quinta-feira, 7 de setembro de 2017

Sobre nossas quartas-feiras



QUARTA 06/09/17

Comunhão, oração, Palavra, intercessão, fortalecimento, direção, crescimento, continuidade, esforço - assim são nossas quartas-feiras.

Chego com tempo no VP. 
Começo a arrumar com muito carinho a sala e quando é 18h já está pronta para receber meus irmãos e irmãs.

Chega um irmão, chega uma irmã, uns com o rosto de cansado (a), outros com o lanche para comer no local, um com uma dorzinha, outra com alguma realidade no coração; mas vão chegando e todos com o mesmo coração - ter comunhão uns com os outros e com o Senhor.

Boas e edificantes conversas vão acontecendo ao redor da mesa e o café vai sendo preparado.
Mais pessoas preciosas vão chegando e juntando-se a essa roda abençoada.
Uauuu, já são 18:58h, vamos pra oração.

A oração começa às 19h já com um bom grupo de pessoas desejosas de buscar ao Senhor.
Nossas lutas e dificuldades, rapidamente nos levam a querer começar a pedir, mas logo nos lembramos de agradecer, de louvar, de adorar e exaltar a esse Deus tão maravilhoso. O tempo juntos de oração vai correndo sem percebermos e depois começamos a apresentar necessidades e petições de amigos, familiares, pessoas que conhecemos e as nossas; como é bom orar!. Orar pelas nações e pelos missionários não pode faltar, então nossas orações começam a “viajar” em muitos lugares dessa terra; lugares que possivelmente nunca iremos, mas nossas orações e suas respostas sim.
20h, ora de começar o estudo da Palavra. Uma hora é muito pouco na presença de Deus juntamente com nossa família na fé, mas já é muito bom. Trocar o virtual pelo real, jamais. Nada substitui o tempo juntos onde expressamos nossa unidade.

O estudo de hoje tem a ver com mansidão. Mateus 5.5; que ensino de Jesus!
Fiz algumas considerações do que já tínhamos ouvido no sábado e domingo, mas fomos por caminhos que ainda não tínhamos andado. Foi maravilhoso ver como o Espírito Santo guia esse tempo também. Participação de alguns, atenção de todos, alimento na mesa, hora de comer e alimentar-se da Palavra. Que tempo!
Logo também já se foi, mas como valeu ter vindo.

Mais um café, um tempo gostoso de comunhão e começa os que chegaram como gatinhos frágeis, sairem pela porta como tigres fortes.
Assim normalmente e especialmente são nossas quartas-feiras.

Uma parada na semana para fortalecer a comunhão com a família de Deus e o Pai da família.

JLS

A Felicidade da Mansidão (2a parte)



quarta-feira, 2 de agosto de 2017

O Deus que guia Seu povo - Parte II



O Deus que guia, é o Deus que liberta e tem um caminho melhor que o nosso.

Êxodo 13:17
Tendo Faraó deixado ir o povo, Deus não o levou pelo caminho da terra dos filisteus, posto que mais perto, pois disse: Para que, porventura, o povo não se arrependa, vendo a guerra, e torne ao Egito.

A viagem começou em Êx 12:37 - A saída dos israelitas do Egito.

Esse era o caminho que ia pela terra dos filisteus, ao longo do mar Mediterrâneo (confira o mapa).


Havia uma boa estrada diretamente para a Palestina, subindo pelo litoral e passando por Gaza, mas esse caminho os levaria, de frente com exércitos armados e preparados dos filisteus, os quais exigiria que lutassem, e os israelitas não estavam preparados nem física nem psicologicamente, nem bélicamente.

Essa rota direta entre o Egito e a Palestina, tinha aproximada­mente 320 quilômetros e podia ser percorrida em cerca de duas semanas.

O caminho mais curto e mais fácil seria:

* Mortal: Israel não estava preparado bélicamente para enfrentar o exército dos filisteus;

* Humilhante: A fé ainda não estava alicerçada em Deus (mesmo com os milagres que tinham presenciado até então);

* Covarde: O recuo ao Egito, seria imediato ao verem a guerra.


O Senhor conhecia a força limitada do seu povo e o prote­geu de tentações inadequadas.

