
É permitido ao homem ter várias mulheres oficialmente e que possa cuidar delas. Isso é chamado de poligamia.
A esposa ou esposas e filhos não tinham liberdade de escolha, pois a palavra final era sempre do patriarca.

Vemos exemplos no A.T. 

Esclarecimento: Não era o modelo que Deus nos deixou.
Ele fez um homem para uma mulher no Éden.

B. Família matriarcal

Com o passar do tempo, o homem foi perdendo sua autoridade e a mulher foi ganhando espaço; não somente o dela, mas também do marido.

Em tempos mais recentes, a mulher foi trabalhar fora e reivindicou seus “direitos”.
Provou para o homem que é tão capaz quanto ele.

Tem acontecido que famílias são regidas pela mulher.

C. Família "filhoarcal"

Essa palavra não existe, mas a situação sim.

Com o pai e a mãe trabalhando fora e agora com tão pouco tempo para os filhos; eles se tornaram o “rei” da casa.

Todos os agrados são feitos e tudo gira em torno dos filhos. Quando crescem vão embora e deixam um casal que não sabe conversar outra coisa senão do filho que se foi.

Muitos se quebram com esse modelo.

D. Família nuclear (monogâmica)

Este foi o modelo idealizado pelo Senhor: Um homem e uma mulher, unidos pelo matrimônio, tornam-se uma só carne.

Gênesis 2:24
Portanto, deixará o varão o seu pai e a sua mãe e apegar-se-á à sua mulher, e serão ambos uma carne.

Mateus 19:5
e disse: Portanto, deixará o homem pai e mãe e se unirá à sua mulher, e serão dois numa só carne?

E. Família na atualidade

A família está inserida dentro de um contexto social, e portanto, sujeita a mudanças.

Porém, os princípios divinos para as famílias são eternos e imutáveis.

Mateus 24:35
O céu e a terra passarão, mas as minhas palavras não hão de passar.

Os inimigos e desafios enfrentados pelas famílias na atualidade são muitos; vejamos alguns:

A. A carne

A luta na família: Carne x Espírito.
Natureza carnal nos membros da família.

É tão intensa essa luta, que parece ser impossível vencê-la.

Romanos 7:15-24
15 Porque o que faço, não o aprovo, pois o que quero, isso não faço; mas o que aborreço, isso faço. 
16 E, se faço o que não quero, consinto com a lei, que é boa. 
17 De maneira que, agora, já não sou eu que faço isto, mas o pecado que habita em mim. 18 Porque eu sei que em mim, isto é, na minha carne, não habita bem algum; e, com efeito, o querer está em mim, mas não consigo realizar o bem. 
19 Porque não faço o bem que quero, mas o mal que não quero, esse faço. 
20 Ora, se eu faço o que não quero, já o não faço eu, mas o pecado que habita em mim.
21 Acho, então, esta lei em mim: que, quando quero fazer o bem, o mal está comigo. 
22 Porque, segundo o homem interior, tenho prazer na lei de Deus. 
23 Mas vejo nos meus membros outra lei que batalha contra a lei do meu entendimento e me prende debaixo da lei do pecado que está nos meus membros. 
24 Miserável homem que eu sou! Quem me livrará do corpo desta morte?

Jesus na família e em cada membro, resolve isso.

Romanos 8:1, 2
1 Portanto, agora, nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus, que não andam segundo a carne, mas segundo o espírito. 
2 Porque a lei do Espírito de vida, em Cristo Jesus, me livrou da lei do pecado e da morte.

A conduta dos membros da família, ajudaram a mantê-la viva espiritualmente e saudável.

Gálatas 5:16
Digo, porém: Andai em Espírito e não cumprireis a concupiscência da carne.

Se há espiritualidade na família, evitar-se-a as obras da carne.
Se não há, as obras da carne estarão presentes na família.

Como as obras da carne afeta a família?

Gálatas 5:19-21
19 Porque as obras da carne são manifestas, as quais são: prostituição, impureza, lascívia, 
20 idolatria, feitiçarias, inimizades, porfias, emulações, iras, pelejas, dissensões, heresias, 21 invejas, homicídios, bebedices, glutonarias e coisas semelhantes a estas, acerca das quais vos declaro, como já antes vos disse, que os que cometem tais coisas não herdarão o Reino de Deus.

Se há espiritualidade na família, produzir-se-a o fruto do Espírito.

Como o fruto do Espírito pode ser produzido?
Como o fruto do Espírito beneficia a família?

Gálatas 5:22, 23
22 Mas o fruto do Espírito é: caridade, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão, temperança. 
23 Contra essas coisas não há lei.

B. O mundo

Quando o mundo está dentro da igreja, é porque ele já está dentro da família.

Para uma família que quer ser abençoada, não há meio termo; é o amor ao mundo ou a Deus.

1 João 2:15
Não ameis o mundo, nem o que no mundo há. Se alguém ama o mundo, o amor do Pai não está nele.

O que há no mundo e como afeta a família?

1 João 2:16
Porque tudo o que há no mundo, a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a soberba da vida, não é do Pai, mas do mundo.

Não há como servir a dois senhores

Mateus 6:24
Ninguém pode servir a dois senhores, porque ou há de odiar um e amar o outro ou se dedicará a um e desprezará o outro. Não podeis servir a Deus e a Mamom.

A carne é o sistema interno e mundano que devemos submeter à vida no Espírito; mas o mundo são as influências externas que querem entrar e nós e afetar a família.

Há vitória para quem escolhe amar a Deus. 
Ele dará vitória à nossa família a partir da fé que depositamos nEle.

1 João 5:4
Porque todo o que é nascido de Deus vence o mundo; e esta é a vitória que vence o mundo: a nossa fé.

C. O diabo

Como podemos vencer o diabo?

Tiago 4:7
Sujeitai- vos, pois, a Deus; resisti ao diabo, e ele fugirá de vós.

Sujeitar-se a Deus.
Resisti ao diabo. Para isso precisamos da armadura de Deus (Efésios 6:10-17).
O diabo fugirá da família.

Tem que começar individualmente, e seguir com a família.

Os três maiores desafios espirituais da família são: o mundo, a carne e o diabo.

RESPONDA

5. De acordo com a lição, quais são os principais inimigos espirituais da família na atualidade?

A carne, o mundo e o diabo.

CONCLUSÃO

Nunca a família foi tão desafiada pelas forças do mal como hoje. Porém, é na presença do Senhor que a família garantirá a vitória sobre os desafios da sociedade atual. Busquemos ao Senhor juntamente com toda a nossa casa.

Bibliografia: 

Lições Bíblicas 2o Trimestre 2013 - A Família Cristã no Século XXI - CPAD.
Tempo com a Palavra - JLS.

Ficaram com Ele - João 1.39

Clique aqui para ouvir