sábado, 31 de março de 2012

Provérbios 31


OS CONSELHOS QUE A MÃE DO REI LEMUEL DEU A SEU FILHO

1 As palavras do rei Lemuel, rei de Massá, que lhe ensinou sua mãe.
2 Que te direi, filho meu? e que te direi, ó filho do meu ventre? e que te direi, ó filho dos meus votos?

3 Não dês às mulheres a tua força, nem os teus caminhos às que destroem os reis.

Uma mulher vinda de Deus edifica.
As mulheres que não vem de Deus, destrói.

4 Não é dos reis, ó Lemuel, não é dos reis beber vinho, nem dos príncipes desejar bebida forte;
5 para que não bebam, e se esqueçam da lei, e pervertam o direito de quem anda aflito.
6 Dai bebida forte ao que está para perecer, e o vinho ao que está em amargura de espírito.
7 Bebam e se esqueçam da sua pobreza, e da sua miséria não se lembrem mais.

A nobreza tem que ter controle sobre dependências.

8 Abre a tua boca a favor do mudo, a favor do direito de todos os desamparados.
9 Abre a tua boca; julga retamente, e faze justiça aos pobres e aos necessitados.

Lutar pelos que não tem “voz” em nossa sociedade. 

10 Àlefe. Mulher virtuosa, quem a pode achar? Pois o seu valor muito excede ao de jóias preciosas.
11 Bete. O coração do seu marido confia nela, e não lhe haverá falta de lucro.
12 Guímel. Ela lhe faz bem, e não mal, todos os dias da sua vida.
13 Dálete. Ela busca lã e linho, e trabalha de boa vontade com as mãos.
14 Hê. É como os navios do negociante; de longe traz o seu pão.
15 Vave. E quando ainda está escuro, ela se levanta, e dá mantimento à sua casa, e a tarefa às suas servas.
16 Zaine. Considera um campo, e compra-o; planta uma vinha com o fruto de suas mãos.
17 Hete. Cinge os seus lombos de força, e fortalece os seus braços.
18 Tete. Prova e vê que é boa a sua mercadoria; e a sua lâmpada não se apaga de noite.
19 Iode. Estende as mãos ao fuso, e as suas mãos pegam na roca.
20 Cafe. Abre a mão para o pobre; sim, ao necessitado estende as suas mãos.
21 Lâmede. Não tem medo da neve pela sua família; pois todos os da sua casa estão vestidos de escarlate.
22 Meme. Faz para si cobertas; de linho fino e de púrpura é o seu vestido.
23 Nune. Conhece-se o seu marido nas portas, quando se assenta entre os anciãos da terra.
24 Sâmerue. Faz vestidos de linho, e vende-os, e entrega cintas aos mercadores.
25 Aine. A força e a dignidade são os seus vestidos; e ri-se do tempo vindouro.
26 Pê. Abre a sua boca com sabedoria, e o ensino da benevolência está na sua língua.
27 Tsadê. Olha pelo governo de sua casa, e não come o pão da preguiça.
28 Côfe. Levantam-se seus filhos, e lhe chamam bem-aventurada, como também seu marido, que a louva, dizendo:
29 Reche. Muitas mulheres têm procedido virtuosamente, mas tu a todas sobrepujas.
30 Chine. Enganosa é a graça, e vã é a formosura; mas a mulher que teme ao Senhor, essa será louvada.
31 Tau. Dai-lhe do fruto das suas mãos, e louvem-na nas portas as suas obras.

A primeira mulher Eva; como Deus a fez e com que cuidado, delicadeza e amor!
Ela saiu da costela do homem, para que o homem a abrace, a proteja e caminhe lado a lado com ela.

O que aconteceu no jardim, quando a serpente a enganou; Deus disse que através da mulher, Jesus viria (Gênesis 3:15) para trazer a vitória para a humanidade.
Satanás quis enganar e humilhar a mulher; Deus a levantou e a usou para que através dela (Gálatas 4:4), viesse a solução. Que maravilhoso!

Sempre Satanás tenta denegrir a imagem da mulher; abusos, machismo, humilhações, objeto descartável de uso; etc. Isso tudo por causa do problema do Éden.

Deus nunca disse que a mulher tem menos valor que o homem; disse que é vaso frágil no sentido da delicadeza e do cuidado que o homem deve ter para com ela.
Deus nunca projetou a mulher para ser abusada, mas sim respeitada.
Deus não criou o machismo nem o feminismo; se cada um ocupa sua função e respeita um ao outro, nunca será necessário mentalidade e práticas desse tipo.
Deus fez a mulher para ser honrada e não humilhada.
Deus a fez com sentimentos, com personalidade, com vontade; quando Deus fez a mulher, Ele fez uma pessoa. Por isso nunca uma mulher deve ser vista como um objeto descartável de uso e nem deve-se deixar ser vista assim.

Hoje no mundo é o dia internacional da mulher. Volto a dizer que é um bom motivo para prestar essa homenagem, mas o dia da mulher são todos os dias.

Penso em algumas mulheres que tem tido uma influência muito grande em minha vida e seu valor excede as pedras mais preciosas que possam existir nesse mundo.

Minha querida mamãe Ana.
Minha querida esposa Rute.
Minha querida filha Débora.

A elas três e a todas as mulheres, deixo minha mais sincera homenagem nesse dia com o pedido ao Deus que muita as amam que as abençoe, as guie e as levem a viver cada dia Seu divino propósito.


