segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

Gênesis 4

1 E conheceu Adão a Eva, sua mulher, e ela concebeu, e teve a Caim, {que significa aquisição} e disse: Alcancei do SENHOR um varão. 
2 E teve mais a seu irmão Abel; {que significa vaidade} e Abel foi pastor de ovelhas, e Caim foi lavrador da terra. 
3 E aconteceu, ao cabo de dias, que Caim trouxe do fruto da terra uma oferta ao SENHOR. 
4 E Abel também trouxe dos primogênitos das suas ovelhas e da sua gordura; e atentou o SENHOR para Abel e para a sua oferta. 
5 Mas para Caim e para a sua oferta não atentou. E irou-se Caim fortemente, e descaiu-lhe o seu semblante. 

Caim (v.1): 
  1. Significa “Aquisição”
  2. Era lavrador da terra (v.2)
  3. Trouxe do fruto da terra uma oferta (v.3)
  4. Deus não aceitou sua oferta (v.5)
Abel (v.2):
  1. Significa “Sopro, esvanecer, causar vaidade, desmaiar, dissipar-se. 
  2. Era pastor de ovelhas (v.2)
  3. Trouxe dos primogênitos das suas ovelhas (v.4)
  4. Deus aceitou sua oferta (v.4)
6 E o SENHOR disse a Caim: Por que te iraste? E por que descaiu o teu semblante? 

7 Se bem fizeres, não haverá aceitação {ou remissão} para ti? E, se não fizeres bem, o pecado jaz à porta, e para ti será o seu desejo, e sobre ele dominarás. 

8 E falou Caim com o seu irmão Abel; e sucedeu que, estando eles no campo, se levantou Caim contra o seu irmão Abel e o matou

O primeiro assassinato na Bíblia.

9 E disse o SENHOR a Caim: Onde está Abel, teu irmão? E ele disse: Não sei; sou eu guardador do meu irmão? 
10 E disse Deus: Que fizeste? A voz do sangue do teu irmão clama a mim desde a terra

11 E agora maldito {és} tu desde a terra, que abriu a sua boca para receber da tua mão o sangue do teu irmão. 
12 Quando lavrares a terra, não te dará mais a sua força; fugitivo e errante serás na terra. 
13 Então, disse Caim ao SENHOR: É maior a minha maldade que a que possa ser {ou suportar} perdoada. 
14 Eis que hoje me lanças da face da terra, e da tua face me esconderei; e serei fugitivo e errante na terra, e será que todo aquele que me achar me matará. 

15 O SENHOR, porém, disse-lhe: Portanto, qualquer que matar a Caim sete vezes será castigado. {ou vingado} E pôs o SENHOR um sinal em Caim, para que não o ferisse qualquer que o achasse. 

16 E saiu Caim de diante da face do SENHOR e habitou na terra de Node, da banda do oriente do Éden. 
17 E conheceu Caim a sua mulher, e ela concebeu e teve a Enoque; e ele edificou uma cidade e chamou o nome da cidade pelo nome de seu filho Enoque. 
18 E a Enoque nasceu Irade, e Irade gerou a Meujael, e Meujael gerou a Metusael, e Metusael gerou a Lameque. 
19 E tomou Lameque para si duas mulheres; o nome de uma era Ada, e o nome da outra, Zilá. 
20 E Ada teve a Jabal; este foi o pai dos que habitam em tendas e {têm} gado. 

21 E o nome do seu irmão era Jubal; este foi o pai de todos os que tocam harpa e órgão
22 E Zilá também teve a Tubalcaim, mestre de toda obra de cobre e de ferro; e a irmã de Tubalcaim {foi} Naamá. 

23 E disse Lameque a suas mulheres: Ada e Zilá, ouvi a minha voz; vós, mulheres de Lameque, escutai o meu dito: porque eu matei um varão, por me ferir, e um jovem, por me pisar. 
24 Porque sete vezes Caim será vingado; {ou castigado} mas Lameque, setenta vezes sete. 

25 E tornou Adão a conhecer a sua mulher; e ela teve um filho e chamou o seu nome Sete; {que significa compensação ou renovo} porque, disse ela, Deus me deu outra semente em lugar de Abel; porquanto Caim o matou. 

Sete = compensação ou renovo.

26 E a Sete mesmo também nasceu um filho; e chamou o seu nome Enos; então, se começou a invocar o nome do SENHOR.

Comentários e notas: JLS

Bibliografia:

Bíblia Sagrada RC, RA
Tempo com a Palavra - JLS
Strong's Numbers Bible


domingo, 29 de dezembro de 2013

Gênesis 5

1 Este é o livro das gerações de Adão. No dia em que Deus criou o homem, à semelhança de Deus o fez. 
2 Macho e fêmea os criou, e os abençoou, e chamou o seu nome Adão, no dia em que foram criados. 
3 E Adão viveu cento e trinta anos, e gerou um {filho} à sua semelhança, conforme a sua imagem, e chamou o seu nome Sete. 
4 E foram os dias de Adão, depois que gerou a Sete, oitocentos anos, e gerou filhos e filhas. 

ADÃO ATÉ NOÉ (10 gerações = 1 ciclo completo)

5 E foram todos os dias que Adão viveu novecentos e trinta anos; e morreu. 

Adão viveu 930 anos.

6 E viveu Sete cento e cinco anos e gerou a Enos. 
7 E viveu Sete, depois que gerou a Enos, oitocentos e sete anos e gerou filhos e filhas. 

8 E foram todos os dias de Sete novecentos e doze anos; e morreu. 

Sete significa “compensação”.
Sete viveu 912 anos.

9 E viveu Enos noventa anos; e gerou a Cainã. 
10 E viveu Enos, depois que gerou a Cainã, oitocentos e quinze anos e gerou filhos e filhas. 

11 E foram todos os dias de Enos novecentos e cinco anos; e morreu. 

Enos significa “Homem em sua debilidade mortal”.
Enos viveu 905 anos.

12 E viveu Cainã setenta anos e gerou a Maalalel. 
13 E viveu Cainã, depois que gerou a Maalalel, oitocentos e quarenta anos e gerou filhos e filhas. 

14 E foram todos os dias de Cainã novecentos e dez anos; e morreu. 

Cainã significa “Possuidor, uma perseguição”.
Cainã viveu 910 anos.

15 E viveu Maalalel sessenta e cinco anos e gerou a Jarede. 
16 E viveu Maalalel, depois que gerou a Jarede, oitocentos e trinta anos e gerou filhos e filhas. 

