terça-feira, 31 de janeiro de 2012

2 Pedro 3


1 Amados, já é esta a segunda carta que vos escrevo; em ambas as quais desperto com admoestações o vosso ânimo sincero;
2 para que vos lembreis das palavras que dantes foram ditas pelos santos profetas, e do mandamento do Senhor e Salvador, dado mediante os vossos apóstolos;
3 sabendo primeiro isto, que nos últimos dias virão escarnecedores com zombaria andando segundo as suas próprias concupiscências,
4 e dizendo: Onde está a promessa da sua vinda? porque desde que os pais dormiram, todas as coisas permanecem como desde o princípio da criação.
5 Pois eles de propósito ignoram isto, que pela palavra de Deus já desde a antigüidade existiram os céus e a terra, que foi tirada da água e no meio da água subsiste;
6 pelas quais coisas pereceu o mundo de então, afogado em água;
7 mas os céus e a terra de agora, pela mesma palavra, têm sido guardados para o fogo, sendo reservados para o dia do juízo e da perdição dos homens ímpios.
8 Mas vós, amados, não ignoreis uma coisa: que um dia para o Senhor é como mil anos, e mil anos como um dia.
9 O Senhor não retarda a sua promessa, ainda que alguns a têm por tardia; porém é longânimo para convosco, não querendo que ninguém se perca, senão que todos venham a arrepender-se.
10 Virá, pois, como ladrão o dia do Senhor, no qual os céus passarão com grande estrondo, e os elementos, ardendo, se dissolverão, e a terra, e as obras que nela há, serão descobertas.
11 Ora, uma vez que todas estas coisas hão de ser assim dissolvidas, que pessoas não deveis ser em santidade e piedade,
12 aguardando, e desejando ardentemente a vinda do dia de Deus, em que os céus, em fogo se dissolverão, e os elementos, ardendo, se fundirão?
13 Nós, porém, segundo a sua promessa, aguardamos novos céus e uma nova terra, nos quais habita a justiça.
14 Pelo que, amados, como estais aguardando estas coisas, procurai diligentemente que por ele sejais achados imaculados e irrepreensível em paz;
15 e tende por salvação a longanimidade de nosso Senhor; como também o nosso amado irmão Paulo vos escreveu, segundo a sabedoria que lhe foi dada;
16 como faz também em todas as suas epístolas, nelas falando acerca destas coisas, mas quais há pontos difíceis de entender, que os indoutos e inconstantes torcem, como o fazem também com as outras Escrituras, para sua própria perdição.
17 Vós, portanto, amados, sabendo isto de antemão, guardai-vos de que pelo engano dos homens perversos sejais juntamente arrebatados, e descaiais da vossa firmeza;
18 antes crescei na graça e no conhecimento de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo. A ele seja dada a glória, assim agora, como até o dia da eternidade.

segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

2 Pedro 2


1 Mas houve também entre o povo falsos profetas, como entre vós haverá falsos mestres, os quais introduzirão encobertamente heresias destruidoras, negando até o Senhor que os resgatou, trazendo sobre si mesmos repentina destruição.
2 E muitos seguirão as suas dissoluções, e por causa deles será blasfemado o caminho da verdade;
3 também, movidos pela ganância, e com palavras fingidas, eles farão de vós negócio; a condenação dos quais já de largo tempo não tarda e a sua destruição não dormita.
4 Porque se Deus não poupou a anjos quando pecaram, mas lançou-os no inferno, e os entregou aos abismos da escuridão, reservando-os para o juízo;
5 se não poupou ao mundo antigo, embora preservasse a Noé, pregador da justiça, com mais sete pessoas, ao trazer o dilúvio sobre o mundo dos ímpios;
6 se, reduzindo a cinza as cidades de Sodoma e Gomorra, condenou-as à destruição, havendo-as posto para exemplo aos que vivessem impiamente;
7 e se livrou ao justo Ló, atribulado pela vida dissoluta daqueles perversos
8 (porque este justo, habitando entre eles, por ver e ouvir, afligia todos os dias a sua alma justa com as injustas obras deles);
9 também sabe o Senhor livrar da tentação os piedosos, e reservar para o dia do juízo os injustos, que já estão sendo castigados;
10 especialmente aqueles que, seguindo a carne, andam em imundas concupiscências, e desprezam toda autoridade. Atrevidos, arrogantes, não receiam blasfemar das dignidades,
11 enquanto que os anjos, embora maiores em força e poder, não pronunciam contra eles juízo blasfemo diante do Senhor.
12 Mas estes, como criaturas irracionais, por natureza feitas para serem presas e mortas, blasfemando do que não entendem, perecerão na sua corrupção,
13 recebendo a paga da sua injustiça; pois que tais homens têm prazer em deleites à luz do dia; nódoas são eles e máculas, deleitando-se em suas dissimulações, quando se banqueteiam convosco;
14 tendo os olhos cheios de adultério e insaciáveis no pecar; engodando as almas inconstantes, tendo um coração exercitado na ganância, filhos de maldição;
15 os quais, deixando o caminho direito, desviaram-se, tendo seguido o caminho de Balaão, filho de Beor, que amou o prêmio da injustiça,
16 mas que foi repreendido pela sua própria transgressão: um mudo jumento, falando com voz humana, impediu a loucura do profeta.
17 Estes são fontes sem água, névoas levadas por uma tempestade, para os quais está reservado o negrume das trevas.
18 Porque, falando palavras arrogantes de vaidade, nas concupiscências da carne engodam com dissoluções aqueles que mal estão escapando aos que vivem no erro;
19 prometendo-lhes liberdade, quando eles mesmos são escravos da corrupção; porque de quem um homem é vencido, do mesmo é feito escravo.
20 Porquanto se, depois de terem escapado das corrupções do mundo pelo pleno conhecimento do Senhor e Salvador Jesus Cristo, ficam de novo envolvidos nelas e vencidos, tornou-se-lhes o último estado pior que o primeiro.
21 Porque melhor lhes fora não terem conhecido o caminho da justiça, do que, conhecendo-o, desviarem-se do santo mandamento que lhes fora dado.
22 Deste modo sobreveio-lhes o que diz este provérbio verdadeiro: Volta o cão ao seu vômito, e a porca lavada volta a revolver-se no lamaçal.