sexta-feira, 30 de março de 2012

Provérbios 30


1 Palavras de Agur, filho de Jaqué de Massá. Diz o homem a Itiel, e a Ucal:
2 Na verdade que eu sou mais estúpido do que ninguém; não tenho o entendimento do homem;
3 não aprendi a sabedoria, nem tenho o conhecimento do Santo.
4 Quem subiu ao céu e desceu? quem encerrou os ventos nos seus punhos? mas amarrou as águas no seu manto? quem estabeleceu todas as extremidades da terra? qual é o seu nome, e qual é o nome de seu filho? Certamente o sabes!
5 Toda palavra de Deus é pura; ele é um escudo para os que nele confiam.
6 Nada acrescentes às suas palavras, para que ele não te repreenda e tu sejas achado mentiroso.
7 Duas coisas te peço; não mas negues, antes que morra:
8 Alonga de mim a falsidade e a mentira; não me dês nem a pobreza nem a riqueza: dá-me só o pão que me é necessário;
9 para que eu de farto não te negue, e diga: Quem é o Senhor? ou, empobrecendo, não venha a furtar, e profane o nome de Deus.
10 Não calunies o servo diante de seu senhor, para que ele não te amaldiçoe e fiques tu culpado.
11 Há gente que amaldiçoa a seu pai, e que não bendiz a sua mãe.
12 Há gente que é pura aos seus olhos, e contudo nunca foi lavada da sua imundícia.
13 Há gente cujos olhos são altivos, e cujas pálpebras são levantadas para cima.
14 Há gente cujos dentes são como espadas; e cujos queixais são como facas, para devorarem da terra os aflitos, e os necessitados dentre os homens.
15 A sanguessuga tem duas filhas, a saber: Dá, Dá. Há três coisas que nunca se fartam; sim, quatro que nunca dizem: Basta;
16 o Seol, a madre estéril, a terra que não se farta d'água, e o fogo que nunca diz: Basta.
17 Os olhos que zombam do pai, ou desprezam a obediência à mãe, serão arrancados pelos corvos do vale e devorados pelos filhos da águia.
18 Há três coisas que são maravilhosas demais para mim, sim, há quatro que não conheço:
19 o caminho da águia no ar, o caminho da cobra na penha, o caminho do navio no meio do mar, e o caminho do homem com uma virgem.
20 Tal é o caminho da mulher adúltera: ela come, e limpa a sua boca, e diz: não pratiquei iniqüidade.
21 Por três coisas estremece a terra, sim, há quatro que não pode suportar:
22 o escravo quando reina; o tolo quando se farta de comer;
23 a mulher desdenhada quando se casa; e a serva quando fica herdeira da sua senhora.
24 Quatro coisas há na terra que são pequenas, entretanto são extremamente sábias;
25 as formigas são um povo sem força, todavia no verão preparam a sua comida;
26 os querogrilos são um povo débil, contudo fazem a sua casa nas rochas;
27 os gafanhotos não têm rei, contudo marcham todos enfileirados;
28 a lagartixa apanha-se com as mãos, contudo anda nos palácios dos reis.
29 Há três que andam com elegância, sim, quatro que se movem airosamente:
30 o leão, que é o mais forte entre os animais, e que não se desvia diante de ninguém;
31 o galo emproado, o bode, e o rei à frente do seu povo.
32 Se procedeste loucamente em te elevares, ou se maquinaste o mal, põe a mão sobre a boca.
33 Como o espremer do leite produz queijo verde, e o espremer do nariz produz sangue, assim o espremer da ira produz contenda.

quinta-feira, 29 de março de 2012

Provérbios 29


1 Aquele que, sendo muitas vezes repreendido, endurece a cerviz, será quebrantado de repente sem que haja cura.
2 Quando os justos governam, alegra-se o povo; mas quando o ímpio domina, o povo geme.
3 O que ama a sabedoria alegra a seu pai; mas o companheiro de prostitutas desperdiça a sua riqueza.
4 O rei pela justiça estabelece a terra; mas o que exige presentes a transtorna.
5 O homem que lisonjeia a seu próximo arma-lhe uma rede aos passos.
6 Na transgressão do homem mau há laço; mas o justo canta e se regozija.
7 O justo toma conhecimento da causa dos pobres; mas o ímpio não tem entendimento para a conhecer.
8 Os escarnecedores abrasam a cidade; mas os sábios desviam a ira.
9 O sábio que pleiteia com o insensato, quer este se agaste quer se ria, não terá descanso.
10 Os homens sanguinários odeiam o íntegro; mas os retos procuram o seu bem.
11 O tolo derrama toda a sua ira; mas o sábio a reprime e aplaca.
12 O governador que dá atenção às palavras mentirosas achará que todos os seus servos são ímpios.
13 O pobre e o opressor se encontram; o Senhor alumia os olhos de ambos.
14 Se o rei julgar os pobres com eqüidade, o seu trono será estabelecido para sempre.
15 A vara e a repreensão dão sabedoria; mas a criança entregue a si mesma envergonha a sua mãe.
16 Quando os ímpios se multiplicam, multiplicam-se as transgressões; mas os justos verão a queda deles.
17 Corrige a teu filho, e ele te dará descanso; sim, deleitará o teu coração.
18 Onde não há profecia, o povo se corrompe; mas o que guarda a lei esse é bem-aventurado.
19 O servo não se emendará com palavras; porque, ainda que entenda, não atenderá.
20 Vês um homem precipitado nas suas palavras? Maior esperança há para o tolo do que para ele.
21 Aquele que cria delicadamente o seu servo desde a meninice, no fim tê-lo-á por herdeiro.
22 O homem iracundo levanta contendas, e o furioso multiplica as transgressões.
23 A soberba do homem o abaterá; mas o humilde de espírito obterá honra.
24 O que é sócio do ladrão odeia a sua própria alma; sendo ajuramentado, nada denuncia.
25 O receio do homem lhe arma laços; mas o que confia no Senhor está seguro.
26 Muitos buscam o favor do príncipe; mas é do Senhor que o homem recebe a justiça.
27 O ímpio é abominação para os justos; e o que é reto no seu caminho é abominação para o ímpio.