17 E foram todos os dias de Maalalel oitocentos e noventa e cinco anos; e morreu. 

Maalalel significa “Aquele que louva a Deus”.
Maalalel viveu 895 anos.

18 E viveu Jarede cento e sessenta e dois anos e gerou a Enoque. 
19 E viveu Jarede, depois que gerou a Enoque, oitocentos anos e gerou filhos e filhas. 

20 E foram todos os dias de Jarede novecentos e sessenta e dois anos; e morreu. 

Jarede viveu 962 anos.

21 E viveu Enoque sessenta e cinco anos e gerou a Metusalém. 
22 E andou Enoque com Deus, depois que gerou a Metusalém, trezentos anos e gerou filhos e filhas. 

23 E foram todos os dias de Enoque trezentos e sessenta e cinco anos
24 E andou Enoque com Deus; e não se viu {mais,} porquanto Deus {para si} o tomou. 

Enoque significa “Dedicado, consagrado e experimentado”
Enoque viveu 365 anos.
Era a 7a geração.

Enoque e Deus:
  1. Enoque andou com Deus = dedicação.
  2. Enoque não foi visto mais = consagração.
  3. Enoque foi tomado por Deus = experiência.
25 E viveu Metusalém cento e oitenta e sete anos e gerou a Lameque. 
26 E viveu Metusalém, depois que gerou a Lameque, setecentos e oitenta e dois anos e gerou filhos e filhas. 

27 E foram todos os dias de Metusalém novecentos e sessenta e nove anos; e morreu. 

Metusalém viveu 969 anos.

28 E viveu Lameque cento e oitenta e dois anos e gerou um filho. 

29 E chamou o seu nome Noé, {Heb. Noah, que significa repouso} dizendo: Este nos consolará acerca de nossas obras e do trabalho de nossas mãos, por causa da terra que o SENHOR amaldiçoou. 

Noé = repouso.
Os pais tinham a esperança do Salvador.

30 E viveu Lameque, depois que gerou a Noé, quinhentos e noventa e cinco anos e gerou filhos e filhas. 
31 E foram todos os dias de Lameque setecentos e setenta e sete anos; e morreu. 

Lameque significa “Poderoso, destruidor, jovem forte”.
Lameque viveu 777 anos.

32 E era Noé da idade de quinhentos anos e gerou Noé a Sem, Cam e Jafé.

Noé significa “repouso”. Gn 9:29
Na 7a geração, Enoque foi dedicado, consagrado e teve experiência com Deus.
Na 10a geração, Noé teve repouso com Deus.  

Noé viveu 950 anos.

Comentários e notas: JLS

Bibliografia:

Bíblia Sagrada RC, RA
Tempo com a Palavra - JLS
Strong's Numbers Bible 


sábado, 28 de dezembro de 2013

Gênesis 6

1 E aconteceu que, como os homens começaram a multiplicar-se sobre a face da terra, e lhes nasceram filhas, 

2 viram os filhos de Deus que as filhas dos homens eram formosas; e tomaram para si mulheres de todas as que escolheram. 

Dt 7:3, 4

3 Então, disse o SENHOR: Não contenderá {ou permanecerá} o meu Espírito para sempre com o homem, porque ele também {é} carne; porém os seus dias serão cento e vinte anos

Deus determinou que o homem não vivesse mais que 120 anos? Acabou aquelas idades enormes com a lista de Gn 5.

4 Havia, naqueles dias, gigantes na terra; e também depois, quando os filhos de Deus entraram às filhas dos homens e {delas} geraram {filhos;} estes {eram} os valentes que houve na antiguidade, os varões de fama. 

5 E viu o SENHOR que a maldade do homem se multiplicara sobre a terra e que toda imaginação dos pensamentos de seu coração era só má continuamente

A maldade tinha se multiplicado na terra. 
Toda imaginação dos pensamentos era só má continuamente.

6 Então, arrependeu-se o SENHOR de haver feito o homem sobre a terra, e pesou-lhe em seu coração. 

Deus arrependeu-se de haver feito o homem – tristeza no coração de Deus.

7 E disse o SENHOR: Destruirei, de sobre a face da terra, o homem que criei, desde o homem até ao animal, até ao réptil e até à ave dos céus; porque me arrependo de os haver feito. 

8 Noé, porém, achou graça aos olhos do SENHOR

No meio de tanto pecado, Deus achou alguém que O amava.
Noé achou graça aos olhos do Senhor.

9 Estas {são} as gerações de Noé: Noé era varão justo e reto em suas gerações; Noé andava com Deus

Noé era justo e reto em suas gerações e andava com Deus.

10 E gerou Noé três filhos: Sem, Cam e Jafé. 

11 A terra, porém, estava corrompida diante da face de Deus; e encheu-se a terra de violência

A terra estava corrompida e cheia de violência.

12 E viu Deus a terra, e eis que estava corrompida; porque toda carne havia corrompido o seu caminho sobre a terra. 

13 Então, disse Deus a Noé: O fim de toda carne é vindo perante a minha face; porque a terra está cheia de violência; e eis que os desfarei com a terra

Deus determinou o fim de toda carne, desfazendo com a terra.

14 Faze para ti uma arca da madeira de gofer; farás compartimentos {ou divisões} na arca e a betumarás por dentro e por fora com betume. 

Deus fala com a única pessoa obediente e lhe ordena que fizesse uma arca.

15 E desta maneira farás: de trezentos côvados o comprimento da arca, e de cinqüenta côvados a sua largura, e de trinta côvados a sua altura. 

Trezentos côvados = 135 metros.
Cinquenta côvados = 22.5 metros.
Trinta côvados = 13.5 metros.

16 Farás na arca uma janela e de um côvado a acabarás em cima; e a porta da arca porás ao seu lado; far-lhe-ás {andares} baixos, segundos e terceiros. 

Um côvado = 45 centímetros.

17 Porque eis que eu trago um dilúvio de águas sobre a terra, para desfazer toda carne em que {há} espírito de vida debaixo dos céus: tudo o que há na terra expirará. 

Deus disse que traria um dilúvio sobre a terra – conseqüência do pecado.

18 Mas contigo estabelecerei o meu pacto; e entrarás na arca, tu e os teus filhos, e a tua mulher, e as mulheres de teus filhos contigo

Deus estabeleceu Seu pacto com Noé.
Deus ordenou que Noé entrasse na arca com sua família.

19 E de tudo o que vive, de toda carne, dois de cada espécie meterás na arca, para os conservares vivos contigo; macho e fêmea serão. 
20 Das aves conforme a sua espécie, dos animais conforme a sua espécie, de todo réptil da terra conforme a sua espécie, dois de cada {espécie} virão a ti, para os conservares em vida. 