domingo, 29 de janeiro de 2012

2 Pedro 1


1 Simão Pedro, servo e apóstolo de Jesus Cristo, aos que conosco alcançaram fé igualmente preciosa na justiça do nosso Deus e Salvador Jesus Cristo:
2 Graça e paz vos sejam multiplicadas no pleno conhecimento de Deus e de Jesus nosso Senhor;
3 visto como o seu divino poder nos tem dado tudo o que diz respeito à vida e à piedade, pelo pleno conhecimento daquele que nos chamou por sua própria glória e virtude;
4 pelas quais ele nos tem dado as suas preciosas e grandíssimas promessas, para que por elas vos torneis participantes da natureza divina, havendo escapado da corrupção, que pela concupiscência há no mundo.
5 E por isso mesmo vós, empregando toda a diligência, acrescentai à vossa fé a virtude, e à virtude a ciência,
6 e à ciência o domínio próprio, e ao domínio próprio a perseverança, e à perseverança a piedade,
7 e à piedade a fraternidade, e à fraternidade o amor.
8 Porque, se em vós houver e abundarem estas coisas, elas não vos deixarão ociosos nem infrutíferos no pleno conhecimento de nosso Senhor Jesus Cristo.
9 Pois aquele em quem não há estas coisas é cego, vendo somente o que está perto, havendo-se esquecido da purificação dos seus antigos pecados.
10 Portanto, irmãos, procurai mais diligentemente fazer firme a vossa vocação e eleição; porque, fazendo isto, nunca jamais tropeçareis.
11 Porque assim vos será amplamente concedida a entrada no reino eterno do nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo.
12 Pelo que estarei sempre pronto para vos lembrar estas coisas, ainda que as saibais, e estejais confirmados na verdade que já está convosco.
13 E tendo por justo, enquanto ainda estou neste tabernáculo, despertar-vos com admoestações,
14 sabendo que brevemente hei de deixar este meu tabernáculo, assim como nosso Senhor Jesus Cristo já mo revelou.
15 Mas procurarei diligentemente que também em toda ocasião depois da minha morte tenhais lembrança destas coisas.
16 Porque não seguimos fábulas engenhosas quando vos fizemos conhecer o poder e a vinda de nosso Senhor Jesus Cristo, pois nós fôramos testemunhas oculares da sua majestade.
17 Porquanto ele recebeu de Deus Pai honra e glória, quando pela Glória Magnífica lhe foi dirigida a seguinte voz: Este é o meu Filho amado, em quem me comprazo;
18 e essa voz, dirigida do céu, ouvimo-la nós mesmos, estando com ele no monte santo.
19 E temos ainda mais firme a palavra profética à qual bem fazeis em estar atentos, como a uma candeia que alumia em lugar escuro, até que o dia amanheça e a estrela da alva surja em vossos corações;
20 sabendo primeiramente isto: que nenhuma profecia da Escritura é de particular interpretação.
21 Porque a profecia nunca foi produzida por vontade dos homens, mas os homens da parte de Deus falaram movidos pelo Espírito Santo.

sábado, 28 de janeiro de 2012

Tiago 5


1 Eia agora, vós ricos, chorai e pranteai, por causa das desgraças que vos sobrevirão.
2 As vossas riquezas estão apodrecidas, e as vossas vestes estão roídas pela traça.
3 O vosso ouro e a vossa prata estão enferrujados; e a sua ferrugem dará testemunho contra vós, e devorará as vossas carnes como fogo. Entesourastes para os últimos dias.
4 Eis que o salário que fraudulentamente retivestes aos trabalhadores que ceifaram os vossos campos clama, e os clamores dos ceifeiros têm chegado aos ouvidos do Senhor dos exércitos.
5 Deliciosamente vivestes sobre a terra, e vos deleitastes; cevastes os vossos corações no dia da matança.
6 Condenastes e matastes o justo; ele não vos resiste.
7 Portanto, irmãos, sede pacientes até a vinda do Senhor. Eis que o lavrador espera o precioso fruto da terra, aguardando-o com paciência, até que receba as primeiras e as últimas chuvas.
8 Sede vós também pacientes; fortalecei os vossos corações, porque a vinda do Senhor está próxima.
9 Não vos queixeis, irmãos, uns dos outros, para que não sejais julgados. Eis que o juiz está à porta.
10 Irmãos, tomai como exemplo de sofrimento e paciência os profetas que falaram em nome do Senhor.
11 Eis que chamamos bem-aventurados os que suportaram aflições. Ouvistes da paciência de Jó, e vistes o fim que o Senhor lhe deu, porque o Senhor é cheio de misericórdia e compaixão.
12 Mas, sobretudo, meus irmãos, não jureis, nem pelo céu, nem pela terra, nem façais qualquer outro juramento; seja, porém, o vosso sim, sim, e o vosso não, não, para não cairdes em condenação.
13 Está aflito alguém entre vós? Ore. Está alguém contente? Cante louvores.
14 Está doente algum de vós? Chame os anciãos da igreja, e estes orem sobre ele, ungido-o com óleo em nome do Senhor;
15 e a oração da fé salvará o doente, e o Senhor o levantará; e, se houver cometido pecados, ser-lhe-ão perdoados.
16 Confessai, portanto, os vossos pecados uns aos outros, e orai uns pelos outros, para serdes curados. A súplica de um justo pode muito na sua atuação.
17 Elias era homem sujeito às mesmas paixões que nós, e orou com fervor para que não chovesse, e por três anos e seis meses não choveu sobre a terra.
18 E orou outra vez e o céu deu chuva, e a terra produziu o seu fruto.
19 Meus irmãos, se alguém dentre vós se desviar da verdade e alguém o converter,
20 sabei que aquele que fizer converter um pecador do erro do seu caminho salvará da morte uma alma, e cobrirá uma multidão de pecados.

sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

Tiago 4


1 Donde vêm as guerras e contendas entre vós? Porventura não vêm disto, dos vossos deleites, que nos vossos membros guerreiam?
2 Cobiçais e nada tendes; logo matais. Invejais, e não podeis alcançar; logo combateis e fazeis guerras. Nada tendes, porque não pedis.
3 Pedis e não recebeis, porque pedis mal, para o gastardes em vossos deleites.
4 Infiéis, não sabeis que a amizade do mundo é inimizade contra Deus? Portanto qualquer que quiser ser amigo do mundo constitui-se inimigo de Deus.
5 Ou pensais que em vão diz a escritura: O Espírito que ele fez habitar em nós anseia por nós até o ciúme?
6 Todavia, dá maior graça. Portanto diz: Deus resiste aos soberbos; dá, porém, graça aos humildes.
7 Sujeitai-vos, pois, a Deus; mas resisti ao Diabo, e ele fugirá de vós.
8 Chegai-vos para Deus, e ele se chegará para vós. Limpai as mãos, pecadores; e, vós de espírito vacilante, purificai os corações.
9 Senti as vossas misérias, lamentai e chorai; torne-se o vosso riso em pranto, e a vossa alegria em tristeza.

10 Humilhai-vos perante o Senhor, e ele vos exaltará.


11 Irmãos, não faleis mal uns dos outros. Quem fala mal de um irmão, e julga a seu irmão, fala mal da lei, e julga a lei; ora, se julgas a lei, não és observador da lei, mas juiz.
12 Há um só legislador e juiz, aquele que pode salvar e destruir; tu, porém, quem és, que julgas ao próximo?
13 Eia agora, vós que dizeis: Hoje ou amanhã iremos a tal cidade, lá passaremos um ano, negociaremos e ganharemos.
14 No entanto, não sabeis o que sucederá amanhã. Que é a vossa vida? Sois um vapor que aparece por um pouco, e logo se desvanece.
15 Em lugar disso, devíeis dizer: Se o Senhor quiser, viveremos e faremos isto ou aquilo.
16 Mas agora vos jactais das vossas presunções; toda jactância tal como esta é maligna.

17 Aquele, pois, que sabe fazer o bem e não o faz, comete pecado.


quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

Tiago 2


1 Meus irmãos, não tenhais a fé em nosso Senhor Jesus Cristo, Senhor da glória, em acepção de pessoas.
2 Porque, se entrar na vossa reunião algum homem com anel de ouro no dedo e com traje esplêndido, e entrar também algum pobre com traje sórdido.
3 e atentardes para o que vem com traje esplêndido e lhe disserdes: Senta-te aqui num lugar de honra; e disserdes ao pobre: Fica em pé, ou senta-te abaixo do escabelo dos meus pés,
4 não fazeis, porventura, distinção entre vós mesmos e não vos tornais juízes movidos de maus pensamentos?
5 Ouvi, meus amados irmãos. Não escolheu Deus os que são pobres quanto ao mundo para fazê-los ricos na fé e herdeiros do reino que prometeu aos que o amam?
6 Mas vós desonrastes o pobre. Porventura não são os ricos os que vos oprimem e os que vos arrastam aos tribunais?
7 Não blasfemam eles o bom nome pelo qual sois chamados?
8 Todavia, se estais cumprindo a lei real segundo a escritura: Amarás ao teu próximo como a ti mesmo, fazeis bem.
9 Mas se fazeis acepção de pessoas, cometeis pecado, sendo por isso condenados pela lei como transgressores.
10 Pois qualquer que guardar toda a lei, mas tropeçar em um só ponto, tem-se tornado culpado de todos.
11 Porque o mesmo que disse: Não matarás. Ora, se não cometes adultério, mas és homicida, te hás tornado transgressor da lei.
12 Falai de tal maneira e de tal maneira procedei, como havendo de ser julgados pela lei da liberdade.
13 Porque o juízo será sem misericórdia para aquele que não usou de misericórdia; a misericórdia triunfa sobre o juízo.

14 Que proveito há, meus irmãos se alguém disser que tem fé e não tiver obras? Porventura essa fé pode salvá-lo?
15 Se um irmão ou uma irmã estiverem nus e tiverem falta de mantimento cotidiano.
16 e algum de vós lhes disser: Ide em paz, aquentai-vos e fartai-vos; e não lhes derdes as coisas necessárias para o corpo, que proveito há nisso?
17 Assim também a fé, se não tiver obras, é morta em si mesma.
18 Mas dirá alguém: Tu tens fé, e eu tenho obras; mostra-me a tua fé sem as obras, e eu te mostrarei a minha fé pelas minhas obras.