quarta-feira, 28 de março de 2012

Provérbios 28


1 Fogem os ímpios, sem que ninguém os persiga; mas os justos são ousados como o leão.
2 Por causa da transgressão duma terra são muitos os seus príncipes; mas por virtude de homens prudentes e entendidos, ela subsistirá por longo tempo.
3 O homem pobre que oprime os pobres, é como chuva impetuosa, que não deixa trigo nenhum.
4 Os que abandonam a lei louvam os ímpios; mas os que guardam a lei pelejam contra eles.
5 Os homens maus não entendem a justiça; mas os que buscam ao Senhor a entendem plenamente.
6 Melhor é o pobre que anda na sua integridade, do que o rico perverso nos seus caminhos.
7 O que guarda a lei é filho sábio; mas o companheiro dos comilões envergonha a seu pai.
8 O que aumenta a sua riqueza com juros e usura, ajunta-a para o que se compadece do pobre.
9 O que desvia os seus ouvidos de ouvir a lei, até a sua oração é abominável.
10 O que faz com que os retos se desviem para um mau caminho, ele mesmo cairá na cova que abriu; mas os inocentes herdarão o bem.
11 O homem rico é sábio aos seus próprios olhos; mas o pobre que tem entendimento o esquadrinha.
12 Quando os justos triunfam há grande, glória; mas quando os ímpios sobem, escondem-se os homens.
13 O que encobre as suas transgressões nunca prosperará; mas o que as confessa e deixa, alcançará misericórdia.
14 Feliz é o homem que teme ao Senhor continuamente; mas o que endurece o seu coração virá a cair no mal.
15 Como leão bramidor, e urso faminto, assim é o ímpio que domina sobre um povo pobre.
16 O príncipe falto de entendimento é também opressor cruel; mas o que aborrece a avareza prolongará os seus dias.
17 O homem culpado do sangue de qualquer pessoa será fugitivo até a morte; ninguém o ajude.
18 O que anda retamente salvar-se-á; mas o perverso em seus caminhos cairá de repente.
19 O que lavra a sua terra se fartará de pão; mas o que segue os ociosos se encherá de pobreza.
20 O homem fiel gozará de abundantes bênçãos; mas o que se apressa a enriquecer não ficará impune.
21 Fazer acepção de pessoas não é bom; mas até por um bocado de pão prevaricará o homem.
22 Aquele que é cobiçoso corre atrás das riquezas; e não sabe que há de vir sobre ele a penúria.
23 O que repreende a um homem achará depois mais favor do que aquele que lisonjeia com a língua.
24 O que rouba a seu pai, ou a sua mãe, e diz: Isso não é transgressão; esse é companheiro do destruidor.
25 O cobiçoso levanta contendas; mas o que confia no Senhor prosperará.
26 O que confia no seu próprio coração é insensato; mas o que anda sabiamente será livre.
27 O que dá ao pobre não terá falta; mas o que esconde os seus olhos terá muitas maldições.
28 Quando os ímpios sobem, escondem-se os homens; mas quando eles perecem, multiplicam-se os justos.

terça-feira, 27 de março de 2012

Provérbios 27


1 Não te glories do dia de amanhã; porque não sabes o que produzirá o dia.
2 Seja outro o que te louve, e não a tua boca; o estranho, e não os teus lábios.
3 Pesada é a pedra, e a areia também; mas a ira do insensato é mais pesada do que elas ambas.
4 Cruel é o furor, e impetuosa é a ira; mas quem pode resistir à inveja?
5 Melhor é a repreensão aberta do que o amor encoberto.
6 Fiéis são as feridas dum amigo; mas os beijos dum inimigo são enganosos.
7 O que está farto despreza o favo de mel; mas para o faminto todo amargo é doce.
8 Qual a ave que vagueia longe do seu ninho, tal é o homem que anda vagueando longe do seu lugar.
9 O óleo e o perfume alegram o coração; assim é o doce conselho do homem para o seu amigo.
10 Não abandones o teu amigo, nem o amigo de teu pai; nem entres na casa de teu irmão no dia de tua adversidade. Mais vale um vizinho que está perto do que um irmão que está longe.
11 Sê sábio, filho meu, e alegra o meu coração, para que eu tenha o que responder àquele que me vituperar.
12 O prudente vê o mal e se esconde; mas os insensatos passam adiante e sofrem a pena.
13 Tira a roupa àquele que fica por fiador do estranho, e toma penhor daquele que se obriga por uma estrangeira.
14 O que bendiz ao seu amigo em alta voz, levantando-se de madrugada, isso lhe será contado como maldição.
15 A goteira contínua num dia chuvoso e a mulher rixosa são semelhantes;
16 retê-la é reter o vento, ou segurar o óleo com a destra.
17 Afia-se o ferro com o ferro; assim o homem afia o rosto do seu amigo.
18 O que cuida da figueira comerá do fruto dela; e o que vela pelo seu senhor será honrado.
19 Como na água o rosto corresponde ao rosto, assim o coração do homem ao homem.
20 O Seol e o Abadom nunca se fartam, e os olhos do homem nunca se satisfazem.
21 O crisol é para a prata, e o forno para o ouro, e o homem é provado pelos louvores que recebe.
22 Ainda que pisasses o insensato no gral entre grãos pilados, contudo não se apartaria dele a sua estultícia.
23 Procura conhecer o estado das tuas ovelhas; cuida bem dos teus rebanhos;
24 porque as riquezas não duram para sempre; e duraria a coroa de geração em geração?
25 Quando o feno é removido, e aparece a erva verde, e recolhem-se as ervas dos montes,
26 os cordeiros te proverão de vestes, e os bodes, do preço do campo.
27 E haverá bastante leite de cabras para o teu sustento, para o sustento da tua casa e das tuas criadas.

segunda-feira, 26 de março de 2012

Provérbios 26


1 Como a neve no verão, e como a chuva no tempo da ceifa, assim não convém ao tolo a honra.
2 Como o pássaro no seu vaguear, como a andorinha no seu voar, assim a maldição sem causa não encontra pouso.
3 O açoite é para o cavalo, o freio para o jumento, e a vara para as costas dos tolos.
4 Não respondas ao tolo segundo a sua estultícia, para que também não te faças semelhante a ele.
5 Responde ao tolo segundo a sua estultícia, para que ele não seja sábio aos seus próprios olhos.
6 Os pés decepa, e o dano bebe, quem manda mensagens pela mão dum tolo.
7 As pernas do coxo pendem frouxas; assim é o provérbio na boca dos tolos.
8 Como o que ata a pedra na funda, assim é aquele que dá honra ao tolo.
9 Como o espinho que entra na mão do ébrio, assim é o provérbio na mão dos tolos.
10 Como o flecheiro que fere a todos, assim é aquele que assalaria ao transeunte tolo, ou ao ébrio.
11 Como o cão que torna ao seu vômito, assim é o tolo que reitera a sua estultícia.
12 Vês um homem que é sábio a seus próprios olhos? Maior esperança há para o tolo do que para ele.
13 Diz o preguiçoso: Um leão está no caminho; um leão está nas ruas.
14 Como a porta se revolve nos seus gonzos, assim o faz o preguiçoso na sua cama.
15 O preguiçoso esconde a sua mão no prato, e nem ao menos quer levá-la de novo à boca.
16 Mais sábio é o preguiçoso a seus olhos do que sete homens que sabem responder bem.
17 O que, passando, se mete em questão alheia é como aquele que toma um cão pelas orelhas.
18 Como o louco que atira tições, flechas, e morte,
19 assim é o homem que engana o seu próximo, e diz: Fiz isso por brincadeira.
20 Faltando lenha, apaga-se o fogo; e não havendo difamador, cessa a contenda.
21 Como o carvão para as brasas, e a lenha para o fogo, assim é o homem contencioso para acender rixas.
22 As palavras do difamador são como bocados deliciosos, que descem ao íntimo do ventre.
23 Como o vaso de barro coberto de escória de prata, assim são os lábios ardentes e o coração maligno.
24 Aquele que odeia dissimula com os seus lábios; mas no seu interior entesoura o engano.
25 Quando te suplicar com voz suave, não o creias; porque sete abominações há no teu coração.
26 Ainda que o seu ódio se encubra com dissimulação, na congregação será revelada a sua malícia.
27 O que faz uma cova cairá nela; e a pedra voltará sobre aquele que a revolve.
28 A língua falsa odeia aqueles a quem ela tenha ferido; e a boca lisonjeira opera a ruína.