Deus ordenou que entrasse na arca animais de dois de cada espécie.

21 E tu toma para ti de toda comida que se come e ajunta-a para ti; e te será para mantimento, para ti e para eles. 

22 Assim fez Noé; conforme tudo o que Deus lhe mandou, assim o fez.

Noé foi obediente a Deus em tudo.


"O segredo de ser bem sucedido, não é somente ouvir bem todas as instruções, mas executa-las tal como lhe foi ordenado". JLS

Comentários e notas: JLS

Bibliografia:

Bíblia Sagrada RC, RA
Tempo com a Palavra - JLS
Strong's Numbers Bible

sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

Atos 12


HERODES MANDA MATAR TIAGO (v. 1, 2)

1 Por aquele mesmo tempo o rei Herodes estendeu as mãos sobre alguns da igreja, para os maltratar;
2 e matou à espada Tiago, irmão de João.

Foi muito triste para a Igreja, perder o irmão Tiago.

PEDRO É LIVRE DA PRISÃO (v. 3-19)

3 Vendo que isso agradava aos judeus, continuou, mandando prender também a Pedro. (Eram então os dias dos pães ázimos.)

"dias dos pães ázimos" = Páscoa

4 E, havendo-o prendido, lançou-o na prisão, entregando-o a quatro grupos de quatro soldados cada um para o guardarem, tencionando apresentá-lo ao povo depois da páscoa.

"quatro grupos de quatro soldados cada um"

No total eram 16 soldados para guardar 1 homem.
Eles faziam turnos de 4 soldados por vez.

5 Pedro, pois, estava guardado na prisão; mas a igreja orava com insistência a Deus por ele.

Pedro na prisão e a Igreja orando por ele.
Quantas pessoas estão presas; mas a Igreja precisa orar por elas insistentemente e crer que Deus fará um milagre.

6 Ora quando Herodes estava para apresentá-lo, nessa mesma noite estava Pedro dormindo entre dois soldados, acorrentado com duas cadeias e as sentinelas diante da porta guardavam a prisão.

Era humanamente impossível Pedro conseguisse sair.
Haviam dois soldados dentro da cela acorrentados com duas cadeias a Pedro e na porta da prisão, outros dois vigiando.
Que ameaça era Pedro para Herodes!

7 E eis que sobreveio um anjo do Senhor, e uma luz resplandeceu na prisão; e ele, tocando no lado de Pedro, o despertou, dizendo: Levanta-te depressa. E caíram-lhe das mãos as cadeias.

Imaginem o lugar escuro e alguém (o anjo do Senhor) acende a luz (uma luz resplandeceu na prisão). Todos deveriam acordar com o resplendor da luz, principalmente os soldados, mas não.

O anjo do Senhor acordou a Pedro, cutucando suas costelas e soltou as cadeias que estavam ligadas aos dois soldados que continuam roncando. Nosso Deus é demais!

8 Disse-lhe ainda o anjo: Cinge-te e calça as tuas sandálias. E ele o fez. Disse-lhe mais; Cobre-te com a tua capa e segue-me.

Ordens do anjo:

* Veste-se (dignidade);
* Calça as sandálias (caminhada);
* Cobre-te com a capa (cobertura espiritual);
* Segue-me (direção).

9 Pedro, saindo, o seguia, mesmo sem compreender que era real o que se fazia por intermédio de um anjo, julgando que era uma visão.

10 Depois de terem passado a primeira e a segunda sentinela, chegaram à porta de ferro, que dá para a cidade, a qual se lhes abriu por si mesma; e tendo saído, passaram uma rua, e logo o anjo se apartou dele.

"a qual se lhes abriu por si mesma"

Em todas as portas haviam dois obstáculos: soldados e chaves.
Pedro vai seguindo o anjo do Senhor e as portas foram se abrindo sozinhas, assim como essas portas modernas e automáticas e os soldados não viram nada.

Posso dizer que tudo o que vemos hoje já estava na Bíblia.
Aqui vejo a "primeira porta automática" da história da humanidade. Não tem nada novo debaixo do céu. Quando o homem diz que descobriu algo; Deus já tinha feito primeiro.

O CRIADOR NÃO SE SURPREENDE COM A CRIATURA
Quando Thomas Edison descobriu finalmente a luz a partir da energia elétrica; a milhares de anos atrás Deus já tinha tido "haja luz" e houve luz. JLS

11 Pedro então, tornando a si, disse: Agora sei verdadeiramente que o Senhor enviou o seu anjo, e me livrou da mão de Herodes e de toda a expectativa do povo dos judeus.

12 Depois de assim refletir foi à casa de Maria, mãe de João, que tem por sobrenome Marcos, onde muitas pessoas estavam reunidas e oravam.

"casa de Maria"

Na casa da irmã Maria, estavam orando por Pedro.
Que bênção é ter nas casas, reuniões para orar e compartilhar a Palavra.

13 Quando ele bateu ao portão do pátio, uma criada chamada Rode saiu a escutar;
14 e, reconhecendo a voz de Pedro, de gozo não abriu o portão, mas, correndo para dentro, anunciou que Pedro estava lá fora.

15 Eles lhe disseram: Estás louca. Ela, porém, assegurava que assim era. Eles então diziam: É o seu anjo.

Somos assim; oramos por um milagre e quando acontece dizemos: "Não acredito!". JLS

16 Mas Pedro continuava a bater, e, quando abriram, viram-no e pasmaram.
17 Mas ele, acenando-lhes com a mão para que se calassem, contou-lhes como o Senhor o tirara da prisão, e disse: Anunciai isto a Tiago e aos irmãos. E, saindo, partiu para outro lugar.
18 Logo que amanheceu, houve grande alvoroço entre os soldados sobre o que teria sido feito de Pedro.
19 E Herodes, tendo-o procurado e não o achando, inquiriu as sentinelas e mandou que fossem justiçadas; e descendo da Judéia para Cesaréia, demorou-se ali.

A MORTE DE HERODES (v. 20-23)

20 Ora, Herodes estava muito irritado contra os de Tiro e de Sidom; mas estes, vindo de comum acordo ter com ele e obtendo a amizade de Blasto, camareiro do rei, pediam paz, porquanto o seu país se abastecia do país do rei.
21 num dia designado, Herodes, vestido de trajes reais, sentou-se no trono e dirigia-lhes a palavra.
22 E o povo exclamava: É a voz de um deus, e não de um homem.
23 No mesmo instante o anjo do Senhor o feriu, porque não deu glória a Deus; e, comido de vermes, expirou.