19 Crês tu que Deus é um só? Fazes bem; os demônios também o crêem, e estremecem.
20 Mas queres saber, ó homem vão, que a fé sem as obras é estéril?
21 Porventura não foi pelas obras que nosso pai Abraão foi justificado quando ofereceu sobre o altar seu filho Isaque?
22 Vês que a fé cooperou com as suas obras, e que pelas obras a fé foi aperfeiçoada;
23 e se cumpriu a escritura que diz: E creu Abraão a Deus, e isso lhe foi imputado como justiça, e foi chamado amigo de Deus.
24 Vedes então que é pelas obras que o homem é justificado, e não somente pela fé.
25 E de igual modo não foi a meretriz Raabe também justificada pelas obras, quando acolheu os espias, e os fez sair por outro caminho?
26 Porque, assim como o corpo sem o espírito está morto, assim também a fé sem obras é morta.

quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

Tiago 1


1 Tiago, servo de Deus e do Senhor Jesus Cristo, às doze tribos da Dispersão, saúde.
2 Meus irmãos, tende por motivo de grande gozo o passardes por várias provações,
3 sabendo que a aprovação da vossa fé produz a perseverança;
4 e a perseverança tenha a sua obra perfeita, para que sejais perfeitos e completos, não faltando em coisa alguma.
5 Ora, se algum de vós tem falta de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá liberalmente e não censura, e ser-lhe-á dada.
6 Peça-a, porém, com fé, não duvidando; pois aquele que duvida é semelhante à onda do mar, que é sublevada e agitada pelo vento.
7 Não pense tal homem que receberá do Senhor alguma coisa,
8 homem vacilante que é, e inconstante em todos os seus caminhos.
9 Mas o irmão de condição humilde glorie-se na sua exaltação,
10 e o rico no seu abatimento; porque ele passará como a flor da erva.
11 Pois o sol se levanta em seu ardor e faz secar a erva; a sua flor cai e a beleza do seu aspecto perece; assim murchará também o rico em seus caminhos.
12 Bem-aventurado o homem que suporta a provação; porque, depois de aprovado, receberá a coroa da vida, que o Senhor prometeu aos que o amam.
13 Ninguém, sendo tentado, diga: Sou tentado por Deus; porque Deus não pode ser tentado pelo mal e ele a ninguém tenta.
14 Cada um, porém, é tentado, quando atraído e engodado pela sua própria concupiscência;
15 então a concupiscência, havendo concebido, dá à luz o pecado; e o pecado, sendo consumado, gera a morte.
16 Não vos enganeis, meus amados irmãos.
17 Toda boa dádiva e todo dom perfeito vêm do alto, descendo do Pai das luzes, em quem não há mudança nem sombra de variação.
18 Segundo a sua própria vontade, ele nos gerou pela palavra da verdade, para que fôssemos como que primícias das suas criaturas.
19 Sabei isto, meus amados irmãos: Todo homem seja pronto para ouvir, tardio para falar e tardio para se irar.
20 Porque a ira do homem não opera a justiça de Deus.
21 Pelo que, despojando-vos de toda sorte de imundícia e de todo vestígio do mal, recebei com mansidão a palavra em vós implantada, a qual é poderosa para salvar as vossas almas.
22 E sede cumpridores da palavra e não somente ouvintes, enganando-vos a vós mesmos.

23 Pois se alguém é ouvinte da palavra e não cumpridor, é semelhante a um homem que contempla no espelho o seu rosto natural;
24 porque se contempla a si mesmo e vai-se, e logo se esquece de como era.


25 Entretanto aquele que atenta bem para a lei perfeita, a da liberdade, e nela persevera, não sendo ouvinte esquecido, mas executor da obra, este será bem-aventurado no que fizer.
26 Se alguém cuida ser religioso e não refreia a sua língua, mas engana o seu coração, a sua religião é vã.
27 A religião pura e imaculada diante de nosso Deus e Pai é esta: Visitar os órfãos e as viúvas nas suas aflições e guardar-se isento da corrupção do mundo.

terça-feira, 24 de janeiro de 2012

Atenta e cumpre o ministério





ATENTAR E CUMPRIR COM O MINISTÉRIO QUE RECEBEMOS NO SENHOR

E dizei a Arquipo: Atenta para o ministério que recebeste no Senhor, para que o cumpras (Colossenses 4:17)

Cada um de nós, recebemos um chamado juntamente com dons espirituais e talentos naturais. Toda a capacidade que Deus colocou em nossas vidas tem um propósito que é servir a Ele e aos demais; esse é o grande prazer na obra de Deus – servir.

Servir é olhar as pessoas como pessoas. Servir é considerar os demais superiores a nós. Servir é a melhor maneira de parecer-nos com Jesus.

Já “lavou os pés” de alguém hoje?

Assim como Arquipo; você também recebeu um ministério no Senhor.

Longe do que o mundo pensa e abomino esses pensamentos nesse sentido; ministério não é status, nem posição e menos ainda que a pessoa pense ser “alguma coisa’ a ponto de considerar-nos superior aos demais.

A palavra ministério quer dizer “serviço”. Se tenho um ministério, tenho um serviço. Devo servir! Sou servo (a)! Essa é minha mensagem sempre e em nossa igreja precisamos fortalecer essa verdade cada dia.

Não buscamos posições, status, fama e valores do mundo com motivações egoístas. Importa que Jesus cresça e nós venhamos a diminuir (João 3:30). 

O texto que menciono nesse email, é uma palavra de Paulo para um irmão chamado Arquipo. Deus tinha dado a ele um ministério e possivelmente ele não estava muito atento; por isso essas palavras na carta aos colossenses.

Duas palavras chaves me chamam a atenção no texto:

1. Atenta para o ministério que recebeste no Senhor.

Como disse, penso que Arquipo estava desatento com o serviço e pode acontecer com todos nós.
Precisamos de um Paulo para chamar-nos a atenção para que possamos atentar ao serviço que o Senhor nos deu para realizar.

Para fazer:
(Pode colocar somente sim ou não ou escrever sua resposta)

1. Precisa sempre de um Paulo para chamar-lhe a atenção para o ministério que recebestes no Senhor? ____ Sim. ____Não.

2. As vezes precisa de um Paulo para chamar-lhe a atenção para o ministério que recebestes no Senhor?  ____ Sim. ____Não.