domingo, 25 de março de 2012

Provérbios 25


1 Também estes são provérbios de Salomão, os quais transcreveram os homens de Ezequias, rei de Judá.
2 A glória de Deus é encobrir as coisas; mas a glória dos reis é esquadrinhá-las.
3 Como o céu na sua altura, e como a terra na sua profundidade, assim o coração dos reis é inescrutável.
4 Tira da prata a escória, e sairá um vaso para o fundidor.
5 Tira o ímpio da presença do rei, e o seu trono se firmará na justiça.
6 Não reclames para ti honra na presença do rei, nem te ponhas no lugar dos grandes;
7 porque melhor é que te digam: Sobe, para aqui; do que seres humilhado perante o príncipe.
8 O que os teus olhos viram, não te apresses a revelar, para depois, ao fim, não saberes o que hás de fazer, podendo-te confundir o teu próximo.
9 Pleiteia a tua causa com o teu próximo mesmo; e não reveles o segredo de outrem;
10 para que não te desonre aquele que o ouvir, não se apartando de ti a infâmia.
11 Como maçãs de ouro em salvas de prata, assim é a palavra dita a seu tempo.
12 Como pendentes de ouro e gargantilhas de ouro puro, assim é o sábio repreensor para o ouvido obediente.
13 Como o frescor de neve no tempo da sega, assim é o mensageiro fiel para com os que o enviam, porque refrigera o espírito dos seus senhores.
14 como nuvens e ventos que não trazem chuva, assim é o homem que se gaba de dádivas que não fez.
15 Pela longanimidade se persuade o príncipe, e a língua branda quebranta os ossos.
16 Se achaste mel, come somente o que te basta, para que porventura não te fartes dele, e o venhas a vomitar.
17 Põe raramente o teu pé na casa do teu próximo, para que não se enfade de ti, e te aborreça.
18 Malho, e espada, e flecha aguda é o homem que levanta falso testemunho contra o seu próximo.
19 Como dente quebrado, e pé deslocado, é a confiança no homem desleal, no dia da angústia.
20 O que entoa canções ao coração aflito é como aquele que despe uma peça de roupa num dia de frio, e como vinagre sobre a chaga.
21 Se o teu inimigo tiver fome, dá-lhe pão para comer, e se tiver sede, dá-lhe água para beber;
22 porque assim lhe amontoarás brasas sobre a cabeça, e o Senhor te recompensará.
23 O vento norte traz chuva, e a língua caluniadora, o rosto irado.
24 Melhor é morar num canto do eirado, do que com a mulher rixosa numa casa ampla.
25 Como água fresca para o homem sedento, tais são as boas-novas de terra remota.
26 Como fonte turva, e manancial poluído, assim é o justo que cede lugar diante do ímpio.
27 comer muito mel não é bom; não multipliques, pois, as palavras de lisonja.
28 Como a cidade derribada, que não tem muros, assim é o homem que não pode conter o seu espírito.

sábado, 24 de março de 2012

Provérbios 24


1 Não tenhas inveja dos homens malignos; nem desejes estar com eles;
2 porque o seu coração medita a violência; e os seus lábios falam maliciosamente.
3 Com a sabedoria se edifica a casa, e com o entendimento ela se estabelece;
4 e pelo conhecimento se encherão as câmaras de todas as riquezas preciosas e deleitáveis.
5 O sábio é mais poderoso do que o forte; e o inteligente do que o que possui a força.
6 Porque com conselhos prudentes tu podes fazer a guerra; e há vitória na multidão dos conselheiros.
7 A sabedoria é alta demais para o insensato; ele não abre a sua boca na porta.
8 Aquele que cuida em fazer o mal, mestre de maus intentos o chamarão.
9 O desígnio do insensato é pecado; e abominável aos homens é o escarnecedor.
10 Se enfraqueces no dia da angústia, a tua força é pequena.
11 Livra os que estão sendo levados à morte, detém os que vão tropeçando para a matança.
12 Se disseres: Eis que não o sabemos; porventura aquele que pesa os corações não o percebe? e aquele que guarda a tua vida não o sabe? e não retribuirá a cada um conforme a sua obra?
13 Come mel, filho meu, porque é bom, e do favo de mel, que é doce ao teu paladar.
14 Sabe que é assim a sabedoria para a tua alma: se a achares, haverá para ti recompensa, e não será malograda a tua esperança.
15 Não te ponhas de emboscada, ó ímpio, contra a habitação do justo; nem assoles a sua pousada.
16 Porque sete vezes cai o justo, e se levanta; mas os ímpios são derribados pela calamidade.
17 Quando cair o teu inimigo, não te alegres, e quando tropeçar, não se regozije o teu coração;
18 para que o Senhor não o veja, e isso seja mau aos seus olhos, e desvie dele, a sua ira.
19 Não te aflijas por causa dos malfeitores; nem tenhas inveja dos ímpios;
20 porque o maligno não tem futuro; e a lâmpada dos ímpios se apagará.
21 Filho meu, teme ao Senhor, e ao rei; e não te entremetas com os que gostam de mudanças.
22 Porque de repente se levantará a sua calamidade; e a ruína deles, quem a conhecerá?
23 Também estes são provérbios dos sábios: Fazer acepção de pessoas no juízo não é bom.
24 Aquele que disser ao ímpio: Justo és; os povos o amaldiçoarão, as nações o detestarão;
25 mas para os que julgam retamente haverá delícias, e sobre eles virá copiosa bênção.
26 O que responde com palavras retas beija os lábios.
27 Prepara os teus trabalhos de fora, apronta bem o teu campo; e depois edifica a tua casa.
28 Não sejas testemunha sem causa contra o teu próximo; e não enganes com os teus lábios.
29 Não digas: Como ele me fez a mim, assim lhe farei a ele; pagarei a cada um segundo a sua obra.
30 Passei junto ao campo do preguiçoso, e junto à vinha do homem falto de entendimento;
31 e eis que tudo estava cheio de cardos, e a sua superfície coberta de urtigas, e o seu muro de pedra estava derrubado.
32 O que tendo eu visto, o considerei; e, vendo-o, recebi instrução.
33 Um pouco para dormir, um pouco para toscanejar, um pouco para cruzar os braços em repouso;
34 assim sobrevirá a tua pobreza como um salteador, e a tua necessidade como um homem armado.