AVANÇO DA PALAVRA (v. 24)

24 E a palavra de Deus crescia e se multiplicava.

BARNABÉ E SAULO (v. 25)

25 Barnabé e Saulo, havendo terminando aquele serviço, voltaram de Jerusalém, levando consigo a João, que tem por sobrenome Marcos.



Comentários e notas: JLS

quinta-feira, 26 de dezembro de 2013

Atos 11


1 Ora, ouviram os apóstolos e os irmãos que estavam na Judéia que também os gentios haviam recebido a palavra de Deus.
2 E quando Pedro subiu a Jerusalém, disputavam com ele os que eram da circuncisão,
3 dizendo: Entraste em casa de homens incircuncisos e comeste com eles.
4 Pedro, porém, começou a fazer-lhes uma exposição por ordem, dizendo:
5 Estava eu orando na cidade de Jope, e em êxtase tive uma visão; descia um objeto, como se fosse um grande lençol, sendo baixado do céu pelas quatro pontas, e chegou perto de mim.
6 E, fitando nele os olhos, o contemplava, e vi quadrúpedes da terra, feras, répteis e aves do céu.
7 Ouvi também uma voz que me dizia: Levanta-te, Pedro, mata e come.
8 Mas eu respondi: De modo nenhum, Senhor, pois nunca em minha boca entrou coisa alguma comum e imunda.
9 Mas a voz respondeu-me do céu segunda vez: Não chames tu comum ao que Deus purificou.
10 Sucedeu isto por três vezes; e tudo tornou a recolher-se ao céu.
11 E eis que, nesse momento, pararam em frente à casa onde estávamos três homens que me foram enviados de Cesaréia.
12 Disse-me o Espírito que eu fosse com eles, sem hesitar; e também estes seis irmãos foram comigo e entramos na casa daquele homem.
13 E ele nos contou como vira em pé em sua casa o anjo, que lhe dissera: Envia a Jope e manda chamar a Simão, que tem por sobrenome Pedro,
14 o qual te dirá palavras pelas quais serás salvo, tu e toda a tua casa.
15 Logo que eu comecei a falar, desceu sobre eles o Espírito Santo, como também sobre nós no princípio.
16 Lembrei-me então da palavra do Senhor, como disse: João, na verdade, batizou com água; mas vós sereis batizados no Espírito Santo.
17 Portanto, se Deus lhes deu o mesmo dom que dera também a nós, ao crermos no Senhor Jesus Cristo, quem era eu, para que pudesse resistir a Deus?
18 Ouvindo eles estas coisas, apaziguaram-se e glorificaram a Deus, dizendo: Assim, pois, Deus concedeu também aos gentios o arrependimento para a vida.
19 Aqueles, pois, que foram dispersos pela tribulação suscitada por causa de Estêvão, passaram até a Fenícia, Chipre e Antioquia, não anunciando a ninguém a palavra, senão somente aos judeus.
20 Havia, porém, entre eles alguns cíprios e cirenenses, os quais, entrando em Antioquia, falaram também aos gregos, anunciando o Senhor Jesus.
21 E a mão do Senhor era com eles, e grande número creu e se converteu ao Senhor.
22 Chegou a notícia destas coisas aos ouvidos da igreja em Jerusalém; e enviaram Barnabé a Antioquia;
23 o qual, quando chegou e viu a graça de Deus, se alegrou, e exortava a todos a perseverarem no Senhor com firmeza de coração;
24 porque era homem de bem, e cheio do Espírito Santo e de fé. E muita gente se uniu ao Senhor.
25 Partiu, pois, Barnabé para Tarso, em busca de Saulo;
26 e tendo-o achado, o levou para Antioquia. E durante um ano inteiro reuniram-se naquela igreja e instruíram muita gente; e em Antioquia os discípulos pela primeira vez foram chamados cristãos.
27 Naqueles dias desceram profetas de Jerusalém para Antioquia;
28 e levantando-se um deles, de nome Ágabo, dava a entender pelo Espírito, que haveria uma grande fome por todo o mundo, a qual ocorreu no tempo de Cláudio.
29 E os discípulos resolveram mandar, cada um conforme suas posses, socorro aos irmãos que habitavam na Judéia;
30 o que eles com efeito fizeram, enviando-o aos anciãos por mão de Barnabé e Saulo.