3. Não precisa de ajuda; já sabe o que tem que fazer no ministério que recebestes no Senhor? ____ Sim. ____Não.

4. Negligencia o ministério por medo, planos pessoais ou simplesmente por descuido? ____ Sim. ____Não.

5. Está atento (a) para o ministério que recebeste no Senhor? ____ Sim. ____Não.

6. Sabe exatamente o que Ele quer de você? ____ Sim. ____Não.

7. Tem um coração para servir? ____ Sim. ____Não.

2. Cumpra o ministério que recebeste no Senhor.

Como já disse; você também foi capacitado e chamado por Deus e recebestes um ministério do Senhor “para cumprir”.

Quando se encontra um diamante, ele precisa ser polido; no caso do ouro, precisa passar pelo fogo.
O Senhor tem nos dado ministério, chamado, dons, etc., mas precisamos de polir, de purificar, de capacitar-nos para usar o que Ele nos confiou da maneira certa.

Ter um carro na mão, não significa que sabemos dirigir. Precisamos aprender.
Ser servo é algo que Deus colocou dentro de nós, mas precisamos nos capacitar aprendendo como servir com excelência.

Para fazer:

1. Esta disposto (a) a capacitar-se ministerialmente para melhor servir a Deus e às pessoas? ____ Sim. ____Não.

2. Entende seu chamado para servir? ____ Sim. ____Não.

3. Está cumprindo o ministério que recebeste no Senhor? ____ Sim. ____Não.

4. Começa algo e logo não consegue terminar? Acontece o mesmo no ministério? ____ Sim. ____Não.

5. Quais são os obstáculos que se opõe diante de você para que não cumpra o ministério que recebestes no Senhor?

Concluindo

Muitos já tem experiência no servir; outros estão começando agora. Seja como for, o importante é atentar e cumprir com o ministério que recebemos no Senhor.

E dizei a Arquipo: Atenta para o ministério que recebeste no Senhor, para que o cumpras (Colossenses 4:17).



segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

Atenta e cumpre o ministério - CM001



Atenta e Cumpre o Ministério
CM 001

E dizei a Arquipo: Atenta para o ministério que recebeste no Senhor, para que o cumpras (Colossenses 4:17)

Estou ministrando um curso de liderança aos líderes de nossa igreja via email. Eu envio o estudo, eles respondem e assim vamos avançando.
Pensando em abençoar a todos que desejam, coloco à disposição o que escrevo no desejo de que seja útil.

Temos necessidade de capacitação ministerial?

Muita e urgente.
Nas empresas, sempre os diretores estão preocupados com a capacitação dos funcionários. Médicos viajam para participarem de congressos para se capacitarem e melhor servirem.
A igreja deve lembrar-se de Seu Líder; o Senhor Jesus Cristo. Ele pensou na capacitação ministerial de Seus discípulos e trabalhou muito nisso.

Como seguidores do Mestre; precisamos nos capacitar para melhor servir a Deus e às pessoas.

Como pode funcionar um curso de capacitação ministerial?

Pessoalmente e pelo menos uma vez na semana penso que é a melhor maneira. Diante de tantas realidades, devemos adaptar-nos com o que temos e podemos.

Existe o ideal e o possível. Nunca esperei chegar o ideal para fazer o que Deus coloca em meu coração; vou fazendo o possível até chegar no ideal.
   
Em nosso caso, estou usando o email onde envio o estudo e os líderes de nossa igreja respondem e nas reuniões pessoalmente, trabalhamos com o estudo já dado. Rende muito em nosso caso.
A criatividade vem de Deus e creio que Ele dá muitas idéias nesse sentido.

Para funcionar as coisas, primeiro deve ser geradas no Espírito (assim como em Gn 1); quando vier a Palavra do Senhor (dando direção), então as coisas começarão a serem criadas.

Duração da capacitação ministerial:

Mesmo depois de formado, o advogado sempre deve continuar estudando. Capacitação ministerial não tem data de conclusão assim como o discipulado.
Precisamos sempre estar capacitando-nos para melhor servir.
Portanto não temos data de terminar. Estando exercendo o ministério; precisamos sempre capacitar-nos.

Comunicação na capacitação ministerial



É fundamental em qualquer área de nossas vidas; família, amigos, trabalho, igreja, equipes, etc.
Sem a comunicação, por excelente que seja o projeto; não funcionará.

Descrevo comunicação como a figura abaixo.

Significa que ao receber meu recado, email, etc.; o receptor deve ao menos escrever uma nota dizendo que recebeu. Quando tiver mais tempo, vai ler com mais atenção e fazer o que lhe corresponde.

E dizei a Arquipo: Atenta para o ministério que recebeste no Senhor, para que o cumpras (Colossenses 4:17)

No propósito de ajudar você no ministério que recebeste no Senhor para o cumprir, lhe animo para atentar e cumprir com seu chamado. Se posso ajudar, conte comigo.

domingo, 22 de janeiro de 2012

Para Ser Feliz - II

Salmos 1:2. “..., nem se detém no caminho dos pecadores, ...”

Para ser feliz há três situações que não posso estar envolvido.
Comparti a primeira na quinta 19/01/12 aqui no blog que é “feliz o homem que não anda segundo o conselho dos ímpios, ...”; e hoje quero compartir a segunda grande verdade bíblica sobre esse assunto.

O homem para ser feliz não pode “deter-se” no caminho dos pecadores.

Vamos pensar em um exemplo muito simples. Acabou o expediente do dia e os amigos convida o Pedro (nome fictício) para ir tomar uma cerveja; sua esposa e filhos o espera para o jantar. Ao invés dele ir para casa, ele pensa que não tem nada de mais sair um pouco com os amigos, afinal o dia foi estressante. Sua esposa e filhos jantam sozinhos sem a presença do marido e do pai.

No outro dia, o convite aparece de novo e o Pedro começa a “deter-se” nesse caminho quando deveria cumprir com suas responsabilidades no lar que é acima de tudo dar sua presença.
Infelizmente muitos pensam que somente trabalhar e colocar o dinheiro dentro de casa é suficiente. Dinheiro e bens não substitui a presença.