sexta-feira, 23 de março de 2012

Provérbios 23


1 Quando te assentares a comer com um governador, atenta bem para aquele que está diante de ti;
2 e põe uma faca à tua garganta, se fores homem de grande apetite.
3 Não cobices os seus manjares gostosos, porque é comida enganadora.
4 Não te fatigues para seres rico; dá de mão à tua própria sabedoria:
5 Fitando tu os olhos nas riquezas, elas se vão; pois fazem para si asas, como a águia, voam para o céu.
6 Não comas o pão do avarento, nem cobices os seus manjares gostosos.
7 Porque, como ele pensa consigo mesmo, assim é; ele te diz: Come e bebe; mas o seu coração não está contigo.
8 Vomitarás o bocado que comeste, e perderás as tuas suaves palavras.
9 Não fales aos ouvidos do tolo; porque desprezará a sabedoria das tuas palavras.
10 Não removas os limites antigos; nem entres nos campos dos órfãos,
11 porque o seu redentor é forte; ele lhes pleiteará a causa contra ti.
12 Aplica o teu coração à instrução, e os teus ouvidos às palavras do conhecimento.
13 Não retires da criança a disciplina; porque, fustigando-a tu com a vara, nem por isso morrerá.
14 Tu a fustigarás com a vara e livrarás a sua alma do Seol.
15 Filho meu, se o teu coração for sábio, alegrar-se-á o meu coração, sim, ó, meu próprio;
16 e exultará o meu coração, quando os teus lábios falarem coisas retas.
17 Não tenhas inveja dos pecadores; antes conserva-te no temor do Senhor todo o dia.
18 Porque deveras terás uma recompensa; não será malograda a tua esperança.
19 Ouve tu, filho meu, e sê sábio; e dirige no caminho o teu coração.
20 Não estejas entre os beberrões de vinho, nem entre os comilões de carne.
21 Porque o beberrão e o comilão caem em pobreza; e a sonolência cobrirá de trapos o homem.
22 Ouve a teu pai, que te gerou; e não desprezes a tua mãe, quando ela envelhecer.
23 Compra a verdade, e não a vendas; sim, a sabedoria, a disciplina, e o entendimento.
24 Grandemente se regozijará o pai do justo; e quem gerar um filho sábio, nele se alegrará.
25 Alegrem-se teu pai e tua mãe, e regozije-se aquela que te deu à luz.
26 Filho meu, dá-me o teu coração; e deleitem-se os teus olhos nos meus caminhos.
27 Porque cova profunda é a prostituta; e poço estreito é a aventureira.
28 Também ela, como o salteador, se põe a espreitar; e multiplica entre os homens os prevaricadores.
29 Para quem são os ais? para quem os pesares? para quem as pelejas, para quem as queixas? para quem as feridas sem causa? e para quem os olhos vermelhos?
30 Para os que se demoram perto do vinho, para os que andam buscando bebida misturada.
31 Não olhes para o vinho quando se mostra vermelho, quando resplandece no copo e se escoa suavemente.
32 No seu fim morderá como a cobra, e como o basilisco picará.
33 Os teus olhos verão coisas estranhas, e tu falarás perversidades.
34 o serás como o que se deita no meio do mar, e como o que dorme no topo do mastro.
35 E dirás: Espancaram-me, e não me doeu; bateram-me, e não o senti; quando virei a despertar? ainda tornarei a buscá-lo outra vez.

quinta-feira, 22 de março de 2012

No princípio, criou Deus o "líder"


NO PRINCÍPIO, DEUS CRIOU O LÍDER

Gênesis 1:26-31
26 E disse Deus: Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança; domine ele sobre os peixes do mar, sobre as aves do céu, sobre os animais domésticos, e sobre toda a terra, e sobre todo réptil que se arrasta sobre a terra.
27 Criou, pois, Deus o homem à sua imagem; à imagem de Deus o criou; homem e mulher os criou.
28 Então Deus os abençoou e lhes disse: Frutificai e multiplicai-vos; enchei a terra e sujeitai-a; dominai sobre os peixes do mar, sobre as aves do céu e sobre todos os animais que se arrastam sobre a terra.
29 Disse-lhes mais: Eis que vos tenho dado todas as ervas que produzem semente, as quais se acham sobre a face de toda a terra, bem como todas as árvores em que há fruto que dê semente; ser-vos-ão para mantimento.
30 E a todos os animais da terra, a todas as aves do céu e a todo ser vivente que se arrasta sobre a terra, tenho dado todas as ervas verdes como mantimento. E assim foi.
31 E viu Deus tudo quanto fizera, e eis que era muito bom. E foi a tarde e a manhã, o dia sexto.

INTRODUÇÃO

Em toda a Bíblia encontramos a liderança perfeita de um Deus perfeito.
Tudo em Deus tem a marca da ordem e da excelência (1 Coríntios 14:40).
Tudo em Deus começa e termina (Filipenses 1:6).
Tudo em Deus é perfeito!

Ele é o maior e o melhor líder; lidera os céus e a terra.
Os anjos rendem adoração e servem a Deus felizmente. A criação expressa a grandeza dessa perfeita liderança rendendo-se ao Criador.
Diante de todas essas verdades, o homem foi feito para ser a expressão máxima dessa liderança.

I) O PREPARATIVO PARA A LIDERANÇA

26 E disse Deus: Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança; ...
27 Criou, pois, Deus o homem à sua imagem; à imagem de Deus o criou; homem e mulher os criou.

O maior e perfeito Líder, criou Seu liderado à Sua imagem e semelhança (Gênesis 1:27). Antes houve um acordo, um projeto feito e aprovado; “Façamos” (Gênesis 1:26).

Liderança se começa com concordância, unidade, trabalho em equipe e planejamento. Se começamos a liderar, fora desses parâmetros, significa que não estamos liderando conforme Deus.

Ao chamar o homem para a liderança; Deus já deixou ao mesmo toda a plataforma montada (o jardim do Éden), a referência dada (Sua pessoa, Palavra e direções), a equipe feita (homem e mulher) e acima de tudo, a Sua imagem e semelhança (caráter e conduta) estampada no Seu liderado.