quarta-feira, 25 de dezembro de 2013

Atos 10


1 Um homem em Cesaréia, por nome Cornélio, centurião da coorte chamada italiana,
2 piedoso e temente a Deus com toda a sua casa, e que fazia muitas esmolas ao povo e de contínuo orava a Deus,
3 cerca da hora nona do dia, viu claramente em visão um anjo de Deus, que se dirigia para ele e lhe dizia: Cornélio!
4 Este, fitando nele os olhos e atemorizado, perguntou: Que é, Senhor? O anjo respondeu-lhe: As tuas orações e as tuas esmolas têm subido para memória diante de Deus;
5 agora, pois, envia homens a Jope e manda chamar a Simão, que tem por sobrenome Pedro;
6 este se acha hospedado com um certo Simão, curtidor, cuja casa fica à beira-mar. [Ele te dirá o que deves fazer.]
7 Logo que se retirou o anjo que lhe falava, Cornélio chamou dois dos seus domésticos e um piedoso soldado dos que estavam a seu serviço;
8 e, havendo contado tudo, os enviou a Jope.
9 No dia seguinte, indo eles seu caminho e estando já perto da cidade, subiu Pedro ao eirado para orar, cerca de hora sexta.
10 E tendo fome, quis comer; mas enquanto lhe preparavam a comida, sobreveio-lhe um êxtase,
11 e via o céu aberto e um objeto descendo, como se fosse um grande lençol, sendo baixado pelas quatro pontas sobre a terra,
12 no qual havia de todos os quadrúpedes e répteis da terra e aves do céu.
13 E uma voz lhe disse: Levanta-te, Pedro, mata e come.
14 Mas Pedro respondeu: De modo nenhum, Senhor, porque nunca comi coisa alguma comum e imunda.
15 Pela segunda vez lhe falou a voz: Não chames tu comum ao que Deus purificou.
16 Sucedeu isto por três vezes; e logo foi o objeto recolhido ao céu.
17 Enquanto Pedro refletia, perplexo, sobre o que seria a visão que tivera, eis que os homens enviados por Cornélio, tendo perguntado pela casa de Simão, pararam à porta.
18 E, chamando, indagavam se ali estava hospedado Simão, que tinha por sobrenome Pedro.
19 Estando Pedro ainda a meditar sobre a visão, o Espírito lhe disse: Eis que dois homens te procuram.
20 Levanta-te, pois, desce e vai com eles, nada duvidando; porque eu tos enviei.
21 E descendo Pedro ao encontro desses homens, disse: Sou eu a quem procurais; qual é a causa por que viestes?
22 Eles responderam: O centurião Cornélio, homem justo e temente a Deus e que tem bom testemunho de toda a nação judaica, foi avisado por um santo anjo para te chamar à sua casa e ouvir as tuas palavras.
23 Pedro, pois, convidando-os a entrar, os hospedou. No dia seguinte levantou-se e partiu com eles, e alguns irmãos, dentre os de Jope, o acompanharam.
24 No outro dia entrou em Cesaréia. E Cornélio os esperava, tendo reunido os seus parentes e amigos mais íntimos.
25 Quando Pedro ia entrar, veio-lhe Cornélio ao encontro e, prostrando-se a seus pés, o adorou.
26 Mas Pedro o ergueu, dizendo: Levanta-te, que eu também sou homem.
27 E conversando com ele, entrou e achou muitos reunidos,
28 e disse-lhes: Vós bem sabeis que não é lícito a um judeu ajuntar-se ou chegar-se a estrangeiros; mas Deus mostrou-me que a nenhum homem devo chamar comum ou imundo;
29 pelo que, sendo chamado, vim sem objeção. Pergunto pois: Por que razão mandastes chamar-me?
30 Então disse Cornélio: Faz agora quatro dias que eu estava orando em minha casa à hora nona, e eis que diante de mim se apresentou um homem com vestiduras resplandecentes,
31 e disse: Cornélio, a tua oração foi ouvida, e as tuas esmolas estão em memória diante de Deus.
32 Envia, pois, a Jope e manda chamar a Simão, que tem por sobrenome Pedro; ele está hospedado em casa de Simão, curtidor, à beira-mar.
33 Portanto mandei logo chamar-te, e bem fizeste em vir. Agora pois estamos todos aqui presentes diante de Deus, para ouvir tudo quanto te foi ordenado pelo Senhor.
34 Então Pedro, tomando a palavra, disse: Na verdade reconheço que Deus não faz acepção de pessoas;
35 mas que lhe é aceitável aquele que, em qualquer nação, o teme e pratica o que é justo.
36 A palavra que ele enviou aos filhos de Israel, anunciando a paz por Jesus Cristo (este é o Senhor de todos) -
37 esta palavra, vós bem sabeis, foi proclamada por toda a Judéia, começando pela Galiléia, depois do batismo que João pregou,
38 concernente a Jesus de Nazaré, como Deus o ungiu com o Espírito Santo e com poder; o qual andou por toda parte, fazendo o bem e curando a todos os oprimidos do Diabo, porque Deus era com ele.
39 Nós somos testemunhas de tudo quanto fez, tanto na terra dos judeus como em Jerusalém; ao qual mataram, pendurando-o num madeiro.
40 A este ressuscitou Deus ao terceiro dia e lhe concedeu que se manifestasse,
41 não a todo o povo, mas às testemunhas predeterminadas por Deus, a nós, que comemos e bebemos juntamente com ele depois que ressurgiu dentre os mortos;
42 este nos mandou pregar ao povo, e testificar que ele é o que por Deus foi constituído juiz dos vivos e dos mortos.
43 A ele todos os profetas dão testemunho de que todo o que nele crê receberá a remissão dos pecados pelo seu nome.
44 Enquanto Pedro ainda dizia estas coisas, desceu o Espírito Santo sobre todos os que ouviam a palavra.
45 Os crentes que eram de circuncisão, todos quantos tinham vindo com Pedro, maravilharam-se de que também sobre os gentios se derramasse o dom do Espírito Santo;
46 porque os ouviam falar línguas e magnificar a Deus.
47 Respondeu então Pedro: Pode alguém porventura recusar a água para que não sejam batizados estes que também, como nós, receberam o Espírito Santo?
48 Mandou, pois, que fossem batizados em nome de Jesus Cristo. Então lhe rogaram que ficasse com eles por alguns dias.

segunda-feira, 23 de dezembro de 2013

Atos 9



A CONVERSÃO DE SAULO NO CAMINHO DE DAMASCO (v. 1-18)

1 Saulo, porém, respirando ainda ameaças e mortes contra os discípulos do Senhor, dirigiu-se ao sumo sacerdote,
2 e pediu-lhe cartas para Damasco, para as sinagogas, a fim de que, caso encontrasse alguns do Caminho, quer homens quer mulheres, os conduzisse presos a Jerusalém.


3 Mas, seguindo ele viagem e aproximando-se de Damasco, subitamente o cercou um resplendor de luz do céu;
4 e, caindo por terra, ouviu uma voz que lhe dizia: Saulo, Saulo, por que me persegues?
5 Ele perguntou: Quem és tu, Senhor? Respondeu o Senhor: Eu sou Jesus, a quem tu persegues;
6 mas levanta-te e entra na cidade, e lá te será dito o que te cumpre fazer.
7 Os homens que viajavam com ele quedaram-se emudecidos, ouvindo, na verdade, a voz, mas não vendo ninguém.
8 Saulo levantou-se da terra e, abrindo os olhos, não via coisa alguma; e, guiando-o pela mão, conduziram-no a Damasco.
9 E esteve três dias sem ver, e não comeu nem bebeu.
10 Ora, havia em Damasco certo discípulo chamado Ananias; e disse-lhe o Senhor em visão: Ananias! Respondeu ele: Eis-me aqui, Senhor.

11 Ordenou-lhe o Senhor: Levanta-te, vai à rua chamada Direita e procura em casa de Judas um homem de Tarso chamado Saulo; pois eis que ele está orando;

Judas era um cristão piedoso. Ele hospedou a Saulo em sua casa.
Imagino como Saulo chegou em Damasco. Foi fácil para Judas receber a Saulo em sua casa?
Certamente Judas não sabia, mas tinha em sua casa um novo convertido que mais tarde seria depois dos apóstolos de Cristo, o enviado do Reino mais influente em sua época e que marcou o resto da história do cristianismo.

12 e viu um homem chamado Ananias entrar e impor-lhe as mãos, para que recuperasse a vista.
13 Respondeu Ananias: Senhor, a muitos ouvi acerca desse homem, quantos males tem feito aos teus santos em Jerusalém;
14 e aqui tem poder dos principais sacerdotes para prender a todos os que invocam o teu nome.
15 Disse-lhe, porém, o Senhor: Vai, porque este é para mim um vaso escolhido, para levar o meu nome perante os gentios, e os reis, e os filhos de Israel;

16 pois eu lhe mostrarei quanto lhe cumpre padecer pelo meu nome.