1 Coríntios 10:13
Não vos sobreveio tentação que não fosse humana; mas Deus é fiel e não permitirá que sejais tentados além das vossas forças; pelo contrário, juntamente com a tentação, vos proverá livramento, de sorte que a possais suportar.

Por vezes, os caminhos de Deus não são os mais simples e diretos; porém os melhores.

Isaías 55:8, 9
8 Porque os meus pensamentos não são os vossos pensamentos, nem os vossos caminhos, os meus caminhos, diz o SENHOR, 
9 porque, assim como os céus são mais altos do que a terra, assim são os meus caminhos mais altos do que os vossos caminhos, e os meus pensamentos, mais altos do que os vossos pensamentos.

Com bondade cheia de sabedoria, Deus os levou por outro caminho.
Ele faz o mesmo com você!

Êxodo 13:18 
Porém Deus fez o povo rodear pelo caminho do deserto perto do mar Vermelho; e, arregimentados, subiram os filhos de Israel do Egito.

“rodear"
As voltas de Deus para deixar-nos prontos para a batalha.


Deus não precisa de tempo, nós sim!
Ele toma Seu tempo para trabalhar em nós.

Filipenses 1:6 (RA)
Estou plenamente certo de que aquele que começou boa obra em vós há de completá-la até ao Dia de Cristo Jesus.

“pelo caminho do deserto perto do mar Vermelho”

Êxodo 13:17 - apresentou pelo menos 3 motivos porque Deus não os levou pelo caminho mais fácil e curto.
Êxodo 13:18 - apresenta 1 motivo pelo qual Deus os levou pelo caminho mais difícil e longo

“arregimentados” = armados

Deus tinha que preparar Seu povo em exército; e Ele usou Seus caminhos - rodear.

Não mais um povo com panelas, mas um exército com sentinelas.
Não mais um povo com enxadas, mas um exército com espadas.
Não mais um povo despreparado, mas um exército capacitado.
Não mais um povo apenas andando, mas um exército marchando.

O Senhor nos liberta e nos capacita com armas.

As armas de nossa milícia

2 Coríntios 10:4-6 (RA) 
4 Porque as armas da nossa milícia não são carnais, e sim poderosas em Deus, para destruir fortalezas, anulando nós sofismas 
5 e toda altivez que se levante contra o conhecimento de Deus, e levando cativo todo pensamento à obediência de Cristo, 
6 e estando prontos para punir toda desobediência, uma vez completa a vossa submissão.

A armadura de Deus

Efésios 6:10-20 (RA) 
10 Quanto ao mais, sede fortalecidos no Senhor e na força do seu poder. 
11 Revesti-vos de toda a armadura de Deus, para poderdes ficar firmes contra as ciladas do diabo; 
12 porque a nossa luta não é contra o sangue e a carne, e sim contra os principados e potestades, contra os dominadores deste mundo tenebroso, contra as forças espirituais do mal, nas regiões celestes. 
13 Portanto, tomai toda a armadura de Deus, para que possais resistir no dia mau e, depois de terdes vencido tudo, permanecer inabaláveis. 
14 Estai, pois, firmes, cingindo-vos com a verdade e vestindo-vos da couraça da justiça. 
15 Calçai os pés com a preparação do evangelho da paz; 
16 embraçando sempre o escudo da fé, com o qual podereis apagar todos os dardos inflamados do Maligno. 
17 Tomai também o capacete da salvação e a espada do Espírito, que é a palavra de Deus; 
18 com toda oração e súplica, orando em todo tempo no Espírito e para isto vigiando com toda perseverança e súplica por todos os santos 
19 e também por mim; para que me seja dada, no abrir da minha boca, a palavra, para, com intrepidez, fazer conhecido o mistério do evangelho, 
20 pelo qual sou embaixador em cadeias, para que, em Cristo, eu seja ousado para falar, como me cumpre fazê-lo.

O propósito do caminho mais longo - preparar o povo para a batalha

O Deus que guia é o Deus que liberta e o Deus que tem Seus melhores caminhos para preparar-nos para a guerra.

JLS

A Felicidade da Misericórdia

Clique aqui para ouvir essa mensagem