Muitas lideranças não expressam a pessoa de Deus, mais bem distorcem através de um sistema manipulador. Lideranças abusivas, manipuladoras e autoritárias não são modelos que refletem Jesus. Esse tipo de liderança diz: “Faça o que eu digo e não o que eu faço”.

Para sermos eficazes em nossa liderança cristã, precisamos de liderar segundo o caráter de Deus.

Se somos criados por Deus; devemos reconhecer Sua autoridade e liderança.
Se somos criados à Sua imagem e semelhança, devemos liderar tal como Jesus liderou – com caráter, princípios, etc.
Liderança segundo o modelo de Jesus; é caráter, fidelidade, compromisso, amor, entrega, serviço e humildade.
Esse tipo de liderança diz: “Faça o que eu faço”.

II) O LEGADO PARA A LIDERANÇA

26 ...; domine ele sobre os peixes do mar, sobre as aves do céu, sobre os animais domésticos, e sobre toda a terra, e sobre todo réptil que se arrasta sobre a terra.
28 Então Deus os abençoou e lhes disse: Frutificai e multiplicai-vosenchei a terra e sujeitai-adominai sobre os peixes do mar, sobre as aves do céu e sobre todos os animais que se arrastam sobre a terra.

No legado para a liderança, encontro algumas palavras chaves: dominar, frutificar, multiplicar, encher, sujeitar e dominar. Pensemos um pouco em cada uma delas.

Dominar

Dominar tem o sentido de governo e autoridade. Nunca no sentido manipulador.
Para governar é necessário usar a justiça que não é segundo o homem, mas segundo Deus. Lembro-me de Pedro que queria impor sobre os irmãos o que ele mesmo não podia levar; isso não era justo e ele foi repreendido e corrigido.

Dominar tem a idéia de ocupar o lugar que Deus deu ao homem. É chamar o homem à sua responsabilidade e não deixar o que lhe corresponde fazer sobre os ombros da soberania de Deus.

Deus chamou o homem e a mulher para liderar no ministério, mas a liderança não começa no templo, mas no lar.

1 Timóteo 3:4
que governe bem a sua própria casa, tendo seus filhos em sujeição, com todo o respeito.

Deus deu autoridade ao homem de governar em três esferas: mar, céus e terra.
Em todos essas três esferas, o homem dominou.

No mar, o homem dominou peixes grandes e pequenos, aprendeu a nadar, construiu grandes navios, etc.
Nos céus, o homem dominou as aves, não aprendeu a voar, mas em compensação construiu enormes aviões.
Na terra, o homem dominou os animais, construiu cidades e meios de transportes.

Não penso nessas três esferas somente no aspecto físico, mas também espiritual.
Com a queda do homem líder, ele perdeu essas três esferas de domínio entregando a Satanás essa autoridade para dominar.

Não é difícil entender porque do mar “saiu tantos deuses” e porque tantos rios são considerados sagrados. Grécia, Índia e Brasil são alguns exemplos.
Nos céus há principados e potestades dominando os regiões celestes e oprimindo lugares, cidades e nações.

Efésios 6:12
pois não é contra carne e sangue que temos que lutar, mas sim contra os principados, contra as potestades, conta os príncipes do mundo destas trevas, contra as hostes espirituais da iniqüidade nas regiões celestes.

Na terra, vemos tudo o que acontece, desde fenômenos na natureza até à violência nas ruas das grandes cidades.

Com o pecado, o líder homem perdeu esse domínio para Satanás.
Quando o homem líder esta no pecado, ele perde a autoridade no mundo espiritual e não pode ser eficaz em seu ministério.

Com a vinda de Jesus – o segundo Adão; Ele com Sua vida, a obra da cruz e o túmulo vazio, tomou de volta esse domínio das mãos do diabo e entregou à igreja.

Efésios 1:22, 23
22 e sujeitou todas as coisas debaixo dos seus pés, e para ser cabeça sobre todas as coisas o deu à igreja,
23 que é o seu corpo, o complemento daquele que cumpre tudo em todas as coisas.

Através de Cristo, o homem de Deus pode governar mar, céus e terra.
Com a mesma idéia de “Não tenho autoridade se não estou sob autoridade”, também posso dizer “não posso dominar mar, céus e terra se não sou dominado pelo Ser que criou todas as coisas”.

Se recebemos autoridade para governar, devemos ter a responsabilidade de fazer bem e de alcançar as três esferas que Deus nos deu.

Devemos ir e dar o nosso máximo como o exemplo da parábola dos talentos (Mateus 25:14-30).

Segundo o texto, entendemos duas verdades:

- Devemos estar sob a autoridade de Deus.
Muitos entendem e até chegam a dar frutos nesse ponto.

- Devemos exercer a autoridade recebida de Deus (Atos 1:8).
Muitos não entendem, outros fazem sem preparo e alguns fazem certo.

Deus chama, prepara, capacita e envia pessoas para a liderança.
Entendimento, preparo, dons, talentos, temperamentos e personalidades se completam no líder.

Temos um chamado para liderar com uma liderança de influência. Alias, liderança que não influencia não é liderança.

Jesus disse em Mateus 5:13-16 que somos o sal da terra e a luz do mundo.
O sal exerce influência sobre os alimentos, assim como a luz exerce influência sobre as trevas. Temos um chamado para influenciar vidas.

2 Coríntios 5:11
Assim que, conhecendo o temor do Senhor, tentamos persuadir os homens...

Lembre-se: No princípio, Deus criou o líder e lhe deu autoridade para governar sob os princípios divinos.

Frutificar (v. 28)

Se governamos segundo os princípios divinos, os frutos serão conseqüência.
É natural o ramo dar frutos se ele esta ligado na árvore.
Deus fez o homem para ser frutífero, mas nunca só. Temos que estar ligados em Jesus.

João 15:1-5
1 Eu sou a videira verdadeira, e meu Pai é o viticultor.
2 Toda vara em mim que não dá fruto, ele a corta; e toda vara que dá fruto, ele a limpa, para que dê mais fruto.
3 Vós já estais limpos pela palavra que vos tenho falado.
4 Permanecei em mim, e eu permanecerei em vós; como a vara de si mesma não pode dar fruto, se não permanecer na videira, assim também vós, se não permanecerdes em mim.
5 Eu sou a videira; vós sois as varas. Quem permanece em mim e eu nele, esse dá muito fruto; porque sem mim nada podeis fazer.

Para que sua liderança dê frutos, o segredo vai além da capacidade que Deus lhe deu para governar, vai além dos talentos recebidos; o segredo é estar em plena comunhão com Deus.