17 Partiu Ananias e entrou na casa e, impondo-lhe as mãos, disse: Irmão Saulo, o Senhor Jesus, que te apareceu no caminho por onde vinhas, enviou-me para que tornes a ver e sejas cheio do Espírito Santo.

18 Logo lhe caíram dos olhos como que umas escamas, e recuperou a vista: então, levantando-se, foi batizado.

Saulo foi batizado.

O PERSEGUIDOR É PERSEGUIDO (v. 19-31)

19 E, tendo tomado alimento, ficou fortalecido. Depois demorou-se alguns dias com os discípulos que estavam em Damasco;
20 e logo nas sinagogas pregava a Jesus, que este era o filho de Deus.
21 Todos os seus ouvintes pasmavam e diziam: Não é este o que em Jerusalém perseguia os que invocavam esse nome, e para isso veio aqui, para os levar presos aos principais sacerdotes?
22 Saulo, porém, se fortalecia cada vez mais e confundia os judeus que habitavam em Damasco, provando que Jesus era o Cristo.
23 Decorridos muitos dias, os judeus deliberaram entre si matá-lo.
24 Mas as suas ciladas vieram ao conhecimento de Saulo. E como eles guardavam as portas de dia e de noite para tirar-lhe a vida,
25 os discípulos, tomando-o de noite, desceram-no pelo muro, dentro de um cesto.
26 Tendo Saulo chegado a Jerusalém, procurava juntar-se aos discípulos; mas todos o temiam, não crendo que fosse discípulo.
27 Então Barnabé, tomando-o consigo, o levou aos apóstolos, e lhes contou como no caminho ele vira o Senhor e que este lhe falara, e como em Damasco pregara ousadamente em nome de Jesus.
28 Assim andava com eles em Jerusalém, entrando e saindo,
29 e pregando ousadamente em nome do Senhor. Falava e disputava também com os helenistas; mas procuravam matá-lo.
30 Os irmãos, porém, quando o souberam, acompanharam-no até Cesaréia e o enviaram a Tarso.
31 Assim, pois, a igreja em toda a Judéia, Galiléia e Samária, tinha paz, sendo edificada, e andando no temor do Senhor; e, pelo auxílio do Espírito Santo, se multiplicava.

CURA DE ENÉIAS; RESSURREIÇÃO DE TABITA (v. 32-43)

32 E aconteceu que, passando Pedro por toda parte, veio também aos santos que habitavam em Lida.
33 Achou ali certo homem, chamado Enéias, que havia oito anos jazia numa cama, porque era paralítico.
34 Disse-lhe Pedro: Enéias, Jesus Cristo te cura; levanta e faze a tua cama. E logo se levantou.
35 E viram-no todos os que habitavam em Lida e Sarona, os quais se converteram ao Senhor.
36 Havia em Jope uma discípula por nome Tabita, que traduzido quer dizer Dorcas, a qual estava cheia de boas obras e esmolas que fazia.
37 Ora, aconteceu naqueles dias que ela, adoecendo, morreu; e, tendo-a lavado, a colocaram no cenáculo.
38 Como Lida era perto de Jope, ouvindo os discípulos que Pedro estava ali, enviaram-lhe dois homens, rogando-lhe: Não te demores em vir ter conosco.
39 Pedro levantou-se e foi com eles; quando chegou, levaram-no ao cenáculo; e todas as viúvas o cercaram, chorando e mostrando-lhe as túnicas e vestidos que Dorcas fizera enquanto estava com elas.
40 Mas Pedro, tendo feito sair a todos, pôs-se de joelhos e orou; e voltando-se para o corpo, disse: Tabita, levanta-te. Ela abriu os olhos e, vendo a Pedro, sentou-se.
41 Ele, dando-lhe a mão, levantou-a e, chamando os santos e as viúvas, apresentou-lha viva.
42 Tornou-se isto notório por toda a Jope, e muitos creram no Senhor.
43 Pedro ficou muitos dias em Jope, em casa de um curtidor chamado Simão.



Comentários e notas: JLS

domingo, 22 de dezembro de 2013

Atos 8


O EVANGELHO EM SAMARIA (v. 1-25)

1 Naquele dia levantou-se grande perseguição contra a igreja que estava em Jerusalém; e todos exceto os apóstolos, foram dispersos pelas regiões da Judéia e da Samária.
2 E uns homens piedosos sepultaram a Estêvão, e fizeram grande pranto sobre ele.
3 Saulo porém, assolava a igreja, entrando pelas casas e, arrastando homens e mulheres, os entregava à prisão.
4 No entanto os que foram dispersos iam por toda parte, anunciando a palavra.
5 E descendo Filipe à cidade de Samária, pregava-lhes a Cristo.
6 As multidões escutavam, unânimes, as coisas que Filipe dizia, ouvindo-o e vendo os sinais que operava;
7 pois saíam de muitos possessos os espíritos imundos, clamando em alta voz; e muitos paralíticos e coxos foram curados;
8 pelo que houve grande alegria naquela cidade.
9 Ora, estava ali certo homem chamado Simão, que vinha exercendo naquela cidade a arte mágica, fazendo pasmar o povo da Samária, e dizendo ser ele uma grande personagem;
10 ao qual todos atendiam, desde o menor até o maior, dizendo: Este é o Poder de Deus que se chama Grande.
11 Eles o atendiam porque já desde muito tempo os vinha fazendo pasmar com suas artes mágicas.
12 Mas, quando creram em Filipe, que lhes pregava acerca do reino de Deus e do nome de Jesus, batizavam-se homens e mulheres.
13 E creu até o próprio Simão e, sendo batizado, ficou de contínuo com Filipe; e admirava-se, vendo os sinais e os grandes milagres que se faziam.
14 Os apóstolos, pois, que estavam em Jerusalém, tendo ouvido que os da Samária haviam recebido a palavra de Deus, enviaram-lhes Pedro e João;
15 os quais, tendo descido, oraram por eles, para que recebessem o Espírito Santo.
16 Porque sobre nenhum deles havia ele descido ainda; mas somente tinham sido batizados em nome do Senhor Jesus.
17 Então lhes impuseram as mãos, e eles receberam o Espírito Santo.
18 Quando Simão viu que pela imposição das mãos dos apóstolos se dava o Espírito Santo, ofereceu-lhes dinheiro,
19 dizendo: Dai-me também a mim esse poder, para que aquele sobre quem eu impuser as mãos, receba o Espírito Santo.
20 Mas disse-lhe Pedro: Vá tua prata contigo à perdição, pois cuidaste adquirir com dinheiro o dom de Deus.
21 Tu não tens parte nem sorte neste ministério, porque o teu coração não é reto diante de Deus.
22 Arrepende-te, pois, dessa tua maldade, e roga ao Senhor para que porventura te seja perdoado o pensamento do teu coração;
23 pois vejo que estás em fel de amargura, e em laços de iniqüidade.
24 Respondendo, porém, Simão, disse: Rogai vós por mim ao Senhor, para que nada do que haveis dito venha sobre mim.
25 Eles, pois, havendo testificado e falado a palavra do Senhor, voltando para Jerusalém, evangelizavam muitas aldeias dos samaritanos.