Nesse ambiente o Pedro de nossa história, começa a ter problemas em seu casamento; brigas começam a surgir, filhos começam a ficar rebeldes e ele vai ficando desgostoso e pensando que o melhor é ficar mais tempo no bar que em casa. Conto o final da história? Já sabemos!

Muitas vezes será inevitável e “passaremos” pelo caminho dos pecadores; mas deter-se é o problema.
Alguém disse com propriedade: “Não posso impedir que os pássaros voem sobre minha cabeça; mas posso impedir que eles façam ninho”.

Normalmente nos detemos em um caminho diante de algo que nos chama a atenção. Um homem facilmente se detém diante de uma loja de eletro-eletrônicos e as mulheres diante de lojas de sapatos e roupas; até aí tudo ok.

O problema é deter-se no caminho dos pecadores. Ao parar nesse caminho é porque algo de fora esta chamando a atenção de algo que está dentro de nós. Isso é muito sério e perigoso e é o caminho direto para a infelicidade.

Leia com atenção Tiago 1:14, 15

14 Mas cada um é tentado, quando atraído e engodado pela sua própria concupiscência.
15 Depois, havendo a concupiscência concebido, dá à luz o pecado; e o pecado, sendo consumado, gera a morte.

Vamos pensar um pouquinho nesse texto?
Cada um é tentado em sua “caminhada diária” , quando é atraído por algo externo no “caminho dos pecadores” e é enganado pelo seu próprio desejo pecaminoso interno.

Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e perverso; quem o conhecerá?  Jeremias 17:9

Ao “deter-se” no caminho dos pecadores; o desejo é concebido gerando o pecado mesmo sem ter praticado (Mt 5:27, 28) e a morte espiritual acontece.

27 Ouvistes que foi dito aos antigos: Não cometerás adultério.
28 Eu, porém, vos digo, que qualquer que atentar numa mulher para a cobiçar, já em seu coração cometeu adultério com ela.
Mateus 5:27-28

Só nos detemos diante de coisas que nos chamam a atenção. Um bom exemplo é quando estamos diante da TV com o controle remoto na mão. O homem fica trocando de canal todo tempo (o que irrita a mulher) e quando algo chama sua atenção; então ele se “detêm”.

Você quer ser mesmo feliz?

Felicidade é uma decisão! É a decisão da escolha certa; do caminho certo!
Deter-se no caminho dos pecadores; não trás felicidade ao homem.
O caminho dos pecadores é um “caminho espaçoso”, mas conduz à perdição. Infelizmente muitos entram e se detêm nesse caminho.

13 Entrai pela porta estreita; porque larga é a porta, e espaçoso o caminho que conduz à perdição, e muitos são os que entram por ela;
14 E porque estreita é a porta, e apertado o caminho que leva à vida, e poucos há que a encontrem.
Mateus 7:13-14

Além de ser um caminho que conduz para à perdição; aparentemente é inofensivo; por isso muitos dizem: “Isso não tem nada a ver. Ninguém é de ferro, você também pode deter-se aqui um pouco, etc.”.

Detêm-se por favor um pouco, mas nesse texto bíblico:

Há um caminho que ao homem parece direito, mas o fim dele são os caminhos da morte. Provérbios 14:12.

Quer ser feliz?

1. Não ande segundo o conselho dos ímpios.
2. Não se detenha no caminho dos pecadores.
3. Venha andar no Caminho que é Jesus.

Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim. João 14:6.

sábado, 21 de janeiro de 2012

Êxodo 40


1 Depois disse o Senhor a Moisés:
2 No primeiro mês, no primeiro dia do mês, levantarás o tabernáculo da tenda da revelação,
3 e porás nele a arca do testemunho, e resguardaras a arca com o véu.
4 Depois colocarás nele a mesa, e porás em ordem o que se deve pôr em ordem nela; também colocarás nele o candelabro, e acenderás as suas lâmpadas.
5 E porás o altar de ouro para o incenso diante da arca do testemunho; então pendurarás o reposteiro da porta do tabernáculo.
6 E porás o altar do holocausto diante da porta do tabernáculo da tenda da revelação.
7 E porás a pia entre a tenda da revelação e o altar, e nela deitarás água.
8 Depois levantarás as cortinas do átrio ao redor, e pendurarás o reposteiro da porta do átrio.
9 Então tomarás o óleo da unção e ungirás o tabernáculo, e tudo o que há nele; e o santificarás, a ele e a todos os seus móveis; e será santo.
10 Ungirás também o altar do holocausto, e todos os seus utensílios, e santificarás o altar; e o altar será santíssimo.
11 Então ungirás a pia e a sua base, e a santificarás.
12 E farás chegar Arão e seus filhos à porta da tenda da revelação, e os lavarás com água.
13 E vestirás Arão das vestes sagradas, e o ungirás, e o santificarás, para que me administre o sacerdócio.
14 Também farás chegar seus filhos, e os vestirás de túnicas,
15 e os ungirás como ungiste a seu pai, para que me administrem o sacerdócio, e a sua unção lhes será por sacerdócio perpétuo pelas suas gerações.
16 E Moisés fez conforme tudo o que o Senhor lhe ordenou; assim o fez.
17 E no primeiro mês do segundo ano, no primeiro dia do mês, o tabernáculo foi levantado.
18 Levantou, pois, Moisés o tabernáculo: lançou as suas bases; armou as suas tábuas e nestas meteu os seus travessões; levantou as suas colunas;
19 estendeu a tenda por cima do tabernáculo, e pôs a cobertura da tenda sobre ela, em cima, como o Senhor lhe ordenara.
20 Então tomou o testemunho e pô-lo na arca, ajustou à arca os varais, e pôs-lhe o propiciatório em cima.
21 Depois introduziu a arca no tabernáculo, e pendurou o véu do reposteiro, e assim resguardou a arca do testemunho, como o Senhor lhe ordenara.
22 Pôs também a mesa na tenda da revelação, ao lado do tabernáculo para o norte, fora do véu,
23 e sobre ela pôs em ordem o pão perante o Senhor, como o Senhor lhe ordenara.
24 Pôs também na tenda da revelação o candelabro defronte da mesa, ao lado do tabernáculo para o sul,
25 e acendeu as lâmpadas perante o Senhor, como o Senhor lhe ordenara.
26 Pôs o altar de ouro na tenda da revelação diante do véu,
27 e sobre ele queimou o incenso de especiarias aromáticas, como o Senhor lhe ordenara.
28 Pendurou o reposteiro à: porta do tabernáculo,
29 e pôs o altar do holocausto à porta do tabernáculo da tenda da revelação, e sobre ele ofereceu o holocausto e a oferta de cereais, como o Senhor lhe ordenara.
30 Depois: colocou a pia entre a tenda da revelação e o altar, e nela deitou água para a as abluções.
31 E junto dela Moisés, e Arão e seus filhos lavaram as mãos e os pés.
32 Quando entravam na tenda da revelação, e quando chegavam ao altar, lavavam-se, como o Senhor ordenara a Moisés.
33 Levantou também as cortinas do átrio ao redor do tabernáculo e do altar e pendurou o reposteiro da porta do átrio. Assim Moisés acabou a obra.
34 Então a nuvem cobriu a tenda da revelação, e a glória do Senhor encheu o tabernáculo;
35 de maneira que Moisés não podia entrar na tenda da revelação, porquanto a nuvem repousava sobre ela, e a glória do Senhor enchia o tabernáculo.
36 Quando, pois, a nuvem se levantava de sobre o tabernáculo, prosseguiam os filhos de Israel, em todas as suas jornadas;
37 se a nuvem, porém, não se levantava, não caminhavam até o dia em que ela se levantasse.
38 Porquanto a nuvem do Senhor estava de dia sobre o tabernáculo, e o fogo estava de noite sobre ele, perante os olhos de toda a casa de Israel, em todas as suas jornadas.

sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

Êxodo 39


1 Fizeram também de azul, púrpura e carmesim as vestes, finamente tecidas, para ministrar no lugar santo, e fizeram as vestes sagradas para Arão, como o Senhor ordenara a Moisés.
2 Assim se fez o éfode de ouro, azul, púrpura, carmesim e linho fino torcido;
3 bateram o ouro em lâminas delgadas, as quais cortaram em fios, para entretecê-lo no azul, na púrpura, no carmesim e no linho fino, em obra de desenhista;
4 fizeram-lhe ombreiras que se uniam; assim pelos seus dois cantos superiores foi ele unido.
5 E o cinto da obra esmerada do éfode, que estava sobre ele, formava com ele uma só peça e era de obra semelhante, de ouro, azul, púrpura, carmesim e linho fino torcido, como o Senhor ordenara a Moisés.
6 Também prepararam as pedras de berilo, engastadas em ouro, lavradas como a gravura de um selo, com os nomes dos filhos de Israel;
7 as quais puseram sobre as ombreiras do éfode para servirem de pedras de memorial para os filhos de Israel, como o Senhor ordenara a Moisés.
8 Fez-se também o peitoral de obra de desenhista, semelhante à obra do éfode, de ouro, azul, púrpura, carmesim e linho fino torcido.
9 Quadrado e duplo fizeram o peitoral; o seu comprimento era de um palmo, e a sua largura de um palmo, sendo ele dobrado. f
10 E engastaram nele quatro fileiras de pedras: a primeira delas era de um sárdio, um topázio e uma esmeralda;
11 a segunda fileira era de uma granada, uma safira e um ônix;
12 a terceira fileira era de um jacinto, uma ágata e uma ametista;
13 e a quarta fileira era de uma crisólita, um berilo e um jaspe; eram elas engastadas nos seus engastes de ouro.
14 Estas pedras, pois, eram doze, segundo os nomes dos filhos de Israel; eram semelhantes a gravuras de selo, cada uma com o nome de uma das doze tribos.
15 Também fizeram sobre o peitoral cadeiazinhas, semelhantes a cordas, obra de trança, de ouro puro.
16 Fizeram também dois engastes de ouro e duas argolas de ouro, e fixaram as duas argolas nas duas extremidades do peitoral.
17 E meteram as duas cadeiazinhas de trança de ouro nas duas argolas, nas extremidades do peitoral.
18 E as outras duas pontas das duas cadeiazinhas de trança meteram nos dois engastes, e as puseram sobre as ombreiras do éfode, na parte dianteira dele.
19 Fizeram outras duas argolas de ouro, que puseram nas duas extremidades do peitoral, na sua borda que estava junto ao éfode por dentro.
20 Fizeram mais duas argolas de ouro, que puseram nas duas ombreiras do éfode, debaixo, na parte dianteira dele, junto à sua costura, acima do cinto de obra esmerada do éfode.
21 E ligaram o peitoral, pelas suas argolas, às argolas do éfode por meio de um cordão azul, para que estivesse sobre o cinto de obra esmerada do éfode, e o peitoral não se separasse do éfode, como o Senhor ordenara a Moisés.
22 Fez-se também o manto do éfode de obra tecida, todo de azul,
23 e a abertura do manto no meio dele, como a abertura de cota de malha; esta abertura tinha um debrum em volta, para que não se rompesse.
24 Nas abas do manto fizeram romãs de azul, púrpura e carmesim, de fio torcido.
25 Fizeram também campainhas de ouro puro, pondo as campainhas nas abas do manto ao redor, entremeadas com as romãs;
26 uma campainha e uma romã, outra campainha e outra romã, nas abas do manto ao redor, para uso no ministério, como o Senhor ordenara a Moisés.
27 Fizeram também as túnicas de linho fino, de obra tecida, para Arão e para seus filhos,
28 e a mitra de linho fino, e o ornato das tiaras de linho fino, e os calções de linho fino torcido,
29 e o cinto de linho fino torcido, e de azul, púrpura e carmesim, obra de bordador, como o Senhor ordenara a Moisés.
30 Fizeram também, de ouro puro, a lâmina da coroa sagrada, e nela gravaram uma inscrição como a gravura de um selo: SANTO AO SENHOR.
31 E a ela ataram um cordão azul, para prendê-la à parte superior da mitra, como o Senhor ordenara a Moisés.
32 Assim se acabou toda a obra do tabernáculo da tenda da revelação; e os filhos de Israel fizeram conforme tudo o que o Senhor ordenara a Moisés; assim o fizeram.
33 Depois trouxeram a Moisés o tabernáculo, a tenda e todos os seus utensílios, os seus colchetes, as suas tábuas, os seus travessões, as suas colunas e as suas bases;
34 e a cobertura de peles de carneiros tintas de vermelho, e a cobertura de peles de golfinhos, e o véu do reposteiro;
35 a arca do testemunho com os seus varais, e o propiciatório;
36 a mesa com todos os seus utensílios, e os pães da proposição;
37 o candelabro puro com suas lâmpadas todas em ordem, com todos os seus utensílios, e o azeite para a luz;
38 também o altar de ouro, o óleo da unção e o incenso aromático, e o reposteiro para a porta da tenda;
39 o altar de bronze e o seu crivo de bronze, os seus varais, e todos os seus utensílios; a pia e a sua base;
40 as cortinas do átrio, as suas colunas e as suas bases, e o reposteiro para a porta do átrio, as suas cordas e as suas estacas, e todos os utensílios do serviço do tabernáculo, para a tenda da revelação;
41 as vestes finamente tecidas para uso no ministério no lugar santo, e as vestes sagradas para Arão, o sacerdote, e as vestes para seus filhos, para administrarem o sacerdócio.
42 Conforme tudo o que o Senhor ordenara a Moisés, assim fizeram os filhos de Israel toda a obra.
43 Viu, pois, Moisés toda a obra, e eis que a tinham feito; como o Senhor ordenara, assim a fizeram; então Moisés os abençoou.

quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

Para ser Feliz - I


Para ser feliz há três situações que não posso estar envolvido.

O livro dos Salmos é maravilhoso. É um livro de tanto conforto para o coração que é comum encontrar edições do Novo Testamento onde se inclui Provérbios (livro dos sábios conselhos) e Salmos (livro devocional).

Em nossa oração matutina, estamos lendo Salmos.
Quero estar compartindo o que vou recebendo do meu tempo com a Palavra e desejo que o Senhor lhe abençoe grandemente.

Salmos 1

1 Bem-aventurado o homem que não anda segundo o conselho dos ímpios, nem se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores;

Bem-aventurado é duplamente ou imensamente feliz.
A humanidade esta atrás da felicidade, nesse primeiro salmo já encontramos o caminho para encontrá-la.

O homem feliz, não é feliz por fazer coisas boas; ele é feliz por ter encontrado Jesus na vida e como resultado desse encontro, dá bons frutos e caminha por sendas corretas fazendo então coisas boas.

Para ser feliz, encontrei três situações que eu não posso estar envolvido; se estiver, minha felicidade vai embora; o mesmo acontece com você.

Três coisas que o homem não pode estar envolvido se quer ser feliz:

      1.      “Não anda segundo o conselho dos ímpios,...”

Todos nós precisamos de conselhos.
Temos na vida muitos momentos onde precisamos tomar decisões, momentos de dúvidas, etc., e precisamos de um conselho.

O grande problema do ser humano é quando busca o conselho entre os ímpios.
A Bíblia define o “ímpio” como uma pessoa que não conhece e nem tem relação com Deus. Em conseqüência dessa falta de comunhão com Deus, o ímpio terá uma visão da vida, diferente de Deus e ao analisar uma situação, dará o conselho com base no “eu acho que você deve fazer isso”. Não há garantia que vai dar certo e na maioria dos casos o aconselhado se dá muito mal.

Para ser feliz, você não pode andar segundo o conselho dos ímpios, mesmo sendo “o melhor amigo” ou um familiar.

Precisamos de conselhos de pessoas que não dizem “eu acho que”, mas dizem “Deus diz isso sobre essa situação”.

Quantos casamentos quebrados porque a mulher foi pedir conselho para a “melhor amiga”!
Quantos jovens perdidos, pois acataram o conselho de seus “amigos” e hoje estão presos em vícios, opressões e não encontram mais sentido para a vida!
Quantos cristãos que mesmo dentro de uma igreja, estão infelizes, pois seguiram conselhos de “crentes religiosos” ou os conselhos e idéias do próprio coração e não procuraram conselho na Palavra!

Roboão estava no começo de seu reinado. Tinha tudo para dar certo pois pegou um reino forte e estruturado que seu pai o deixou.
Por causa de tomar conselho com jovens que não conheciam a Deus (ímpios), o reino foi dividido e milhares morreram nessa história com o passar do tempo.

Porém ele deixou o conselho que os anciãos lhe tinham dado, e teve conselho com os jovens que haviam crescido com ele, que estavam diante dele. 1 Reis 12:8.

Quer ser feliz?

Volte atrás das decisões que você tomou em base nos conselhos dos ímpios ou de seu próprio coração.
Comece a partir de hoje aconselhar-te somente em base à Palavra de Deus com pessoas maduras na fé e comprometidas com as Escrituras.
Peça para Jesus perdão por ter andado segundo o conselho dos ímpios e comece hoje a andar segundo o conselho do Maravilhoso Conselheiro (Isaías 9:6) que é o Senhor.

Ficaram com Ele - João 1.39

Clique aqui para ouvir