Por isso que o Senhor vinha ao encontro de Adão e Eva no jardim. Era o tempo da comunhão, o culto ao Senhor, o tempo a sós, o devocional.

Não ame mais seus dons, talentos, capacidades, chamado e ministério que ao Senhor. Ame mais o Senhor da obra que a obra do Senhor.
Não deixe também que as muitas atividades do ministério, tire-lhe o tempo de estar a sós com Jesus.

O galho esta ocupado em desenvolver as folhas e depois os frutos, mas ele “sabe” que não pode fazer nada disso se deixar de estar ligado à árvore.

Ministério sem Jesus é ativismo e infrutífero.
Ministério com Jesus é atividades objetivas e frutífero.

Ele nos escolheu para que possamos dar frutos.

João 15:16
Vós não me escolhestes a mim mas eu vos escolhi a vós, e vos designei, para que vades e deis frutos, e o vosso fruto permaneça, a fim de que tudo quanto pedirdes ao Pai em meu nome, ele vo-lo conceda.

Multiplicar (v. 28)

Sendo “dominados” pelo Senhor, podemos “dominar”. Sendo ligados no Senhor, podemos dar frutos e se damos frutos, vamos multiplicar.

Multiplicação acontece em um momento, somente quando o que temos, colocamos nas mãos do Senhor como o exemplo dos poucos peixes e pães que havia para alimentar uma multidão. Fora disso; há um caminho de muito trabalho, estratégia e dedicação para ver os frutos se multiplicando.

Preocupo-me com muitos que ensinam sobre multiplicação.
Posso notar motivações baseadas em interesses de fama e status para produzirem em grandes quantidades, mas sem qualidade.
Penso na mentalidade imediatista que querem resultados instantâneos.
Tudo isso para mim é muito perigoso.

Para se multiplicar, requer-se tempo.

Para que possamos ver nosso ministério se multiplicando, devemos vencer algumas etapas fundamentais:

     1.     Sermos dominados pelo Espírito do Senhor onde não vamos fazer da nossa maneira, mas da dele.
     2.     Vivermos em Sua presença, ligados em Jesus em uma plena comunhão.
     3.     Ter a convicção do que Deus quer de nós no ministério.
     4.     Perseverar sempre e nunca desistir.

É assim que vamos multiplicar e isso leva seu tempo.

1 Corintios 3:6
Eu plantei; Apolo regou; mas Deus deu o crescimento.

Nossa tarefa é plantar e regar; a tarefa de Deus é dar o crescimento e a multiplicação será conseqüência de tudo isso.

Encher (v. 28)

Governar nosso chamado e ministério segundo o governo de Deus; nos levará a dar frutos e a multiplicação acontecerá enchendo a terra.

Deus estabeleceu a liderança para que Sua obra seja feita de uma maneira ordenada, com princípios e que Seu governo seja levado à todas nações através de nossas vidas.
Fico maravilhado ao ver irmãos na fé em lugares que jamais pensava que haveria testemunho do Senhor.

Não podemos falhar como falharam no passado na construção da torre de Babel e nem com o avivamento em Jerusalém – ambos queriam centralizar e ficar no mesmo lugar.
Deus é capaz de confundir as línguas e enviar perseguição para que possamos sair e encher a terra com Sua Palavra e governo.

Sujeitar (v. 28)

Domínio, frutos, multiplicação, encher e sujeição, são as ordens de Deus dentro do legado da liderança cristã.

É interessante pensar em sujeição dentro da liderança.
O empregado deve estar sujeito ao patrão, o povo ao governo, o aluno ao professor, a ovelha ao pastor, os filhos aos pais, a esposa ao marido, etc.

Sujeição não é obrigação. Sujeição é a disposição de me submeter a uma liderança por livre e espontânea vontade.

Quando Deus disse para Adão que mar, céus e terra, deveriam se submeter ao primeiro líder delegado, Ele estava dizendo que se Adão governasse bem, isso aconteceria voluntariamente da parte de seus liderados.
Adão não teria problema com os peixes, com as aves e nem com os animais; todos se submeteriam voluntariamente reconhecendo a sua autoridade delegada.

Quero usar um exemplo de sujeição à liderança que esta em Efésios 5:22-27.

Efésios 5:22-27
22 Vós, mulheres, submetei-vos a vossos maridos, como ao Senhor;
23 porque o marido é a cabeça da mulher, como também Cristo é a cabeça da igreja, sendo ele próprio o Salvador do corpo.
24 Mas, assim como a igreja está sujeita a Cristo, assim também as mulheres o sejam em tudo a seus maridos.
25 Vós, maridos, amai a vossas mulheres, como também Cristo amou a igreja, e a si mesmo se entregou por ela,
26 a fim de a santificar, tendo-a purificado com a lavagem da água, pela palavra,
27 para apresentá-la a si mesmo igreja gloriosa, sem mácula, nem ruga, nem qualquer coisa semelhante, mas santa e irrepreensível.

Nesse exemplo, a mulher deve submeter-se à autoridade do marido como cabeça (v. 22).
Essa submissão, volto a lembrar que é voluntaria; ou seja, nunca imposta.
A submissão da mulher acontece facilmente quando o homem cumpre seu papel como líder que é “amar sua mulher” (v. 25). Só para lembrar; esse amor são mais que palavras.

Porque a igreja se submete a Cristo (v. 24)? Por que Cristo amou a igreja e se entregou por ela (v. 25-27).
Porque a mulher se submete ao marido? Por que o marido a ama e se entrega por ela.
Porque o liderado se submete ao líder? Por que o líder o ama e se entrega por ele.

O que vejo então é o seguinte: O liderado se submete quando vê seu líder amando-o e se entregando por ele.

Sou consciente que assim é o principio divino. Não ignoro situações que são exatamente ao contrario, mas não quero tomar tempo sobre os “atalhos” que se inventaram com esse assunto, mas ficar na avenida certa.

Um dia Deus falou comigo: “Não se esqueça que você lidera pessoas com livre arbítrio”.

Você esta em uma posição de liderança; consegue entender isso?

Dominar (v. 26, 28)

A primeira ação que Deus disse ao homem, foi a de dominar e Ele repete no final novamente.
Já escrevi nesse estudo sobre esse assunto, então não é necessário repetir novamente; somente me chama a atenção que Deus disse isso duas vezes.