FILIPE E O EUNUCO (v. 26-40)

26 Mas um anjo do Senhor falou a Filipe, dizendo: Levanta-te, e vai em direção do sul pelo caminho que desce de Jerusalém a Gaza, o qual está deserto.
27 E levantou-se e foi; e eis que um etíope, eunuco, mordomo-mor de Candace, rainha dos etíopes, o qual era superintendente de todos os seus tesouros e tinha ido a Jerusalém para adorar,
28 regressava e, sentado no seu carro, lia o profeta Isaías.
29 Disse o Espírito a Filipe: Chega-te e ajunta-te a esse carro.
30 E correndo Filipe, ouviu que lia o profeta Isaías, e disse: Entendes, porventura, o que estás lendo?
31 Ele respondeu: Pois como poderei entender, se alguém não me ensinar? e rogou a Filipe que subisse e com ele se sentasse.
32 Ora, a passagem da Escritura que estava lendo era esta: Foi levado como a ovelha ao matadouro, e, como está mudo o cordeiro diante do que o tosquia, assim ele não abre a sua boca.
33 Na sua humilhação foi tirado o seu julgamento; quem contará a sua geração? porque a sua vida é tirada da terra.
34 Respondendo o eunuco a Filipe, disse: Rogo-te, de quem diz isto o profeta? de si mesmo, ou de algum outro?
35 Então Filipe tomou a palavra e, começando por esta escritura, anunciou-lhe a Jesus.

36 E indo eles caminhando, chegaram a um lugar onde havia água, e disse o eunuco: Eis aqui água; que impede que eu seja batizado?
37 [E disse Felipe: é lícito, se crês de todo o coração. E, respondendo ele, disse: Creio que Jesus Cristo é o Filho de Deus.]
38 mandou parar o carro, e desceram ambos à água, tanto Filipe como o eunuco, e Filipe o batizou.

39 Quando saíram da água, o Espírito do Senhor arrebatou a Filipe, e não o viu mais o eunuco, que jubiloso seguia o seu caminho.
40 Mas Filipe achou-se em Azoto e, indo passando, evangelizava todas as cidades, até que chegou a Cesaréia.

sábado, 21 de dezembro de 2013

Alvos na Vida


Filipenses 3:14
prossigo para o alvo pelo prêmio da vocação celestial de Deus em Cristo Jesus.

No ano temos quatro estações, onde uma termina para que a outra comece.
Como você chegou até aqui?
Conseguiu cumprir os objetivos estabelecidos em sua vida?

Faça um balance pessoal, louve a Deus pelas metas alcançadas e estabeleça novas diante dEle.

Antes de seguir, por favor leia Provérbios 16:1, 3 e 19:21

Fiz esse simples gráfico com a intenção de ajudar você no planejamento e alvos na vida. Pode imprimir e levar sempre consigo.



Algumas sugestões para cada um de seus alvos:

É importante que todos os alvos estabelecidos, tenham base na Palavra de Deus. 

1. Físico: Prática esportiva, alimentação correta, aspecto externo, cuidado com a saúde, dormir bem.
2. Mental: Pensamentos, leitura, ter a mente de Cristo, saúde mental (Filipenses 4:8; Romanos 12:2).
3. Espiritual: Relacionamento como Deus, vida de oração, leitura e estudo da Bíblia, membro do Corpo de Cristo, servo (a) do Senhor usando seus dons e ministérios para a edificação da Igreja.
4. Família: Filho (a), irmão (a), esposo (a), pai ou mãe.
5. Social: Amizades, relacionamentos, carisma.
6. Profissional: Como empregado ou patrão, excelência no que se faz.
7. Administrativo: Tempo, finanças.
8. Emocional: Saúde emocional, equilíbrio, cura da alma.
9. Outro: Outras sugestões ou alvos que você possa ter.

Alguns conselhos:

* Restitua os erros do passado.
* Procure pessoas se necessário para pedir perdão, esclarecer mal entendidos.
* Desenvolva relacionamentos saudáveis baseados na lealdade e fidelidade.
* Busque uma mudança de atitudes e hábitos através da disciplina e a prestação de contas a alguém de confiança.
* Não seja parte da multidão sentindo-se sozinho (a), mas seja parte de uma igreja séria e que prega a Palavra de Deus.
* Participe de grupos de apoio em sua igreja.
* Tente abrir-se mais e com as pessoas certas. Ser fechado é muito ruim. 
* Tente dar seguimento ao que você começa. Procure não deixar pela metade os projetos e empreendimentos.
* Aprenda a escutar a voz de Deus e segui-la.
* Leia a Bíblia todos os dias e medite nela.
* Seja responsável e consequente com suas decisões e vida.

Seus alvos devem serem: Específicos, reais, alcançáveis e tangíveis. 

ESCREVA UMA CARTA PARA VOCÊ DENTRO DE 6 MESES


Escreva uma carta apara você mesmo (a) dizendo onde deseja chegar (seus alvos) dentro de seis meses.
Se desejar, entregue a alguém de confiança e peça que na data determinada a entregue à você, ou a guarde. Marque em um calendário (parede, celular, etc.) e quando completar os seis meses, abra e leia a carta e veja onde chegaste.

JLS

Links relacionados: 

sexta-feira, 20 de dezembro de 2013

Sabedoria de baixo e do alto

Tiago 3:13-18
13 Quem dentre vós é sábio e entendido? Mostre pelo seu bom procedimento as suas obras em mansidão de sabedoria.
14 Mas, se tendes amargo ciúme e sentimento faccioso em vosso coração, não vos glorieis, nem mintais contra a verdade.
15 Essa não é a sabedoria que vem do alto, mas é terrena, animal e diabólica.
16 Porque onde há ciúme e sentimento faccioso, aí há confusão e toda obra má.
17 Mas a sabedoria que vem do alto é, primeiramente, pura, depois pacífica, moderada, tratável, cheia de misericórdia e de bons frutos, sem parcialidade, e sem hipocrisia.
18 Ora, o fruto da justiça semeia-se em paz para aqueles que promovem a paz.