26 ...; domine ele sobre os peixes do mar, sobre as aves do céu, sobre os animais domésticos, e sobre toda a terra, e sobre todo réptil que se arrasta sobre a terra.
28 Então Deus os abençoou e lhes disse: Frutificai e multiplicai-vos; enchei a terra e sujeitai-a; dominai ...

Somente devo lembrar que Deus não estava dizendo para o homem impor sua liderança através do medo e da manipulação, mas sim para governar com os princípios de Deus que são infalíveis para que um jardim, uma cidade ou o mundo tenha ordem.

III) A PROVISÃO PARA A LIDERANÇA

29 Disse-lhes mais: Eis que vos tenho dado todas as ervas que produzem semente, as quais se acham sobre a face de toda a terra, bem como todas as árvores em que há fruto que dê semente; ser-vos-ão para mantimento.
30 E a todos os animais da terra, a todas as aves do céu e a todo ser vivente que se arrasta sobre a terra, tenho dado todas as ervas verdes como mantimento. E assim foi.

O Deus que chama é o mesmo que capacita e prove! Ele chamou a Adão e Eva para liderar o jardim provendo tudo o que eles precisavam externamente (v. 29, 30) e capacitando-os internamente com Sua imagem e semelhança. Ah, nisso estava incluído o livre arbítrio.

Da parte de Deus não havia como dar errado o plano; infelizmente o liderado falhou.
Será que eles não valorizaram o grandíssimo privilégio de liderar com Deus?
Realmente eles não tinham derramado nenhum suor, não pagaram nenhum preço e pegaram tudo prontinho.

Sendo feito da mesma estrutura que Adão e Eva, percebo que como ser humano, tenho a tendência de não valorizar o que não paguei nenhum preço. Acontece o mesmo com você?

Independente do que Adão e Eva fez, Deus deixou tudo preparado para a liderança do homem.
Independente de você aceitar ou não o chamado divino; Ele já deixou tudo pronto para que funcione o ministério que Ele tem entregue ou quer entregar em suas mãos.

IV) A SATISFAÇÃO COM A LIDERANÇA

31 E viu Deus tudo quanto fizera, e eis que era muito bom. E foi a tarde e a manhã, o dia sexto.

Governar com os princípios do reino, trás bons frutos, multiplicação e abundância. A submissão será um fato e a satisfação é garantida com os bons resultados.

Servir ao Senhor e às pessoas na liderança cristã não é fácil, mas trás muitas alegrias quando vemos os resultados do poder do Evangelho de Cristo naqueles que fizeram caso para a Palavra de Deus.

Jesus viu o fruto do seu trabalho e se alegrou.

Isaías 53:11
Ele verá o fruto do trabalho da sua alma, e ficará satisfeito; com o seu conhecimento o meu servo, o justo, justificará a muitos; porque as iniqüidades deles levará sobre si.

CONCLUSÃO

Convido você a seguir crescendo dentro da liderança cristã, fortaleça seu coração para governar com o Senhor os ministérios que Ele tem confiado em suas mãos; os resultados virão e você estará satisfeito.




JLS

quarta-feira, 21 de março de 2012

Provérbios 22


1 Mais digno de ser escolhido é o bom nome do que as muitas riquezas; e o favor é melhor do que a prata e o ouro.
2 O rico e o pobre se encontram; quem os faz a ambos é o Senhor.

3 O prudente vê o perigo e esconde-se; mas os simples passam adiante e sofrem a pena.


4 O galardão da humildade e do temor do Senhor é riquezas, e honra e vida.
5 Espinhos e laços há no caminho do perverso; o que guarda a sua alma retira-se para longe deles.

6 Instrui o menino no caminho em que deve andar, e até quando envelhecer não se desviará dele.

Conversando com dois discípulos de Jesus, surgiu a seguinte pergunta: Quando alguém diz que não sabe o que quer na vida; o que fazemos?

Já ouvi alguns dizerem: "Bom, quando você decidir me procure". Isso é comodismo.
Se a pessoa esta abrindo o coração, é porque encontrou confiança e se encontrou confiança, ainda que inconscientemente há esperança de receber uma palavra de direção.

Quando um filho diz ao pai que não sabe o que quer da vida; o pai deve saber o que o filho precisa na vida e deve conduzi-lo a isso.
O mesmo pode acontecer com uma mãe, professor, irmão, amigo, pastor, cônjuge, líder, etc.

Se não sabem o que querem, você deve saber o que precisam.


7 O rico domina sobre os pobres; e o que toma emprestado é servo do que empresta.
8 O que semear a perversidade segará males; e a vara da sua indignação falhará.
9 Quem vê com olhos bondosos será abençoado; porque dá do seu pão ao pobre.
10 Lança fora ao escarnecedor, e a contenda se irá; cessarão a rixa e a injúria.
11 O que ama a pureza do coração, e que tem graça nos seus lábios, terá por seu amigo o rei.
12 Os olhos do Senhor preservam o que tem conhecimento; mas ele transtorna as palavras do prevaricador.
13 Diz o preguiçoso: um leão está lá fora; serei morto no meio das ruas.
14 Cova profunda é a boca da adúltera; aquele contra quem o Senhor está irado cairá nela.
15 A estultícia está ligada ao coração do menino; mas a vara da correção a afugentará dele.
16 O que para aumentar o seu lucro oprime o pobre, e dá ao rico, certamente chegará à: penúria.
17 Inclina o teu ouvido e ouve as palavras dos sábios, e aplica o teu coração ao meu conhecimento.
18 Porque será coisa suave, se os guardares no teu peito, se estiverem todos eles prontos nos teus lábios.
19 Para que a tua confiança esteja no senhor, a ti tos fiz saber hoje, sim, a ti mesmo.
20 Porventura não te escrevi excelentes coisas acerca dos conselhos e do conhecimento,
21 para te fazer saber a certeza das palavras de verdade, para que possas responder com palavras de verdade aos que te enviarem?
22 Não roubes ao pobre, porque é pobre; nem oprimas ao aflito na porta;
23 porque o Senhor defenderá a sua causa em juízo, e aos que os roubam lhes tirará a vida.
24 Não faças amizade com o iracundo; nem andes com o homem colérico;
25 para que não aprendas as suas veredas, e tomes um laço para a tua alma.
26 Não estejas entre os que se comprometem, que ficam por fiadores de dívidas.
27 Se não tens com que pagar, por que tirariam a tua cama de debaixo de ti?
28 Não removas os limites antigos que teus pais fixaram.
29 Vês um homem hábil na sua obrar? esse perante reis assistirá; e não assistirá perante homens obscuros.

Ficaram com Ele - João 1.39

Clique aqui para ouvir