Há pessoas inteligentes e capacitadas que exercem funções importantes em uma empresa, governo ou sociedade. Mas mesmo sendo inteligentes, em muitos casos não são sábias. Outras são sábias, mas com a sabedoria terrena apenas.

Tiago nos ensina que há dois tipos de sabedoria; a de baixo (humana) e a do alto (divina). Ambas são completamente diferentes e devemos buscar a do alto.
Me assusta as características da sabedoria que não é do alto.

Sabedoria de baixo

Tiago 3:14-16
14 Mas, se tendes amargo ciúme e sentimento faccioso em vosso coração, não vos glorieis, nem mintais contra a verdade.
15 Essa não é a sabedoria que vem do alto, mas é terrena, animal e diabólica.
16 Porque onde há ciúme e sentimento faccioso, aí há confusão e toda obra má.

Ela é:

* Amargamente invejosa;
* De sentimento faccioso (desejo de colocar-se acima dos demais, partidarismo, perseguição através de meios injustos);
* Terrena (nada de Deus; 100% do homem);
* Animal (não raciocina; somente segue seus instintos);
* Diabólica (100% oposto a Deus);
* Perturbadora; e
* Perversa.

Infelizmente quando o ser humano não busca a sabedoria do alto (de Deus), estará vivendo esse tipo de "sabedoria" e os afetados serão seus semelhantes e a si mesmo.
Por isso que para Deus, a sabedoria de baixo é loucura.

1 Coríntios 3:19, 20
19 Porque a sabedoria deste mundo é loucura diante de Deus; pois está escrito: Ele apanha os sábios na sua própria astúcia;
20 e outra vez: O Senhor conhece as cogitações dos sábios, que são vãs.

Pare por um momento, ore e analise com sinceridade essa lista para ver se há algo dela em sua vida.
Esteja longe, se livre em Cristo dessas cadeias internas que prendem sua alma.

Somente em Cristo é possível alcançar vitória sobre a amarga inveja, e tudo mais que é produzido através de nossa própria "sabedoria".

João 8:32, 36
32 e conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará.
36 Se, pois, o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres.

Vamos analisar segundo o texto sagrado, a sabedoria do alto.

A sabedoria que vem do alto é completamente diferente; é simplesmente maravilhosa e precisamos dela para viver essa vida e nos preparar para a eternidade.

A sabedoria do alto

Tiago 3:17, 18
17 Mas a sabedoria que vem do alto é, primeiramente, pura, depois pacífica, moderada, tratável, cheia de misericórdia e de bons frutos, sem parcialidade, e sem hipocrisia.
18 Ora, o fruto da justiça semeia-se em paz para aqueles que promovem a paz.

Ela é:

* Pura;
* Pacífica;
* Moderada;
* Tratável;
* Cheia de misericórdia;
* De bons frutos;
* Sem parcialidade; e
* Sem hipocrisia.

Que maravilha!

Isso só é possível estando em Cristo.

2 Coríntios 5:17
Pelo que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo.

Todas essas virtudes da sabedoria podem estar em uma mesma pessoa desde que a mesma esteja em Cristo.

É possível ter uma mente pura diante de tanta malícia e sujeira, um coração pacífico diante de tantas intrigas e brigas, um comportamento moderado e tratável diante de um mundo exagerado em seus extremos e agressividade, ter misericórdia diante do julgamento frio e cruel, bons frutos diante de árvores ruins que produzem morte e dor, não ser parcial diante dos que buscam seus próprios interesses, e viver sem hipocrisia diante de um mundo que é profissional no disfarce.
Tudo isso é possível, mas se estivermos em Cristo.

Abandone a sabedoria de baixo e busque a do alto.

Tiago 1:5, 6
5 Ora, se algum de vós tem falta de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá liberalmente e não censura, e ser-lhe-á dada.
6 Peça-a, porém, com fé, não duvidando; pois aquele que duvida é semelhante à onda do mar, que é sublevada e agitada pelo vento.

Que Deus lhe abençoe com a sabedoria do alto.

JLS

quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

Salmos 42

1 Como o cervo anseia pelas correntes das águas, assim a minha alma anseia por ti, ó Deus!
2 A minha alma tem sede de Deus, do Deus vivo; quando entrarei e verei a face de Deus?
3 As minhas lágrimas têm sido o meu alimento de dia e de noite, porquanto se me diz constantemente: Onde está o teu Deus?
4 Dentro de mim derramo a minha alma ao lembrar-me de como eu ia com a multidão, guiando-a em procissão à casa de Deus, com brados de júbilo e louvor, uma multidão que festejava.

5 Por que estás abatida, ó minha alma, e por que te perturbas dentro de mim? Espera em Deus, pois ainda o louvarei pela salvação que há na sua presença.

A solidão pode gerar duas coisas: Desespero ou solitude. Depende de como a pessoa se encontra ao encontrar-se com a solidão. Até o desespero pode ter sua parcela de ajuda.

Se você chega a conhecer profundamente você mesmo através da solidão, acredito que o desespero vai chegar (aconteceu comigo). Ao conhecer a si mesmo, o homem se desespera. Nesse momento o homem descobre algo muito importante: necessita de alguém para salva-lo de si mesmo. Aí entra Deus; o Criador do homem. Aí pode entrar em sua solidão a solitude. Solitude é estar só, mas com Deus. 

Então tua solidão (estar realmente só) pode passar a ser solitude (estar realmente só com Deus).


6 ó Deus meu, dentro de mim a minha alma está abatida; porquanto me lembrarei de ti desde a terra do Jordão, e desde o Hermom, desde o monte Mizar.

7 Um abismo chama outro abismo ao ruído das tuas catadupas; todas as tuas ondas e vagas têm passado sobre mim.


8 Contudo, de dia o Senhor ordena a sua bondade, e de noite a sua canção está comigo, uma oração ao Deus da minha vida.
9 A Deus, a minha rocha, digo: Por que te esqueceste de mim? Por que ando em pranto por causa da opressão do inimigo?
10 Como com ferida mortal nos meus ossos me afrontam os meus adversários, dizendo-me continuamente: Onde está o teu Deus?
11 Por que estás abatida, ó minha alma, e por que te perturbas dentro de mim? Espera em Deus, pois ainda o louvarei, a ele que é o meu socorro, e o meu Deus.

Comentários e notas: JLS

Ficaram com Ele - João 1.39

Clique aqui para ouvir